>
domingo, 3 de julho de 2022 - 23:08 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Brasil chega a 114 medalhas nos Jogos Sul-americanos da Juventude

Brasil chega a 114 medalhas nos Jogos Sul-americanos da Juventude

Matéria publicada em 7 de maio de 2022, 10:16 horas

 


País conquistou 10 pódios em três modalidades e segue na liderança da competição

O Atletismo conquistou seis medalhas de ouro, além de duas de prata e uma de bronze e ajudou o Brasil a se manter isolado na liderança – Foto: Beto Noval/COB.

Rosário- A sexta-feira, dia 6, foi dourada para o atletismo brasileiro nos Jogos Sul-americanos da Juventude Rosário 2022, na Argentina. A modalidade conquistou seis medalhas de ouro, além de duas de prata e uma de bronze e ajudou o Time Brasil a se manter isolado na liderança da competição continental. O país ainda somou mais uma prata, com Giovana Tavares, no levantamento de pesos, e um bronze, com Maria Vitória Paro, na esgrima, e chegou a 113 no quadro geral, com 54 ouros, 32 pratas e 28 bronzes.

Um dos principais destaques no atletismo foi a dobradinha de Pamela Santana e Natália Campanha, ouro e prata, respectivamente, nos 100m com barreiras.  Quem também brilhou foi a catarinense Camila Flach, que teve de se desdobrar em duas provas e, mesmo assim, conquistou duas medalhas de ouro e em ambas com recorde pessoal. Ela venceu o lançamento do disco, com 44,12 m, e o arremesso do peso, com 14,53 m. Nos 110 m com barreiras, Paulo Henrique Ferreira Romualdo da Silva deu um exemplo de superação para conquistar o ouro. Afinal, na quinta-feira (5/5), ele não conseguiu completar a prova dos 100 m rasos por causa de uma lesão.

No levantamento de pesos, logo em sua primeira competição na modalidade, Giovanna Tavares já conquistou uma medalha de prata. Ela praticava ginástica artística antes de ingressas no levantamento de pesos apenas no ano passado. “Estou muito realizada. Dei o meu melhor para conquistar essa medalha ao Brasil. Essa é a minha primeira competição no levantamento de pesos, um esporte novo. Está sendo uma experiência incrível e estou muito feliz”, afirmou a novata.

A esgrimista Maria Vitória Paro se despediu de Rosário com a medalha de bronze na disputa individual da espada. Na semifinal, a brasileira foi derrotada pela colombiana Victoria Hidalgo por 15 a 8. “Quando você para e pensa na dimensão que tem este campeonato, fica muito feliz. É uma miniolimpíada da América do Sul”, festejou a jovem que começou em uma apresentação da esgrima numa escola de Promissão (SP).

Além das medalhas, outras modalidades tiveram bons resultados nesta sexta. O skate classificou todos os quatro representantes do país (Virginia Fortes Águas, Giovana Moreira, Kalani Konig e Matheus Teixeira) para a final do Street, que será disputada neste sábado, a partir das 13hs.

O dia do handebol de praia foi só de vitórias. As meninas jogaram duas vezes, contra Uruguai e Venezuela, e ganharam ambas as partidas por 2 a 0. A Venezuela também foi derrotada pela seleção masculina pelo mesmo placar. No sábado, acontecem os últimos jogos da primeira fase e as semifinais do torneio.

No badminton, Klerton Silva venceu o colombiano Sergio Ramirez por 2 a 0 e avançou para as semifinais. O brasileiro também está nas semifinais de duplas ao lado de João Ribeiro. No feminino, Juliana Ribeiro também avançou para a próxima fase nas simples e nas duplas, ao lado de Maria Nascimento.

Fonte: COB*


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document