sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo tropeça no Nova Iguaçu

Botafogo tropeça no Nova Iguaçu

Matéria publicada em 28 de janeiro de 2017, 19:42 horas

 


Rio – O Botafogo segue sem vencer no Campeonato Carioca. Depois de ser derrotado pelo Madureira em jogo antecipado, o Alvinegro não passou de um empate por 1 a 1 com o Nova Iguaçu, em partida disputada na tarde deste sábado, no estádio Nilton Santos. Com o resultado, o Botafogo conquistou seu primeiro ponto no Grupo B, o mesmo acontecendo com o Nova Iguaçu que fez sua estreia na competição.

O Botafogo poupou a maior dos titulares, não conseguiu produzir uma boa atuação e saiu vaiado pela torcida. Saiu na frente com um gol do zagueiro Marcelo, mas sofreu o empate no segundo tempo, quando Murilo Henrique, em posição de impedimento, anotou para a equipe da Baixada Fluminense.
Na próxima rodada do Campeonato Carioca, o Botafogo vai enfrentar o Macaé, no Engenhão. O Nova Iguaçu vai encarar o Flamengo em Moça Bonita.
O jogo – Sob um sol muito forte, os dois times começaram a partida com um ritmo forte. Mesmo atuando sem a maioria dos titulares, o Botafogo se mostrava mais agressivo, com o meia Camilo atuando mais adiantado. O Nova Iguaçu mostrava um forte esquema defensivo para impedir que o adversário encontrasse facilidade de penetrar na sua área.

Mesmo com o domínio do jogo, o time de General Severiano encontrava dificuldade para criar situações de gols. Camilo e Leandrinho se movimentavam pelos lados do campo, mas a defesa da equipe da Baixada impedia conclusões. Aos seis minutos, o Botafogo chutou com perigo, pela primeira vez. Pachu recebeu no bico esquerdo da grande área e bateu cruzado. A bola desviou na zaga e saiu para escanteio.
Um minuto depois, o Botafogo marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, Marcelo cabeceou sem chances para o goleiro Jefferson. O Nova Iguaçu só chegou na área alvinegra aos 11 minutos, quando Marcelo cometeu falta na entrada da área. Paulo Henrique bateu, mas a bola desviou na barreira e foi afastada pela zaga.

Depois de sair em vantagem, o time dirigido por Jair Ventura reduziu seu ímpeto ofensivo, passando a administrar, mas mantendo a posse de bola, enquanto a equipe da Baixada Fluminense mostrava grande dificuldade de chegar na área do adversário. Só aos 19 minutos é que o Nova Iguaçu chutou com direção certa, mas Gatito Fernandez fez uma defesa segura no chute de Iuri Pimentel.
Aos 24 minutos, Sassá foi lançado na corrida, ganhou de Raphael Azevedo e bateu por cima do travessão, desperdiçando uma boa chance de ampliar o marcador. Camilo sumiu do jogo e o Botafogo caiu de produção. O Nova Iguaçu apareceu com perigo aos 28 minutos quando Yan fez boa jogada pela direita e cruzou fechado, mas Adriano não conseguiu a conclusão. Aos 33 minutos, após cobrança de escanteio, a defesa alvinegra não conseguiu afastar o perigo e o zagueiro Murilo completou, mas a bola encobriu o travessão.

O time da casa só reapareceu no ataque aos 37 minutos, quando Gilson bateu falta e Sassá cabeceou para a defesa de Jefferson. O Botafogo voltou para o segundo tempo com o atacante camaronês Joel, recentemente contratado, na vaga de Pachu. Aos três minutos, após boa investida pela direita, Marcinho cruzou, mas Sassá cabeceou mal. A resposta do Nova Iguaçu foi imediata. Adriano recebeu na entrada da área e bateu forte, mas a bola desviou na zaga e saiu para escanteio, com grande perigo.
O time da Baixada voltou mais ligado no jogo. Aos sete minutos, Marlon arrancou pela direita, se livrou de dois marcadores e cruzou para Adriano, na pequena área, mas o chute do atacante saiu longe do gol. O Nova Iguaçu chegou ao empate aos 11 minutos. Após cobrança de falta, o zagueiro Murilo Henrique, em posição de impedimento, subiu mais do que a zaga alvinegra e testou para as redes de Gatito Fernandes.
Depois de sofrer o empate, o Botafogo tentou se adiantar em campo, mas encontrava dificuldade para chegar na área adversário em condições de concluir as jogadas.

Só aos 17 minutos é que o time alvinegro chegou na área do Nova Iguaçu. Camilo bateu falta e Jefferson defendeu com segurança. O Botafogo errava muitos passes e irritava a torcida. Para tentar dar mais agressividade ao ataque, Jair Ventura decidiu colocar o estreante Guilherme na vaga do inexpressivo Leandrinho.
A produção da equipe não melhorou e aumentou a revolta da torcida com a fraca atuação da equipe botafoguense. Só aos 32 minutos é que o time acordou. Camilo fez boa jogada, tabelou com Gilson, e concluiu, mas o zagueiro Murilo Henrique abafou o chute e desviou para escanteio.
Roger entrou no lugar de Sassá que saiu muito vaiado. Aos 41 minutos, Gatito Fernandez fez grande defesa e espalmou para escanteio, uma cobrança de falta executada por Paulo Henrique. Nos minutos finais, o Botafogo tentou uma pressão e Roger  desperdiçou a última chance, chutando em cima do goleiro Jefferson.
FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 NOVA IGUAÇU
Local: estádio Nilton Santos
Data: 28/01/2017
Horário: 17h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Eduardo Couto e Diogo Carvalho
Cartão Amarelo: Pachu, Marcelo, Camilo(Bota); Iuri Pimentel(Nova)
Gols:
BOTAFOGO: Marcelo, aos sete minutos do primeiro tempo
NOVA IGUAÇU: Murilo Henrique, aos 11 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Dudu Cearense, Leandrinho(Guilherme) e Camilo; Pachu(Joel) e Sassá(Roger)
Técnico: Jair Ventura Filho
NOVA IGUAÇU: Jefferson; Yan, Raphael Azevedo, Murilo e Lucas; Iuri Pimentel, Paulo Henrique, Wescley, Renan Silva(Caio César) e Marlon(Alex Souza); Adriano(Ricardinho)
Técnico: Edson Souza.

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Foguinho = Timeco …..

Untitled Document