>
quinta-feira, 7 de julho de 2022 - 05:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Atletismo brasileiro conquista mais cinco medalhas em Rosário

Atletismo brasileiro conquista mais cinco medalhas em Rosário

Matéria publicada em 8 de maio de 2022, 13:35 horas

 


Modalidade já soma 16 pódios na competição continental

A gaúcha Luísa Lummertz Lopes (Mampituba-SC) foi o destaque ao vencer a prova do salto em altura – Foto: William Lucas/COB.

Rosário- O Brasil prosseguiu no sábado, dia 7, na disputa do torneio de atletismo da 3ª edição dos Jogos Sul-Americanos da Juventude Sub-18, no Estádio Municipal Jorge Newbery, em Rosário, Argentina. A equipe conquistou mais cinco medalhas – uma de ouro e quatro de bronze e agora soma 16 (8 de ouro, 2 de prata e 6 de bronze). A competição termina neste domingo (8/5).

. A gaúcha de Torres ganhou com 1,74 m, recorde pessoal e do campeonato.

Silvina Gil, do Uruguai, e Joaquina Dura, da Argentina, ficaram na segunda e terceira colocações, com a mesma marca: 1,69m.

No lançamento do disco, o capixaba Ronicleiton de Jesus Santos (EEEFM Profª Maria Magdalena da Silva-ES) ficou com a medalha de bronze. O atleta de 17 anos, nascido na cidade de Mucurici obteve a marca de 52,78 m, em sua terceira tentativa. O chileno Alan Fell Mardones foi o mealha de ouro, com 56,06 m, seguido do colombiano Juan David Montaño, com 54,80 m.

“Estou muito feliz. Essa medalha representa muito esforço. Batalhei muito para estar aqui. Desde 2019, estou treinando muito”, disse Ronicleiton.

No salto com vara, o paulista Pedro Henrique Aparecido (Unindo Famílias-SP), também terminou na terceira colocação, com 4,40 m. O atleta de Guarulhos ficou atrás do argentino Austin Carril (5,06 m) e do chileno Leonardo Olate (4,50 m).

Nos 2.000 m com obstáculos, outra medalha de bronze, com Bianca Cristine Davi de Souza (IPEC-PR). A atleta nascida em Jacarezinho, no Paraná, no dia 25 de outubro de 2005, obteve o tempo de 7:29:92. O ouro foi para a colombiana Alexandra Hernandez (7:14:55), seguida da venezuelana Valeri Sangoquiza (7:26:53).

“Essa medalha é um símbolo de superação. Desde o ano passado penso nesta competição. Queria muito estar aqui e a recompensa é esse lugar no pódio, que foi alcançado com muita garra”, comentou Bianca.

A quarta medalha de bronze do dia foi conquistada no lançamento do martelo por Kimberly de Souza Assiz (PM Colombo-PR). Ela obteve a marca de 54,72 m. A argentina Giuliana Alejandra Baigorria ficou com o ouro, com 61,02 m, seguida da venezuelana Julia Gutierrez, com 55,95 m.

Nas semifinais dos 200 m, Vinicius Galeno (CASO-DF), campeão dos 400 m, ficou em segundo lugar na primeira série, com 21.96 (3.9), passando para a final deste domingo (8/5).

No feminino, as duas brasileiras venceram as suas séries. Vanessa Sena dos Santos (Centro Olímpico-SP), ouro no salto em distância, completou a semifinal em 24.65 (3.7). Já Júlia Ribeiro (IPEC-PR), campeã dos 400 m, completou a prova 24.64 (2.8).

Neste sábado foi realizada a cerimônia de premiação de Camila Flach (Itapiranga-SC), que teve de se desdobrar em duas provas e, mesmo assim, conquistou duas medalhas de ouro e em ambas com recorde pessoal. Ela venceu o lançamento do disco, com 44,12 m, e o arremesso do peso, com 14,53 m.

Fonte: CBAt


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Dragão do Voltaço

    Essa menina é uma gatinha!!!!

Untitled Document