sexta-feira, 15 de outubro de 2021 - 21:34 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Brasil aproveita amistoso contra El Salvador para testar novatos

Brasil aproveita amistoso contra El Salvador para testar novatos

Matéria publicada em 10 de setembro de 2018, 19:09 horas

 


Brasil tem pela frente adversário considerado fraco e deve testar algumas peças


Washington, EUA – 
Após vencer os Estados Unidos, a Seleção Brasileira volta a campo nesta terça-feira e terá pela frente El Salvador, em Washington, a partir das 21h30 (horário de Brasília). A grande expectativa para o amistoso é o fato do técnico Tite ter adiantado que vai fazer algumas mudanças na equipe titular para proporcionar uma oportunidade a atletas com pouco ou nenhum tempo de Seleção.

Alex Sandro, Militão, Arthur, Andreas Pereira, Everton e Richarlison são os favoritos para começar jogando. O lateral esquerdo da Juventus, por conta das circunstâncias, minimizou até mesmo a pouca tradição do adversário no futebol mundial.

“Quem tem a chance, independentemente do adversário, quer mostrar seu trabalho, porque está aqui. Estar na Seleção é uma chance única. Queremos sempre jogar em alto nível, não importa o adversário. A gente vem aqui pensando no nosso trabalho”, falou Alex Sandro, antes de usar um exemplo de vexame que a Seleção já passou justamente por não encarar uma partida com a atenção que deveria.

“Pode ser o jogo da vida deles. Temos que encarar da mesma forma. A Seleção já perdeu para Honduras, por exemplo”.
Adversário do Brasil, El Salvador ocupa somente a 72ª colocação no ranking da Fifa. A equipe sofreu no fim de semana para vencer a modesta seleção de Monserrat, pelas Eliminatórias da Liga das Nações da Concacaf.

O principal jogador da equipe é o atacante Denis Pineda, que atua no Santa Clara, de Portugal.

Chegando

Éder Militão tem apenas 20 anos, subiu para o profissional do São Paulo ano passado e, em pouco tempo, se destacou tanto que virou titular no Tricolor Paulista, foi vendido ao Porto e já está na Seleção Brasileira. Com a vida cada vez mais pública e monitorada de um jogador de futebol, saber lidar com as câmeras e com os microfones faz parte do trabalho. Mas, para o polivalente defensor, as coisas não são tão simples assim.

“Eu sou tímido, não gosto muito de falar. Dificilmente você vai me ver na frente de câmeras. Meu negócio é mais jogar mesmo. Prefiro mil vezes jogar do que dar entrevista”, avisou, quase que obrigado a se manter na cadeira até o fim do evento.

Essa dificuldade em dar entrevista não é de hoje. No São Paulo, em sua meteórica ascensão, Militão também não concedia entrevistas. Qualquer jornalista que fizesse a solicitação à assessoria de imprensa tricolor acabava recebendo sempre a mesma resposta: “Militão não fala”.

Então, por que Militão aceitou ir à coletiva de imprensa dessa vez? A reposta talvez seja simples. A Seleção Brasileira vai encarar El Salvador, em amistoso marcado para às 21h30 (de Brasília) dessa terça-feira. E o ex-jogador do São Paulo, justamente por ter sido escolhido para dar entrevista, deve ser um dos que ganhará oportunidade com Tite.

“Tem que estar sempre preparado. A gente estava ansioso pela convocação. Eu, que não tinha ido, continuei trabalhando, até que a oportunidade veio. Agora é estar preparado para jogar”, disse, lembrando que acabou chamado apenas por causa do corte de Fagner. Na sexta, contra os Estados Unidos, Militão já curtiu seu primeiro abanco de reservas com a Seleção.

“O clima estava bom, estava gostoso ali do lado de fora, primeira sensação, fico muito contente de ter essa oportunidade que o Tite está me dando, mas fiquei ansioso, muito, para entrar”, admitiu, antes de aproveitar uma longa resposta de Alex Sandro, ao seu lado, para outro questionamento. “Concordo totalmente com ele”, encerrou, levando todos à gargalhada.

Brasil tem pela frente adversário considerado fraco e deve testar algumas peças

BRASIL X EL SALVADOR

Local: Fedex Field, em Washington (EUA)
Horário: 21h30 horas (de Brasília)
Árbitro: não divulgado
INTERNACIONAL: Alisson, Militão, Felipe, Dedé e Alex Sandro; Casemiro, Arthur, Everton e Andreas Pereira; Neymar e Richarlison
Técnico: Tite
EL SALVADOR: Henry Hernández, Roberto Dominguez, Alexandre Mendoza, Juan Barahona e Bryan Tamacas; Gilberto Baires, Oscar Cerén, Fabrício Alfaro e Diego Coca; Denis Pineda e David Díaz
Técnico: Carlos de los Cobos


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. DV, é Brasil e El Salvador? Na escalação está Internacional e El Salvador.

  2. Eu que não perco meu precioso tempo em ver estes jogos de seleção composto de jogadores mercenários

  3. Muito bom seu artigo, parabéns pelo conteúdo

Untitled Document