;
quinta-feira, 26 de novembro de 2020 - 20:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo vence Flamengo no clássico dos 450 anos

Botafogo vence Flamengo no clássico dos 450 anos

Matéria publicada em 1 de março de 2015, 19:27 horas

 


No primeiro clássico do ano: Botafogo conta um pouquinho com a sorte e leva a melhor sobre o Flamengo (Foto: Flickr/Botafogo Oficial)

No primeiro clássico do ano: Botafogo conta um pouquinho com a sorte e leva a melhor sobre o Flamengo (Foto: Flickr/Botafogo Oficial)

Rio

 

Com um gol marcado por Tomas, aos 37 minutos do segundo tempo, o Botafogo derrotou o Flamengo por 1 a 0. No clássico disputado na tarde deste domingo, no Maracanã e que foi incluído nas festividades pelos 450 anos de fundação da cidade do Rio de Janeiro. O resultado fez a equipe alvinegra reassumir a liderança do Campeonato Carioca com 19 pontos ganhos. O Flamengo caiu para a quarta posição, com 14 pontos ganhos.

O jogo foi disputado com muita intensidade pelas duas equipes. O Flamengo foi bem melhor no primeiro tempo, mas esbarrou na grande atuação do goleiro Jefferson. Já o Rubro-negro da Gávea caiu de produção após as substituições efetuadas por Vanderlei Luxemburgo e acabou superado pelo tradicional adversário. O jogo que marcou a despedida oficial do lateral-direito Léo Moura representou a primeira derrota da equipe da Gávea na atual temporada.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrentará o Fluminense, no Maracanã. O Flamengo vai receber o Friburguense, em local a ser definido.

 

Primeiro tempo

 

O Flamengo começou a partida com maior disposição ofensiva. Marcelo Cirino caía sempre pela direita para tabelar com Léo Moura e criava situações de perigo. Aos três minutos, Renan Fonseca falhou e Cirino investiu pela direita, mas o cruzamento saiu forte demais e não foi alcançado por Alecsandro.

O Botafogo não conseguia trocar três passes no campo ofensivo e seus zagueiros eram obrigados a recorrer a lançamentos, facilmente bloqueados pela zaga rubro-negra.

Só aos dez minutos é que o Botafogo chegou na área rubro-negra em cobrança de falta executada por Carleto e facilmente defendida por Paulo Victor. No minuto seguinte, Canteros fez ótimo lançamento para Marcelo Cirino, mas o atacante falhou ao tentar dominar, na grande área.

Aos 13 minutos, após cobrança de falta, Jefferson saiu com precisão para tirar a bola da cabeça de Alecsandro. A sobra ficou com Gabriel que bateu de primeira, mas a bola saiu.

Aos 15 minutos, o zagueiro Samir sentiu uma lesão na coxa direita ao saltar para disputar a bola com Bill e precisou ser substituído. Saiu chorando e Bressan entrou em seu lugar.

O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo continuava melhor, marcando a saída de bola do adversário, e o goleiro Jefferson teve que sair, outra vez, na cabeça de Alecsandro para evitar que o atacante rubro-negro chegasse na bola.

O Flamengo seguia explorando as extremas com Marcelo Cirino e Gabriel que impediam os avanços dos laterais alvinegros.

Depois da parada técnica, o Botafogo chegou ao ataque com um chute longo de Tomas que não levou perigo para Paulo Victor.

O Flamengo voltou a ameaçar aos 27 minutos quando Cirino lançou Alecsandro que teve o chute desviado por Roger Carvalho.

O técnico Renê Simões decidiu alterar a equipe e trocou o meia Diego Jardel, desaparecido no jogo, pelo atacante Sassá. E a produção melhorou. Aos 33 minutos, depois de boa troca de passes no campo ofensivo, Willian Arão bateu de fora e Paulo Victor defendeu com segurança. Logo depois, o mesmo Arão recebeu uma bola perdida na entrada da área rubro-negra e chutou, de primeira, mas a bola subiu demais.

A resposta do Flamengo veio com Marcelo Cirino que se aproveitou da indecisão da defesa botafoguense para concluir, mas a bola saiu fraca e Jefferson fez a defesa.

Aos 42 minutos, Carleto bateu falta e Paulo Victor defendeu sem problemas.

 

Segundo tempo

 

O Flamengo voltou para o segundo tempo com o meia Arthur Maia no lugar do atacante Gabriel. E aos três minutos, Arthur Maia fez ótimo cruzamento para a entrada de Márcio Araújo, mas Jefferson saiu na cabeça do rubro-negro e evitou a conclusão.

A resposta do alvinegro veio com Jobson que invadiu pela direita e chutou cruzado para boa defesa de Paulo Victor.

E o Botafogo criou sua primeira grande chance aos nove minutos quando Tomas entrou pelo meio e tocou no canto. Paulo Victor conseguiu salvar parcialmente e Léo Moura salvou, mandando para escanteio.

As substituições diminuíram o ritmo do Flamengo e fizeram o Botafogo equilibrar a partida. Aos 19 minutos, Gilberto foi lançado na área, a zaga do Flamengo falhou e o lateral bateu cruzado, para fora, desperdiçando uma grande oportunidade.

O jogo esquentou quando Gilberto acertou Arthur Maia e os jogadores das duas equipes se desentenderam. Bressan chegou a cair no chão, mas os ânimos acabaram serenados.

Aos 26 minutos, Diego Giaretta tentou o recuo de cabeça e quase coloca no ângulo direito, mas Jefferson, de forma magnífica, evitou o gol contra, espalmando para escanteio.

O Flamengo voltou a dominar e o Botafogo apenas tentava bloquear as investidas do adversário.

O Botafogo voltou a incomodar aos 36 minutos quando Carleto bateu falta e a bola se chocou com o travessão.

E o time alvinegro marcou o primeiro gol aos 37 minutos. Tomas chutou forte, a bola tocou na trave direita, bateu em Paulo Victor, parado no centro, e entrou.

Desesperado, o Flamengo partiu com tudo para buscar o gol dos empate, mas o Botafogo ainda teve a chance de marcar o segundo, quando Gegê cobrou falta no travessão.

 

Ficha técnica

Botafogo 1 x 0 Flamengo

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 1 de março de 2015 (Domingo)

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)

Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Rodrigo Henrique Corrêa (RJ)

Público: 44.329 pagantes

Cartão Amarelo: Roger Carvalho, Gilberto(Bota); Bressan, Wallace(Fla)

Gol: Botafogo: Tomas,aos 37 minutos do segundo tempo

 

Botafogo: Jéfferson; Gilberto, Roger Carvalho(Diego Giaretta), Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Tomas e Diego Jardel(Sassá); Jobson(Gegê) e Bill

Técnico: René Simões

 

Flamengo: Paulo Victor, Léo Moura, Wallace, Samir(Bressan) e Pará; Jonas, Márcio Araújo e Canteros; Gabriel(Arthur Maia) ; Marcelo Cirino e Alecsandro(Eduardo da Silva)

Técnico: Vanderlei Luxemburgo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document