quarta-feira, 21 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Abertura da Olimpede reúne três mil atletas em Volta Redonda

Abertura da Olimpede reúne três mil atletas em Volta Redonda

Matéria publicada em 27 de novembro de 2015, 21:23 horas

 


Prefeito Neto, senador Romário, deputado Deley, vereadores, secretários entre outras autoridades prestigiam evento na Ilha São João (foto: Paulo Dimas)

Prefeito Neto, senador Romário, deputado Deley, vereadores, secretários entre outras autoridades prestigiam evento na Ilha São João (foto: Paulo Dimas)

 

Volta Redonda –  O ginásio da Ilha São João sediou nesta sexta-feira (27) a abertura da 20ª edição da Olimpede (Olimpíada da Pessoa com Pessoa com Deficiência). Ao som da Banda Municipal de Volta Redonda, foram apresentadas as 142 delegações participantes, representando 51 cidades dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Pará. Ao todo, três mil atletas participarão dos jogos, que serão encerrados neste domingo.

Além da apresentação coreografada dos projetos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), a cerimônia foi marcada por uma execução empolgada do Hino Nacional e o show da banda Madame Zero, ao fim do evento. A grande atração da festa, porém, foi a presença do senador e ex-jogador de futebol, Romário (PSB), que acendeu a tocha olímpica, ao lado da filha, Ivy, que tem síndrome de Down.

De acordo com a gerente de ginásio da Smel, Kátia Simone Rodrigues, todos os projetos da secretaria foram mobilizados em ensaios, durante duas semanas. Tudo para garantir que a apresentação fosse não só saísse impecável, mas também uma boa demonstração do trabalho executado pela secretaria.

– O nosso objetivo é mostrar as atividades que realizamos na Smel. É uma possibilidade de os nossos alunos mostrarem um pouquinho do que fazem e também de as pessoas de fora conhecerem o nosso trabalho. Participar dessa festa é muito gratificante – disse Kátia.

A secretária municipal de Esporte e Lazer, Rose Vilela, falou sobre paixão, sobre a realização de mais uma edição dos jogos marcada pelo amor, independentemente dos problemas financeiros e políticos pelos quais o país passa.

– Aqui na Olimpede não tem crise, só esperança e vida – disse.

Além da secretária, também falaram na ocasião, o deputado estadual Nelson Gonçalves (PSD), o deputado federal Deley de Oliveira (PTB), o vice-prefeito de Volta Redonda, Carlos Roberto Paiva (PT), além do senador Romário (PSB) e do prefeito, Antônio Francisco Neto (PMDB). Em seu discurso, Neto agradeceu à participação de todos e, em particular, ao apoio do deputado federal Deley de Oliveira (PTB), que conseguiu, junto ao Governo Federal, verba para garantir hospedagem e alimentação às delegações visitantes, durante estada em Volta Redonda.

Olimpede é estímulo para atletas

Nas arquibancadas do ginásio da Ilha São João, atletas das diferentes cidades vibraram juntos, demonstrando alegria e vontade de participar da Olimpede. Pela quarta vez, a delegação do município de Rio Bonito (RJ) comparece aos jogos. De acordo com a coordenadora, Simone Bandeira, a delegação representa quatro instituições da cidade, totalizando 46 pessoas. Ela explicou que os 35 atletas riobonitenses participam das competições de atletismo, futsal, jogos de salão e provas de habilidade, entre deficientes intelectuais, auditivos e visuais.

– Sou apaixonada pelos meus alunos. A nossa participação já é certa, graças a uma parceria da Smel com a Prefeitura Municipal de Rio Bonito, pela nossa Secretaria Municipal de Educação. Os alunos esperam o ano todo pela Olimpede, que é um grande estímulo para eles, para que eles vejam tudo que podem fazer – afirmou Simone, que é responsável, junto ao professor Carlos Henrique, pelo treinamento dos atletas.

Para a diretora do Sítio Escola Municipal Espaço de Integração do Autista Thereza Aguiar Chicarino de Carvalho (Semeia), de Volta Redonda, Sandra Maria de Souza, o maior objetivo que leva a instituição a participar todos os anos da Olimpede, é a interação social dos alunos.

– Para o autista, em geral, é importante estimular essa interação social. Os jogos acontecem num clima descontraído, muito gostoso. Para eles, é um prazer muito grande fazer parte dessa festa – avaliou a diretora do Semeia, que tem 20 atletas competindo em 10 modalidades diferentes.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document