quarta-feira, 21 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Volks alcança 3.400 vendas de ônibus ao Caminho da Escola

Volks alcança 3.400 vendas de ônibus ao Caminho da Escola

Matéria publicada em 26 de abril de 2019, 23:19 horas

 


Volume é o total previsto para a licitação que a Volkswagen vendeu no período 18/19

Fábrica de caminhões e ônibus da Volks chega a 3.400 ônibus vendidos ao governo federal

Resende – A Volkswagen acaba de alcançar a venda de 3.400 veículos ao Caminho da Escola, encerrando com sucesso a atual licitação. Graças às encomendas de mais de 1.500 prefeituras e estados em todo o país, a empresa consolida sua posição de liderança em ônibus para o transporte escolar ao governo.
— Os números de Volksbus entregues ao Caminho da Escola representam volumes expressivos para a indústria automotiva e também multiplicam as chances de acesso ao futuro de milhões de crianças. Isso nos enche de orgulho e motivação para continuarmos juntos nessa missão”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus e membro do conselho do Grupo Traton.
Os veículos disponíveis para a compra na licitação são ônibus e micro-ônibus Volkswagen configurados para atender às regiões rurais e urbanas do Brasil: ORE1 e ORE3 (Ônibus Rural Escolar para 29 e 59 alunos), atendidos respectivamente pelos modelos Volksbus 8.160 ODR, e Volksbus 15.190 ODR e o ONUREA Piso Alto (Ônibus Urbano Escolar Acessível para 30 alunos) com base no chassi Volksbus 8.160OD, todos os chassis são produzidos na fábrica da VW Caminhões e Ônibus em Resende (RJ).
A linha completa Volksbus destinada ao Caminho da Escola conta com veículos escolares na configuração rural e urbano, na faixa de 5 a 15 toneladas. Dentre os atributos necessários para vencer os trajetos mais difíceis estão suspensões elevadas e reforçadas, pneus de uso misto, eixo dianteiro com viga forjada, balanço dianteiro mais curto, bloqueio no diferencial traseiro, ângulos de ataque e saída maiores, poltronas estofadas e de fácil limpeza, mecanismos antiesmagamento e ainda dispositivos de poltronas móveis (DPM) que garantem a acessibilidade para os alunos com mobilidade reduzida.
Operado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), o Programa Caminho da Escola foi criado em 2007 para renovar e ampliar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural das redes estaduais e municipais. O programa também padroniza os veículos de transporte escolar, reduz os preços dos veículos e aumenta a transparência das aquisições.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    A posição de liderança da Volkswagen no segmento de ônibus e caminhões se perdeu com a crise. A Mercedes-Benz retomou a dianteira e reconquistou empresas que tinham deixado de adquirir seus veículos… Para ônibus rodoviários, praticamente inexiste mercado para a Volks. No segmento urbano, aqui mesmo na região nota-se um volume cada vez menor de veículos Volks, que chegou a predominar em todas as empresas, exceto na Elite e Colitur, onde o dono é sócio da Flumidiesel (revenda Mercedes)… Isso é ruim para a geração de negócios e empregos na planta de Resende…

    Os ônibus Mercedes são bem menos barulhentos…

Untitled Document