quinta-feira, 6 de maio de 2021 - 22:41 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo trabalha pelo fim das oscilações durante as partidas

Botafogo trabalha pelo fim das oscilações durante as partidas

Matéria publicada em 16 de março de 2015, 19:40 horas

 


Rio  –

O Botafogo vem conseguindo recuperar aos poucos a confiança dos seus torcedores, ainda abalados com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro e com o péssimo ano de 2014. Os resultados dentro de campo estão aparecendo e o time é o segundo colocado no Campeonato Carioca com 25 pontos, um atrás que o líder Vasco.
A classificação para as semifinais parece ser uma questão de tempo. Mesmo assim, os jogadores não estão totalmente satisfeitos com o que tem acontecido dentro de campo.
Isso porque o time tem pecado no quesito regularidade. Dentro de campo, ao longo de noventa minutos, o Botafogo se comporta de maneira bem diferente. Na maioria das vezes, o time que jogou o primeiro tempo parece ser outro completamente diferente na volta do intervalo. Isso quando as variações não ocorrem dentro do mesmo tempo de jogo.
Na vitória de 3 a 0 sobre o Resende, no domingo, o Botafogo se comportou bem no início da partida. Porém, se perdeu no meio do primeiro tempo e o caos se instalou até a volta do intervalo. No segundo tempo o comportamento foi positivo durante quase todos os 45 minutos, salvo quando o time fez 2 a 0 e chegou a dar uma caída de momento, logo reagindo.
O fato, porém, incomoda demais os jogadores, principalmente os mais experientes.
– Sabemos que precisamos evoluir e estamos trabalhando muito neste sentido. Logicamente que é fundamental termos uma regularidade ao longo dos noventa minutos e o nosso foco é sempre para que isso aconteça. Contra o Resende deixamos a desejar em alguns momentos e isso poderia ter nos complicado. Mas já fomos bem melhores do que na vitória sobre o Tigres – disse o meia Diego Jardel.
O goleiro Jéfferson tem chamado muito a atenção para o tema.
– O Botafogo vem oscilando de uma maneira muito grande e isso não pode acontecer. Contra o Resende isso ficou ainda mais nítido. Ainda bem que a bola entrou no segundo tempo, mas corremos muitos riscos. Não podemos chegar assim nas semifinais e até na decisão. O René Simões vem cobrando muito neste sentido e precisamos evoluir, mesmo reconhecendo que os bons resultados estão aparecendo – disse Jéfferson.
O elenco ganhou folga nesta segunda-feira e nesta terça-feira à tarde acontece a reapresentação já de olho no confronto com a Cabofriense, previsto para o próximo domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ), pela 11ª rodada do Campeonato Estadual. René Simões vai saber das situações do zagueiro Roger Carvalho, que se recupera de lesão na panturrilha direita, e do volante Marcelo Mattos e do atacante Bill, ambos com desconforto muscular na coxa direita. É certo que o meia Fernandes, que cumpriu suspensão diante do Resende, volta a ficar à disposição, mas, a princípio, ele segue na condição de reserva. A definição da formação que vai a campo acontecerá apenas nos últimos treinos da semana.
Fora de campo a diretoria intensificou as negociações para a renovação de contrato do atacante Jobson e se aproximou de um desfecho favorável, que deverá acontecer nos próximos dias.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document