quarta-feira, 8 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Botafogo vira sobre Boavista e se despede com vitória

Botafogo vira sobre Boavista e se despede com vitória

Matéria publicada em 19 de fevereiro de 2017, 19:38 horas

 


Destaque: Fernandes marcou duas vezes e garantiu a virada do Botafogo em Saquarema (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Destaque: Fernandes marcou duas vezes e garantiu a virada do Botafogo em Saquarema (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Saquarema – O Botafogo foi a Saquarema na tarde deste domingo (19) para encarar o Boavista, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Carioca. Já fora da disputa pela vaga nas semifinais, e de olho no duelo da próxima quarta-feira pela Libertadores, o Alvinegro atuou com sua equipe reserva. Após levar dois gols, os comandados de Jair Ventura acordaram e conseguiram a virada, fechando o placar em 3 a 2. Pedro Botelho e Marcelo Nicácio colocaram o Boavista em vantagem, mas Fernandes, duas vezes, e Leandrinho, deram a vitória aos cariocas.

Com o resultado, o Botafogo fechou o primeiro turno em 3º lugar no Grupo B, com sete pontos em cinco jogos. Já o Boavista, treinado por Joel Santana, ficou em 5º lugar com somente quatro pontos.

Primeiro tempo

Botafogo e Boavista fizeram um primeiro tempo muito ruim em Saquarema, com muitos erros de passes. Fora das semifinais da Taça Guanabara e de olho na partida da próxima quarta-feira, Jair Ventura escalou um time de reservas neste domingo, mas os suplentes não mostraram grande motivação, e permitiram que o time da casa saísse na frente.

Aos 27, Maicon recebe na direita e avança em direção a área. O lateral driblou Igor Botelho, e cruzou rasteiro em diagonal. A bola cruzou a área e Pedro Botelho empurrou para o gol vazio.

Quatro minutos depois, escanteio para o Boavista pela direita e a bola é levantada na área. Bate rebate de cabeça, e a bola sobrou para Marcelo Nicácio, na linha da pequena área, completar de voleio para o fundo da rede. Boavista 2 a 0.

O Bota acordou depois dos gols e diminuiu aos 39 numa bela jogada. Fernandes penetrou e recebeu por cobertura na área pela esquerda, cortou para dentro e chutou no cantinho direito de Felipe, que não conseguiu chegar para fazer a defesa.

Antes do fim da etapa inicial, quase o empate em cobrança de falta de Dudu Cearense, mas a bola passou rente ao travessão.

Segundo tempo

A bronca de Jair Ventura deve ter sido dura no intervalo, porque o Alvinegro voltou para o segundo tempo a todo vapor. Ao contrário do vinha apresentando até então, a equipe Alvinegra estava ligadíssima e chegou ao empate com 3 minutos de bola rolando.

Leandrinho trabalhou na intermediária e lançou Vinícius Tanque na esquerda da área, ele tocou de calcanhar para trás e Rodrigo Lindoso abriu para a entrada de Fernandes do outro lado. O volante não perdoou e fuzilou a rede.

O Boavista parou em campo e o jogo se tornou um ataque contra defesa. Aos 18, veio o gol da virada. Fernandes levantou da direita, a zaga rebateu de cabeça e a bola sobrou nos pés de Leandrinho. O meia tocou a bola desviou na perna do marcador e enganou o goleiro Felipe. Bota 3 a 2.

Sem poder de reação, o Boavista continuou assistindo o Botafogo jogar e quase ampliar aos 44. Dudu Cearense enfiou para Sassá avançar livre pela direita. O atacante entrou na área mas chutou em cima do goleiro e perdeu grande chance.

FICHA TÉCNICA
BOAVISTA 2 X 3 BOTAFOGO

Local: Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ)
Data: 19 de fevereiro de 2017 (Domingo)
Horário: 17h
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro (RJ) e Flávio Manoel da Silva (RJ)
Cartão Amarelo: Fernandes (Bota)
Gols:
BOAVISTA: Pedro Botelho, aos 27, Marcelo Nicácio, aos 31 min do 1º tempo
BOTAFOGO: Fernandes, aos 39 min do 1º tempo

BOAVISTA: Felipe, Thiaguinho, Antônio Carlos, Gustavo e Maicon (Lucas Perdomo); Lucas Rocha, William Maranhão (Fellype Gabriel), Erick Flores e Pedro Botelho; Mosquito e Marcelo Nicácio (Tiago Amaral)
Técnico: Joel Santana

BOTAFOGO: Helton Leite, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Fernandes (Pachu), Rodrigo Lindoso, Dudu Cearense e Leandrinho (Yuri); Vinícius Tanque (Sassá) e Joel
Técnico: Jair Ventura


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document