>
quinta-feira, 26 de maio de 2022 - 15:21 h

TEMPO REAL

 

Capa / Educação / Voluntários do MEP elaboram relatório das atividades em 2021

Voluntários do MEP elaboram relatório das atividades em 2021

Matéria publicada em 28 de dezembro de 2021, 18:45 horas

 


Mesmo em decorrência da pandemia, assim como no ano passado, o MEP não parou com suas atividades – Foto: Divulgação.

Volta Redonda- A equipe de voluntários do MEP(Movimento Ética na Política), preparou a partir dos dados coletados nos diferentes cenários dos programas: sociopolítico, sócio educacional e socioambiental do Movimento, um relatório das atividades do MEP do ano 2021, onde evidenciam avanços mesmo diante da pandemia.

– Mesmo em decorrência da pandemia, assim como no ano passado, o MEP não parou com suas atividades. Com o avanço da vacinação e graças a ela, pela queda de casos de transmissões e internações, conseguimos efetivar projetos e retomar outros que pelo mundo virtual não era possível, o que foi muito significativo para a gente. A aprovação do Estatuto Social do MEP-VR, em dezembro foi a grande conquista para o Movimento. Em 2022, esperançosos e animados, retornaremos com grandes novos projetos, e com a retomada das atividades 100% presenciais avançaremos mais –  afirmou Davi Souza, vice-diretor do programa sócio educacional, o Pré-Vestibular Cidadão, recém eleito.

Síntese da retrospectiva

Segundo Davi Souza, na linha das atuações sociopolíticas, foi 20 ações, com destaque para o avanço e crescimento da interação dialogal no âmbito municipal com o Judiciário; o Executivo; Legislativo e Defensoria Publicas, na linha da defesa da democracia participativa. “Ouve também aproximação de outros segmentos sociais. A novidade revela o relatório, foi a construção de diálogo com o judiciário local. No escopo do documento o grande destaque na área sociopolítica ficou com a estruturação estatutária do MEP, ocorrida na assembleia geral no dia 11 de dezembro, registra o documento” destacou Davi.

De acordo com Davi, o relatório revelou também, um crescimento das movimentações no programa educacional – Pré-Vestibular Cidadão, com registro da maior procura dos estudantes (120); novos professores (10), criação das comissões Étnico Racial e Saúde, boa parte com especialistas das referentes áreas; as inovações educacionais no ensino remoto e maior articulação dos programas entre si.

-O escopo registrou 21 ações, extraclasse envolvendo cientistas, lideranças e pensadores de referência nacional e internacional. Ex. Gilberto Gil (Cantor), Professor José Abdalla Helayel (Físico), Maria Nazaré (catadora de reciclados), Professora Maria Cristina Espírito Santo (Infectologista), Igor Goulart Teixeira (Diplomata de carreira no Itamarati), etc.

Por fim, o registro relativo ao programa socioambiental do Movimento evidência avanços, integrado – educacional e político, com a quase certa concretização da criação do Monumento Natural Pedreira da Voldac em Volta Redonda – Explicou.

De acordo com José Maria da Silva, Zezinho, o fato integra com destaque às 25 ações diferenciadas focadas nas áreas biodiversidade e geodiversidade: seminários de âmbito internacional (Cf. ONU-Habitat; artigo sobre DHs, aprovado em E-Book da UFF-VR; colóquios na UFRRJ, visitas físicas à instituições e empresas; trabalhos de campo na Pedreira, encontros com autoridades municipais para debater temas ambientais; parcerias com diferentes grupos ambientais e universidades. Também, o registrado do crescimento de adesões voluntariadas para as questões ambientais.

“Os dois relatórios foram apresentados ao conselho no final de novembro de 2021 pelo professor Paulo Vitor Dutra, ligado à área de física e Fernando Pinto, biólogo e coordenador ambiental. Davi Souza, vice-diretor do Programa sócio educacional, realizou a atualização dos dados, incluindo às atividades do mês de dezembro”, disse Zezinho.

Conselheiros reagem

“O MEP realizou trabalho excepcional em 2021, integrar-se à sociedade com escuta e voz para todos.” Declarou Paulo Ricardo, coordenador do grupo de exatas e conselheiro do Movimento, recém eleito.

“Sem dúvida há o reconhecimento público ao MEP. Agradecer é preciso e também ressaltar a visibilidade que tem sido dada ao Movimento, através das diferentes mídias (jornais, Tvs, rádios locais e regionais, as diferentes redes sociais tem dado visibilidade positiva para o movimento” afirmou Zezinho, coordenador geral, recém conduzido ao cargo.

“O resultado revela que ao completar 25 anos de trabalho, o Movimento tem sido extremamente importante na cidade e na região. Algo ímpar. As pessoas que participam, acompanham, colaboram e também criticam as formas de atuação do MEP acabam por entenderem, que a nossa organização civil quer provocar nos indivíduos a sua cidadania plena” Disse o Professor Érique Barcellos, da equipe de filosofia e sociologia e vice-coordenador do MEP, recém-eleito.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Quem financia esse MEP???

Untitled Document
close