terça-feira, 12 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo derrota o Bahia de virada

Botafogo derrota o Bahia de virada

Matéria publicada em 2 de maio de 2019, 22:20 horas

 


Rio – Se no último sábado o Botafogo deu motivos de preocupação ao seu torcedor, depois da derrota para o São Paulo por 2 a 0, nesta quinta-feira, a torcida respira aliviada. Isso porque, o Glorioso bateu o Bahia de virada pelo placar de 3 a 2, no estádio Nilton Santos e conseguiu a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Erik, João Paulo e Cícero. Arthur Caíke abriu o marcador a favor do Esquadrão, e Ernando descontou.

Com posse de bola e troca de passes, a equipe agora dirigida por Eduardo Barroca fez um bom jogo, especialmente no primeiro tempo, em que conseguiu ser efetivo e praticamente liquidar a fatura. Na etapa final, os comandados de Roger Machado cresceram, descontaram, mas não alteraram o panorama do confronto.

O resultado deixa as duas equipes com três pontos e bem próximas na tabela de classificação do Brasileirão. O Botafogo é o nono colocado, enquanto o Bahia está em 12º. Antes da bola rolar, o Fogão fez uma homenagem à cantora Beth Carvalho, que faleceu na última terça-feira. Ao contrário do tradicional um minuto de silêncio, a torcida cantou para a ilustre torcedora do clube.

Na próxima rodada, o time de General Severiano vai receber o Fortaleza, às 16h00 (horário de Brasília), no domingo. No mesmo dia, mas às 19h00 (de Brasília), o Tricolor pega o Avaí, na Fonte Nova, em Salvador.

Buscando pressionar desde o primeiro minuto, o Botafogo quase abriu o placar com Cícero, em finalização de fora da área, mas mandou à esquerda de Douglas. Contudo, no primeiro ataque perigoso do Bahia, o time saiu na frente. Em boa troca de passes, Moisés cruzou rasteiro para Arthur Caíke escorar para a rede.

O Glorioso tinha um alto percentual de posse de bola, mas faltava a efetividade. Aos 24, depois de rebatida da zaga, a bola sobrou para Rodrigo Pimpão. O atacante arriscou chute de primeira, com força, porém, Douglas fez ótima defesa. A pressão dos mandantes seguia. Diego Souza driblou bem pela direita e chegou na linha de fundo. O camisa 7 bateu cruzado, Douglas espalmou, e a redonda bateu na zaga, indo para escanteio.

Praticamente na sequência, o Fogão chegou ao empate. Após escanteio cobrado pela direita, Carli tocou de cabeça, Cícero escorou, e Erik acertou um bonito voleio para deixar tudo igual no Rio de Janeiro. Já superior no confronto, o Botafogo conseguiu a virada aos 35 minutos. Gilson foi ao fundo e cruzou. Pimpão furou feio, mas João Paulo entrou na pequena área para cumprimentar para as redes.

O Esquadrão tentava a reação, até criava, mas acabou levando o terceiro já nos acréscimos. Cícero recebeu de Erik, avançou em boa jogada individual e bateu forte para ampliar o marcador. Assim, o primeiro tempo acabou em 3 a 1 a favor do time da casa. Na volta para o segundo tempo, o Botafogo optou por administrar o placar e por pouco não aumentou a conta. Aos 13 minutos, João Paulo conseguiu ótimo passe, mesmo de costas para Diego Souza, que saiu na cara de Douglas. Entretanto, o meia perdeu a chance e não conseguiu a conclusão.

Apesar do placar adverso, o Bahia não desistia, e quase diminuiu. Moisés chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para Gilberto. O centroavante se antecipou, bateu forte, mas parou em Gatito. O Botafogo respondeu com Leonardo Valencia, mas Lucas Fonseca fez belo corte de cabeça em cima da linha. Entretanto, o Esquadrão conseguiu descontar. Aos 37 minutos, Shaylon recebeu da direita, cortou a marcação e cruzou. Gatito até tocou na bola, mas ela sobrou limpa para o zagueiro Ernando só cutucar para as redes. A partir de então, os visitantes pressionaram bastante e perderam boas chances com Gilberto e Rogério.

BOTAFOGO 3 X 2 BAHIA

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 02 de maio de 2019, quinta-feira
Horário: 20h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Anderson José de Moraes Coelho, ambos de São Paulo
VAR: Vinicius Furlan e Bruno Salgado Rizo, ambos de São Paulo
Público: 7.568 pagantes
Renda: R$ 148.599,00
Cartões amarelos: Rodrigo Pimpão e Gatito Fernánez (Botafogo)
Cartão vermelho:
Gols: BOTAFOGO: Erik aos 29, João Paulo aos 35 e Cícero aos 47 minutos do primeiro tempo
BAHIA: Arthur Caíke aos cinco minutos do primeiro tempo e Ernando aos 37 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Gabriel e Gilson; Gustavo Bochecha, Cícero (Luiz Fernando), João Paulo, Rodrigo Pimpão (Leonardo Valencia) e Erik (Alex Santana); Diego Souza.
Técnico: Eduardo Barroca

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore, Elton e Ramires (Rogério); Artur, Arthur Caíke (Shaylon) e Fernandão (Gilberto).
Técnico: Roger Machado


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document