segunda-feira, 25 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo e Vasco empatam por 1 a 1

Botafogo e Vasco empatam por 1 a 1

Matéria publicada em 23 de fevereiro de 2019, 21:55 horas

 


Rio – Embalados, Botafogo e Vasco se enfrentaram no Nilton Santos e as duas equipes acabaram se segurando. Com gols de Pikachu e Marcelo Benevenuto, o empate por 1 a 1 deu o primeiro ponto para cada equipe na Taça Rio.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, sábado (02), às 19h. O Vasco vai receber o Boavista, em São Januário, no mesmo dia, mas às 16h30.

Vasco começa melhor e sai na frente
O Vasco aproveitou o cochilo inicial do Botafogo e logo abriu o placar. Aos seis minutos, Pikachu aparou cruzamento da direita e obrigou Gatito a fazer grande defesa. No rebote, o Raio vascaíno emendou de direita e botou o Vasco na frente, fazendo 1 a 0.
O Vasco não tirou o pé. No minuto seguinte, Rossi deu lindo passe para Maxi Lopez que finalizou forte e Gatito fez grande defesa. O Botafogo respondeu somente aos 25. Erik recebeu na entrada da área e tocou na saída de Fernando Miguel, mas mandou para fora a melhor chance do Glorioso na partida.
O Botafogo equilibrou as ações e não passou mais sustos, mas também não conseguiu dar trabalho para o goleiro Fernando Miguel, indo para o intervalo com o placar de 1 a 0 para o cruzmaltino.
Botafogo melhor, empata e para na trave
O Botafogo voltou melhor para a segunda etapa e passou a comandar as ações. Aos oito minutos, Leo Valencia cobrou escanteio, a zaga do Vasco desviou mal e Marcelo Benevenuto testou no cantinho de Fernando Miguel para empatar o jogo.
O Glorioso seguiu martelando e aos 18, Ferrareis aproveitou espaço na área cruzmaltina e acertou a trave de Fernando Miguel. O Vasco respondeu com Bruno César que, de fora da área, bateu forte e Gatito com a pontinha do dedo, botou para escanteio.
Aos 28, Gustavo Bochecha chutou de longe e Fernando Miguel botou para escanteio. Após a cobrança curta, Marcinho cruzou da direita, Gabriel testou firme e Fernando Miguel, de novo, defendeu com o pé. Na sobra, a defesa botou para escanteio.

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document