>
domingo, 22 de maio de 2022 - 05:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo perde para o Paysandu

Botafogo perde para o Paysandu

Matéria publicada em 23 de agosto de 2015, 17:16 horas

 


Glorioso desperdiça mais uma vez a chance de liderar o Campeonato Brasileiro da Série B

Rio – O torcedor alvinegro encheu o estádio Nilton Santos, mas viu o Botafogo ser derrotado por 3 a 2 para o Paysandu, neste domingo. Com o resultado, os cariocas permaneceram com 36 pontos, na vice-liderança e perderam a chance de reassumir a ponta da Série B do Campeonato Brasileiro. Já os paraenses acabaram com um jejum de vitórias longe de casa e chegaram a 33, próximo do G-4.
Os donos da casa foram superiores durante os 90 minutos, mas pecaram nas finalizações. Ao contrário do Botafogo, o Paysandu foi cirúrgico neste ponto e abriu 2 a 0 com gols de Yago Pikachu e Thiago Martins. Os cariocas chegaram a diminuir com Daniel Carvalho no segundo tempo, mas os paraenses fizeram o terceiro em seguida. Só que os botafoguenses ainda fizeram o segundo gol, mas não tiveram força para chegar ao empate.

Na próxima rodada, o Botafogo terá pela frente o CRB, na sexta-feira, em Maceió. No dia seguinte, o Paysandu vai receber o Bragantino, em Belém.

O jogo

O Botafogo começou bem a partida, com o domínio da posse de bola, mas não conseguia passar pela marcação do Paysandu. Tanto que a primeira boa chance alvinegra aconteceu aos sete minutos, em chute de longe de Carleto que Emerson fez a defesa. Somente aos 13 minutos, os donos da casa criaram uma boa jogada. Após cruzamento pela direita, Luís Henrique cabeceou, mas o goleiro paraense estava atento para fazer nova defesa.

O lance animou o Botafogo, que quase abriu o placar aos 16 minutos. Em contra-ataque, Elvis deu belo passe para Neilton. O atacante entrou na área, mas finalizou para fora. O jogador foi pressionado no momento da finalização pela zaga, que o atrapalhou.

Após a parada técnica por conta do calor, o Paysandu conseguiu criar sua primeira boa jogada e chegou ao gol, aos 26 minutos. Valdívia lançou Yago Pikachu, que finalizou na saída de Jéfferson, por baixo do goleiro.

O revés foi sentido pelos cariocas, que viram o Paysandu chegar ao segundo gol aos 28 minutos. Após bola levantada na área, Thiago Martins dominou e chutou cruzado, sem chance para Jefferson para ampliar a vantagem dos visitantes no estádio Nilton Santos.

O Botafogo teve a chance de diminuir o prejuízo aos 29 minutos. Neilton foi lançado na área, mas finalizou em cima do goleiro Emerson. No rebote, Carleto passou pelo arqueiro, mas chutou por cima do travessão para desespero dos torcedores.

Os donos da casa voltaram a pressionar e tiveram nova oportunidade de marcar aos 32 minutos. Neilton recebeu passe na área e chutou colocado. No entanto, o goleiro Emerson se esticou para fazer grande defesa e salvar os paraenses.

Depois disso, o Paysandu recuou e passou a marcar melhor o Botafogo. Com isso, os alvinegros voltaram a ter dificuldade na criação de boas jogadas. Somente nos acréscimos, os donos da casa tiveram chance de marcar. O goleiro Emerson saiu mal do gol e deixou a bola com Daniel Carvalho. O meia passou por uma marcador, mas chutou em cima do arqueiro. Antes do intervalo, os cariocas ainda assustaram em chute de longe de Diego Giaretta que passou próximo da trave. Assim, os paraenses foram para o intervalo com boa vantagem.

No segundo tempo, o Botafogo manteve o domínio da partida, mas seguiu com problemas para chegar próximo ao gol do Paysandu. Nos primeiros minutos, os donos da casa só conseguiram finalizar em chutes de longa distância. Quando conseguiu criar uma boa jogada, o Botafogo chegou ao gol, aos 19 minutos. Após boa troca de passes, Luís Ricardo cruzou, Luís Henrique ajeitou para Daniel Carvalho chutar para a rede.

Só não deu tempo da torcida comemorar muito. No minuto seguinte, o Paysandu aproveitou espaço dado pela defesa alvinegra para marcar o terceiro. O volante Jhonnatan foi lançado, entrou na área e chutou cruzado, sem chance para Jéfferson.

O Botafogo demorou um tempo para se recuperar do revés e só voltou a criar perigo aos 31 minutos. Primeiro, Elvis aproveitou cruzamento para cabecear, mas viu Emerson se esticar para fazer grande defesa. Em seguida, após escanteio, a bola chegou em Neilton, que finalizou na rede pelo lado de fora. De tanto insistir, os botafoguenses chegaram ao segundo gol ais 36 minutos. Após cobrança de escanteio, William Arão desviou e Sassá, de peixinho, colocou para a rede para dar emoção no final do jogo.

Nos minutos finais, o Botafogo foi para cima em busca do empate e chegou a ter um pênalti apitado pelo árbitro. No entanto, o lance foi anulado por impedimento no lance. No restante do tempo, o Paysandu conseguiu impedir o perigo e ainda prendeu a bola em alguns momentos no campo de ataque. Assim, os paraenses seguraram o resultado até o apito final.
BOTAFOGO 2 X 3 PAYSANDU

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Márcio Soares Maciel (GO)
Renda: R$ 610.035,00
Público: 21.605 pagantes
Cartões amarelos: Serginho (Botafogo); Thiago Martins, Ricardo Capanema e Jhonnatan (Paysandu)
GOLS: BOTAFOGO: Daniel Carvalho, aos 19min do segundo tempo; Sassá, aos 36min do segundo tempo
PAYSANDU: Yago Pikachu, aos 26min do primeiro tempo; Thiago Martins, aos 28min do primeiro tempo; Jhonnatan, aos 20min do segundo tempo
BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Serginho (Camacho), Willian Arão, Daniel Carvalho e Elvis (Diego Jardel); Neilton (Sassá) e Luis Henrique
Técnico: Ricardo Gomes
PAYSANDU: Emerson, Yago Pikachu (Augusto Recife), Thiago Martins, Pablo e João Lucas; Fahel (Dão), Ricardo Capanema, Jhonnatan e Valdivia (Carlinhos); Aylon e Leandro Cearense
Técnico: Dado Cavalcante


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document