segunda-feira, 22 de abril de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Brasil derrota a República Tcheca

Brasil derrota a República Tcheca

Matéria publicada em 26 de março de 2019, 19:27 horas

 


Reação veio no segundo tempo com muitas alterações feitas pelo técnico Tite

Gabriel Jesus fez a diferença na partida que parecia complicada

Praga-

A Seleção Brasileira disputou seu último amistoso antes da convocação para a Copa América durante a tarde desta terça-feira. Em Praga, com Gabriel Jesus inspirado, o time comandado pelo técnico Tite começou em desvantagem contra a República Tcheca, mas conseguiu buscar a virada por 3 a 1.

Incapaz de criar chances para marcar na etapa inicial, a Seleção Brasileira foi vazada por Pavelka. No começo do segundo tempo, Firmino iniciou a reação. Gabriel Jesus, colocado no lugar de Coutinho na metade final, fechou placar ao marcar duas vezes.

O técnico Tite publica a lista de 23 convocados para a Copa América no dia 17 de maio. Na primeira fase do torneio, a ser disputado no Brasil, a Seleção enfrenta Bolívia, Venezuela e Peru. A estreia, contra os bolivianos, está marcada para 14 de junho, no Estádio do Morumbi.

O Jogo

A Seleção Brasileira até tentou se impor no começo da partida e teve mais posse de bola. No entanto, sem criatividade alguma, a equipe dirigida por Tite não conseguiu construir uma boa oportunidade para balançar as redes no primeiro tempo.

A equipe visitante passou a ter ainda mais dificuldade no momento em que os tchecos adiantaram a marcação e tomou um susto em cobrança de falta. Após sofrer infração de Marquinhos, Schick surpreendeu ao cobrar rasteiro e obrigou Alisson a fazer defesa complicada.

O time da casa começou a mandar no jogo e conseguiu inaugurar o marcador aos 36 minutos do primeiro tempo. Após desvio em Allan, a bola passou entre as pernas de Marquinhos e sobrou para Pavelka. Livre diante de Alisson, o tcheco bateu firme e acertou o canto direito do goleiro.

A Seleção Brasileira voltou mais ligada e empatou logo aos 4 minutos do segundo tempo. Selassie, sem ser ameaçado, recuou pela direita para Suchy, que não conseguiu dominar. Atento, Firmino tomou a frente do adversário e, diante de Pavlenka, definiu com sucesso.

Durante a etapa complementar, os técnicos Jaroslav Silhavy e Tite aproveitaram para realizar testes com uma série de alterações nas respectivas equipes. Após as várias mudanças, as duas seleções perderam conjunto, mas o jogo ficou corrido em Praga.

A Seleção Brasileira alcançou a virada aos 37 minutos do segundo tempo. David Neres arrancou pela esquerda e recebeu bom passe de Danilo. O ex-jogador do São Paulo cruzou rasteiro e Gabriel Jesus completou para o gol vazio. O terceiro veio aos 44 minutos, quando Jesus recebeu de Allan e tentou duas vezes para superar o goleiro Pavlenka.

REPÚBLICA TCHECA 1 x 3 BRASIL

Local: Eden Arena
Horário: 16h45 (de Brasília)
Árbitro: Ovidiu Hategan (ROM)
Auxs: Octavian Sovre (ROM) e Sebastian Gheroghe (ROM)
Cartões amarelos: Casemiro (BRA)
Gol: REPÚBLICA TCHECA: Pavelka, aos 36 minutos do 1º Tempo; BRASIL: Firmino, aos 4 minutos do 2º Tempo, e Gabriel Jesus, aos 37 e aos 44 minutos do 2º Tempo
REPÚBLICA TCHECA: Pavlenka; Coufal, Suchy, Celustka (Kudela) e Novak (Selassie); Soucek e Pavelka (Kral); Masopust, Darida (Frydek) e Zmrhal; Schick (Vydra)
Técnico: Jaroslav Silhavy
BRASIL: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro (Arthur); Allan, Coutinho (Gabriel Jesus), Paquetá (Everton) e Richarlison (David Neres); Firmino (Fabinho)
Técnico: Tite


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document