segunda-feira, 25 de outubro de 2021 - 06:31 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo reage e empata com o Flamengo

Botafogo reage e empata com o Flamengo

Matéria publicada em 16 de julho de 2016, 17:57 horas

 


Rio – Na estreia da Arena Botafogo, na Ilha do Governador, a equipe alvinegra empatou com o Flamengo por 3 a 3, após estar perdendo por 3 a 1 na metade do segundo tempo. O movimentado clássico carioca foi disputado na tarde deste sábado e o resultado fez a equipe da Gávea chegar aos 24 pontos ganhos e ocupar a quarta colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.
O Botafogo segue com 17 pontos na 14ª posição, mas pode voltar à zona do rebaixamento no final da rodada, caso os concorrentes diretos vençam as suas partidas. Everton, Jorge e Paolo Guerrero marcaram para o Flamengo, enquanto Diogo Barbosa, Neilton e Salgueiro  anotaram para o Botafogo.

Diante do técnico Tite, da Seleção Brasileira, o  Flamengo saiu na frente e conseguiu estabelecer uma vantagem de dois gols, mesmo sem realizar uma grande atuação. As modificações do técnico Ricardo Gomes deram resultado e o Botafogo acabou alcançando um resultado heróico para delírio da sua torcida.
Na próxima rodada, o Botafogo visitará a Chapecoense, na Arena Condá. O Flamengo receberá o América-MG, no Raulino de Oliveira.
O jogo –  Mesmo fora de casa, o Flamengo começou a partida no ataque. E, antes do primeiro minuto, criou a primeira situação de perigo. Everton avançou pela esquerda e cruzou. A bola acabou sobrando para Guerrero que finalizou errado. Logo depois, Juan fez lançamento para Marcelo Cirino, mas o goleiro Sidão saiu antes e fez a defesa. O Botafogo tentou se organizar, mas o time rubro-negro continuou mais agressivo. O volante Willian Arão era vaiado pela torcida botafoguense cada vez que tocava na bola. O jogador teve uma saída polêmica da equipe de General Severiano. O primeiro chute a gol do Botafogo aconteceu aos oito minutos, mas o goleiro Alex Muralha não teve trabalho para defender o chute de Aírton. O lance fez o time dirigido por Ricardo Gomes despertar e passar a determinar o ritmo da partida.

Aos 13 minutos, Camilo bateu escanteio e Rodrigo Lindoso completou de cabeça, mas a bola bateu na trave, quando Alex Muralha já estava sem ação. Logo depois, Sassá caiu na área e a torcida pediu pênalti, mas o árbitro nada viu de irregular no lance. Depois de um começo animador, o Flamengo acabou se perdendo em campo. Sem receber a bola, o atacante Guerrero se preocupava mais com a marcação e cometia muitas faltas. Mesmo sem jogar bem, o Flamengo saiu na frente aos 23 minutos. Mancuello cruzou na área, Guerrero não conseguiu completar e Everton aproveitou a sobra para bater forte e colocar a bola nas redes.
O Botafogo não se abalou e marcou o gol do empate aos 33 minutos. Aírton deu um chapéu em Willian Arão e levantou para Rodrigo Pimpão. A defesa cortou mal e Diogo Barbosa emendou,de primeira, para marcar um golaço. Depois do gol, um torcedor alvinegro atirou um tênis no gramado,foi identificado e retirado da arquibancada por funcionários do Botafogo.
Depois de conseguir a igualdade, o time dirigido por Ricardo Gomes seguiu com o controle das ações.

O Flamengo errava muitos passes e não conseguia fazer a bola chegar a Paolo Guerrero. No último lance importante do primeiro tempo, Rodrigo Pimpão recebeu de Camilo e chutou. A bola desviou em Juan e quase enganou o goleiro Alex Muralha. Os dois times voltaram para o segundo tempo sem alterações. E o Flamengo começou com mais agressividade, embora sem conseguir penetrar na defesa alvinegra. A primeira conclusão foi do Botafogo aos nove minutos, mas o chute de Rodrigo Lindoso não levou perigo.

Aos 11 minutos, o Flamengo marcou o segundo gol. A defesa alvinegra saiu jogando errado e Everton tocou para Jorge bater forte e desempatar. Logo depois de alcançar a vantagem, o técnico Zé Ricardo trocou o atacante Marcelo Cirino pelo volante Canteros, reforçando a marcação e adiantando Everton. Depois de trocar o cansado Pimpão por Neilton, o técnico Ricardo Gomes decidiu promover a estreia do atacante Canales. O chileno entrou na vaga de Sassá.
Aos 20 minutos, Mancuello fez boa jogada e levantou na cabeça de Guerrero que, inteiramente livre, desperdiçou a oportunidade. Dois minutos depois, o atacante peruano marcou o terceiro gol do Flamengo. Everton roubou a bola e lançou Guerrero que tocou na saída de Sidão para colocar a bola nas redes. O Botafogo teve a chance de reduzir a vantagem aos 25, mas Bruno Silva chutou em cima de Muralha, depois de receber bom passe de Camilo. Sem outra alternativa, o time comandado por Ricardo Gomes seguiu pressionando e conseguiu marcar o segundo gol aos 34 minutos. Neilson recebeu cruzamento de Luis Ricardo e desviou para o gol.

Empolgado, o Botafogo continuou no ataque e marcou o terceiro gol aos 37 minutos. Camilo investiu pela esquerda e tocou para Salgueiro que girou e mandou um belo chute para empatar o jogo. Foi o primeiro gol de Salgueiro com a camisa alvinegra. Nos minutos finais, o Botafogo partiu com tudo para buscar o quarto gol, mas a defesa do Flamengo soube se defender e garantir, pelo menos, o empate.
BOTAFOGO 3 X 3 FLAMENGO
Local: Arena Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de julho de 2016, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Cartão Amarelo: Aírton, Emerson Santos(Bota); Everton, Jorge, Fernandinho, Paolo Guerrero(Fla)
Gols:
BOTAFOGO: Diogo Barbosa, aos 33 minutos do primeiro tempo; Neilton, aos 34 minutos e Salgueiro aos 37 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Everton, aos 23 minutos do primeiro tempo;Jorge, aos 11 minutos e Guerrero, aos 22 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Emerson Santos, Renan Fonseca e Diogo Barbosa; Aírton, Bruno Silva(Salgueiro), Rodrigo Lindoso e Camilo; Rodrigo Pimpão(Neilton) e Sassá(Canales)
Técnico: Ricardo Gomes
FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello(Fernandinho) e Everton(Cuéllar); Marcelo Cirino(Canteros) e Paolo Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document