sábado, 4 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo bate Portuguesa com gol no final

Botafogo bate Portuguesa com gol no final

Matéria publicada em 2 de fevereiro de 2016, 22:27 horas

 


Time dirigido por Ricardo Gomes encontrou muita dificuldade para superar um adversário modesto

Força: Botafogo lutou muito para conquistar a segunda vitória consecutiva no estadual (SS Press)

Força: Botafogo lutou muito para conquistar a segunda vitória consecutiva no estadual (SS Press)

Rio – O Botafogo não realizou uma boa exibição, mas alcançou a segunda vitória no Campeonato Carioca, ao derrotar a Portuguesa por 2 a 1, em partida disputada na noite desta terça-feira, em São Januário. O gol da vitória foi marcado pelo boliviano Lizio, aos 40 minutos do segundo tempo. O resultado fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos seis pontos ganhos e assumir a liderança do Grupo B. A Portuguesa que integra o Grupo A segue com três pontos ganhos.

O time dirigido por Ricardo Gomes encontrou muita dificuldade para superar um adversário modesto, mas muito bem armado. Saiu na frente com um gol de  Gegê no primeiro tempo, e sofreu o empate na fase final com um gol marcado por Rafael Paty. Na próxima rodada, o Botafogo vai receber o Macaé, em Caio Martins. A Portuguesa vai encarar o Flamengo, em Volta Redonda.

O jogo

A Portuguesa tentou surpreender o Botafogo nos primeiros minutos e logo criou o primeiro problema quando Allan bateu forte e Renan Fonseca cortou com o braço. O time alvinegro deu a resposta aos quatro minutos em bomba de Diego que obrigou o goleiro Márcio a defender parcialmente, O lance animou o Botafogo que passou a pressionar em busca do primeiro gol.

Aos dez minutos, Luis Ricardo recebeu na grande área e chutou forte. A bola bateu no braço de Allan Miguel e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Luis Ricardo deslocou o goleiro da Lusa, mas mandou a bola para fora, desperdiçando a grande oportunidade.

A equipe comandada por Ricardo Gomes não desanimou com o pênalti perdido e seguiu pressionando em busca do primeiro gol. Aos 16 minutos, a Portuguesa chegou na área botafoguense em cruzamento na área. Jefferson saiu de soco para afastar o perigo e a bola sobrou para Victor Hugo que bateu muito mal. Logo depois, o goleiro alvinegro teve que se antecipar para que a investida do lateral Belarmino não resultasse em cruzamento.

Aos 20 minutos, a bola bateu no braço do zagueiro Pessanha, mas o árbitro optou por não marcar a penalidade em favor do Botafogo.

Após a parada técnica. o time alvinegra criou outro bom momento, aos 23 minutos em chute de Gegê que obrigou o goleiro Márcio a fazer boa defesa. Logo depois foi a vez de Rodrigo Lindoso arriscar, de longe, e encobrir o travessão.

Muito cautelosa, a Portuguesa só reapareceu na área alvinegra aos 28 minutos quando Allan foi derrubado ao lado da grande área, mas a cobrança não resultou em nada. O Botafogo errava muitos passes e a torcida começou a vaiar alguns jogadores, especialmente Luis Ricardo que, além do pênalti perdido, não conseguia dar sequência às jogadas de ataque.

Aos 42 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Gegê dividiu a bola na intermediária, levou vantagem e chutou colocado no canto direito de Márcio que se esticou, mas não conseguiu fazer a defesa.

Um bom ataque da Portuguesa marcou o início do primeiro tempo. Logo no primeiiro minuto, Allan fez boa jogada pela direita e chutou rasteiro para defesa tranquila de Jefferson. O Botafogo voltou tocando a bola com lentidão. Só aos sete minutos é que chegou no ataque em investida do volante Airton que foi derrubado por Gilcimar. Gegê bateu e a bola desviou na barreira, antes de sair.

A partida transcorria em ritmo lento. O Botafogo não mostrava muito empenho para aumentar a vantagem, enquanto a Lusa da Ilha encontrava dificuldades para chegar na área. Aos 18 minutos, a Portuguesa empatou. O lateral Belarmino investiu pela direita, se livrou de Gegê e cruzou para Rafael Paty que subiu mais do que a zaga e cabeceou sem defesa para Jefferson.

Após sofrer o gol do empate, o técnico Ricardo Gomes decidiu mudar a equipe e colocou o boliviano Damian Lízio. O estreante entrou no meio campo e Luis Ricardo foi deslocado para a lateral.

O jogo ficou mais movimentado porque a Portuguesa não recuou depois de marcar o gol do empate, enquanto o Botafogo tentava acelerar o jogo para tentar recuperar a  vantagem,

Aos 27 minutos, Allan aproveitou falha da defesa e chutou para boa defesa de Jefferson. No minuto seguinte, Ribamar foi derrubado na entrada da área. Gervazio Nuñez bateu colocado e a bola passou perto do travessão defendido por Márcio. Aos 31 minutos, o experiente goleiro da Portuguesa fez ótima defesa em chute de Gegê, espalmando para escanteio.

Aos 33 minutos, o Botafogo chegou ao gol em rápida troca de passes e, lançado por Airton, Gervazio Nuñez tentou, de letra, encobrir o goleiro da Portuguesa, mas Márcio saiu bem e salvou sua equipe. Aos 40 minutos, o Botafogo desempatou. Diogo tabelou com Gegé e rolou para o boliviano Lizio que bateu colocado para garantir a vitória do time de General Severiano.

 

 

 

BOTAFOGO 2 X 1 PORTUGUESA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 20h30 (de Brasília)
Público: 1.273 pagantes
Árbitro: Luís Antônio Silva dos Santos
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa e Rafael Gomes Rosa
Cartão Amarelo: Cassio, Pessanha, Belarmino, Allan Miguel(Portu)
Gols: BOTAFOGO: Gegê, aos 42 minutos do primeiro tempo; Lizio aos 40 minutos do segundo tempo
PORTUGUESA: Rafael Paty, aos 18 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO: Jefferson, Diego(Damian Lízio), Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Rodrigo Lindoso, Gegê , Luis Henrique(Ribamar) e Gervasio Nuñez(Marcinho); Luis Henrique
Técnico: Ricardo Gomes
PORTUGUESA: Márcio, Belarmino(Adriano), Pessanha, Allan Miguel e Diego Maia; Silvano, Victor Hugo, Cássio(Gilcimar) e Alex Carioca; Allan e Rafael Paty(William)
Técnico: Gaúcho


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document