sexta-feira, 30 de julho de 2021 - 18:18 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Após polêmica de Jô, CBF irá utilizar recurso de vídeo no Brasileirão

Após polêmica de Jô, CBF irá utilizar recurso de vídeo no Brasileirão

Matéria publicada em 18 de setembro de 2017, 18:10 horas

 


Rio – Por conta da polêmica envolvendo o gol de Jô neste domingo, contra o Vasco, em Itaquera, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) planeja implementar o sistema de vídeo no Campeonato Brasileiro “o mais rápido possível”. Nesta segunda-feira, o presidente da entidade que regula o futebol do país, Marco Polo Del Nero, reuniu sua equipe e fez o pedido após sucessivos testes com a tecnologia que já está em uso em algumas competições.

Um dos motivos pelos quais o Campeonato Brasileiro ainda não contava com o uso da tecnologia vista em torneios internacionais de maior renome era o custo da operação. No entanto, visando evitar maiores polêmicas envolvendo irregularidades não marcadas pelos árbitros, a CBF, enfim, parece disposta a abrir os cofres.

A vitória do Corinthians graças ao gol de mão de Jô não foi muito bem digerida pelo presidente do Vasco, Eurico Miranda. O mandatário cruz-maltino se reuniu com a alta cúpula da CBF nesta segunda-feira e saiu da sede da entidade com a promessa de que haverá a implementação do recurso de vídeo no Campeonato Brasileiro.

Nesta terça-feira, a CBF realizará uma reunião para definir todos os detalhes da instalação do recurso de vídeo nos estádios brasileiros e também a possibilidade de o sistema também ser usado em outras competições nacionais.

Confira o comunicado oficial divulgado pela CBF nesta segunda-feira:

A Comissão de Arbitragem da CBF projetava o uso do Árbitro de Vídeo (AV) nas rodadas finais do Brasileirão 2017. Ao longo deste ano, representantes da entidade e árbitros brasileiros participaram de treinamentos teóricos e práticos sobre o tema, incluindo a capacitação que vem sendo realizada desde a semana passada na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai.

Entretanto, em função da incidência de erros recentes que poderiam ser evitados com a utilização da tecnologia, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reuniu a equipe, nesta segunda-feira (18), e determinou que o Árbitro de Vídeo seja aplicado o quanto antes nas partidas do Brasileirão – Série A.

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, está trabalhando para acertar os detalhes e viabilizar o AV o mais rápido possível.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document