>
quinta-feira, 19 de maio de 2022 - 16:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo bate Santa Cruz e sai do sufoco

Botafogo bate Santa Cruz e sai do sufoco

Matéria publicada em 3 de julho de 2016, 18:10 horas

 


Alvinegro dominou primeiro tempo, mas tomou pressão dos pernambucanos nos minutos finais da partida em Juiz de Fora

Alegria: Atletas do Botafogo comemoram o primeiro gol marcado por Sassá na partida, que terminou na vitória alvinegra (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Alegria: Atletas do Botafogo comemoram o primeiro gol marcado por Sassá na partida, que terminou na vitória alvinegra (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Juiz de Fora – O Botafogo conseguiu se afastar da zona do rebaixamento ao derrotar o Santa Cruz por 2 a 1, em partida disputada na tarde deste domingo (3), no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora. O resultado fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos 15 pontos ganhos e ocupar a 15ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Santa Cruz segue na penúltima colocação com apenas 11 pontos ganhos. Sassá e Neilton anotaram para o Botafogo, enquanto João Paulo descontou para o Santa Cruz.

O Botafogo começou a partida de forma fulminante, marcando um gol logo no primeiro minuto e dando a impressão de que venceria com facilidade. Acontece que a equipe dirigida por Ricardo Gomes caiu muito de produção na segunda etapa e quase permitiu a reação do Santa Cruz que desperdiçou várias chances para marcar.
Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Coritiba, no Couto Pereira. O Santa Cruz vai receber o Internacional, no Arruda.

Primeiro tempo

O Botafogo já começou ganhando. Antes do primeiro minuto, Camilo tabelou com Neilton e lançou Sassá que invadiu a área e tocou na saída de Tiago Cardoso. A vantagem fez o time dirigido por Ricardo Gomes passar a atuar com tranquilidade, enquanto o Santa Cruz tentava se reorganizar depois do baque sofrido. Só aos dez minutos é que a equipe pernambucana chegou na área carioca com um chute de Marcílio que encobriu o travessão defendido por Sidão.

Aos 17 minutos, o Botafogo ampliou; após boa troca de passes, Camilo fez bom lançamento para Neilton que se livrou de Roberto e chutou para marcar o segundo gol.
Sem outra alternativa, o Santa Cruz partiu para o ataque e Grafite teve uma boa chance quando foi lançado por Léo Moura, mas o chute do atacante foi bloqueado por Emerson Santos. Aos 22 minutos, lançado na área, Grafite ganhou da zaga, mas a bola foi bem defendida por Sidão.

O Botafogo seguia administrando a vantagem e quase chegou ao terceiro gol aos 25 minutos quando Diogo Barbosa cruzou e Walter Guimarães quase marcou contra.

O técnico Milton Mendes ainda tentou arrumar a equipe e trocou o lateral-direito Vítor pelo atacante Arthur, deslocando Léo Moura para a sua real posição, mas o Botafogo quase chegou ao terceiro gol aos 32 minutos quando Luis Ricardo cruzou, a zaga rebateu e Bruno Silva emendou de bicicleta para boa defesa de Tiago Cardoso. Aos 42 minutos, Diogo Barbosa derivou da esquerda para o meio e bateu para boa defesa de Tiago Cardoso.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com mudanças nos ataques das duas equipes. Sassá e Grafite, lesionados, deixam o campo para a entrada de Luis Henrique, no Botafogo, e Keno, no Santa Cruz. E o tricolor do Arruda melhorou com as mudanças e marcou o seu primeiro gol aos três minutos. Keno fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para João Paulo que deslocou Sidão com um toque sútil.

O Botafogo que voltou acomodado na segunda etapa só voltou ao ataque aos oito minutos em cabeçada perigosa de Luis Henrique. O jogo ficou equilibrado uma vez que o Tricolor do Arruda subiu muito de produção, em relação ao primeiro tempo.

Aos 17 minutos, Diogo Barbosa obrigou Tiago Cardoso a uma boa defesa. A resposta tricolor veio com um chute perigoso de Marcílio. O time pernambucano desperdiçou uma chance incrível de deixar tudo igual quando Diogo Barbosa salvou em cima da linha após conclusão de Arthur.

O Santa Cruz seguiu pressionando, enquanto o Botafogo não conseguia se acertar. A troca de Camilo por Fernandes só piorou o rendimento da equipe de General Severiano. Aos 35 minutos, Leandrinho recebeu inteiramente livre no lado direito da área, mas demorou a concluir a jogada e acabou desarmado pela defesa alvinegra. O time do Arruda seguiu pressionando em busca do empate e desperdiçou outra grande oportunidade, aos 40 minutos. Keno invadiu a área em velocidade e chutou cruzado. Sidão defendeu parcialmente e a bola ainda beliscou a trave esquerda antes de sair. Logo depois foi a vez de Leandrinho mandar a bomba e encobrir o travessão defendido por Sidão. No último lance importante do jogo, Bruno Silva chutou de longe e Tiago Cardoso quase ia sofrendo um gol defensável, mas conseguiu se recuperar.

Ficha técnica
Botafogo 2 X 1 Santa Cruz-PE

Local: Estádio Municipal Jornalista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 3 de julho de 2016 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Público: 5033 pagantes
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa-RJ) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Cartão Amarelo: Vítor, Marcílio, Leandrinho(SC); Bruno Silva(Bota)
Gols:
Botafogo: Sassá no primeiro minuto; Neilton aos 17 minutos do primeiro tempo
Santa Cruz: João Paulo, aos três minutos do segundo tempo

Botafogo: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo(Fernandes); Neilton, Rodrigo Pimpão(Gervazio Nuñez) e Sassá(Luis Henrique)
Técnico: Ricardo Gomes

Santa Cruz: Tiago Cardoso, Vítor(Arthur), Danny Morais, Walter Guimarães e Roberto; Uillian Correia, Marcílio, Léo Moura, Fernando Gabriel(Leandrinho)e João Paulo; Grafite(Keno)
Técnico: Milton Mendes


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document