sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Brasil faz duelo com o Paraguai

Brasil faz duelo com o Paraguai

Matéria publicada em 26 de junho de 2019, 18:28 horas

 


Tite, treinador da Seleção Brasileira, trabalhou o aspecto psicológico dos jogadores

 

Brasil vai em busca da vitória para afastar trama de uma nova eliminação em casa (Foto: CBF)

Porto Alegre – A Seleção Brasileira abre as quartas de final da Copa América nesta quinta-feira às 21h30(de Brasília) enfrentando o Paraguai na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS). Lidar com o favoritismo vai ser um dos principais desafios dos canarinhos neste duelo. O Brasil avançou para esta etapa ganhando o Grupo A com tranquilidade, somando sete pontos e goleando o Peru por 5 a 0 no fim de semana. Já os paraguaios sofreram para avançar como um dos melhores terceiros colocados. Sequer ganharam um único jogo e no último perderam por 1 a 0 para a Colômbia.

Tite, treinador da Seleção Brasileira, trabalhou o aspecto psicológico dos jogadores no sentido de eles entenderem que as dificuldades encontradas pelo Paraguai até aqui não representam facilidades para o Brasil. O discurso foi bem assimilado.

– Vamos enfrentar um adversário que eliminou a nossa seleção por duas vezes recentemente e que por isso merece respeito. É um time muito sólido na defesa e que fecha bem os espaços. Vamos precisar tomar muito cuidado – disse o atacante Everton.

Tite quer ver a equipe evoluindo em relação à primeira fase.

– Nós entendemos que a Seleção Brasileira vem crescendo, apesar das cobranças, e chegaremos bem a esta quartas de final. Porém, é importante termos um desempenho ainda melhor do que apresentamos contra o Peru – disse Tite.

Para este compromisso Tite se viu forçado a promover uma alteração em relação ao time que goleou o Peru. O volante Casemiro, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, fica de fora. Assim, Fernandinho, recuperado de dores no joelho direito, será o substituto.

Pelo lado do Paraguai, o técnico Eduardo Berizzo cobra obediência tática e personalidade de sua equipe.

– Temos que jogar com inteligência e com obediência tática. Não podemos nos intimidar pelo fato de do outro lado do campo estar a Seleção Brasileira, mesmo na casa dela. É preciso personalidade se quisermos avançar – disse ele.

O treinador do Paraguai vai manter a base que vem atuando e conta com um forte sistema defensivo com nomes como o goleiro Gatito Fernández, do Botafogo, e o zagueiro Gustavo Gómez, do Flamengo. No ataque uma dúvida que se repete a cada partida desta Copa América: Óscar Cardozo ou Federico Santander.

Caso a partida desta quinta-feira termine empatada não haverá prorrogação, com a definição do classificado partindo diretamente para a disputa de pênaltis. Quem avançar pega nas semifinais o vitorioso do embate entre Venezuela e Argentina, que jogam nesta sexta-feira no Maracanã, no Rio.


BRASIL X PARAGUAI

Local: Arena do Grêmio
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Auxs: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)
BRASIL: Alisson, Daniel, Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís; Arthur, Fernandinho e Philippe Coutinho; Everton, Gabriel Jesus e Roberto Firmino
Técnico: Tite

PARAGUAI: Gatito Fernández, Iván Piris, Gustavo Gómez, Junior Alonso e Santiago Arzamendia; Richard Sánchez, Rodrigo Rojas, Derlis González, Miguel Almirón e Matías Rojas; Óscar Cardozo (Federico Santander)
Técnico: Eduardo Berizzo

Seleção tem lembranças ruins dos encontros recentes

A Seleção Brasileira não tem boas lembranças dos últimos confronto com o Paraguai, adversário desta quinta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelas quartas de final da Copa América.

Nas duas últimas ocasiões que se enfrentaram pelo torneio, ambas por quartas de final de Copa América, os canarinhos acabaram eliminados nos pênaltis. As equipes duelaram no dia 17 de julho de 2011, justamente pela fase quartas de final de uma Copa América.

Naquela ocasião o time comandado por Mano Menezes vinha fazendo uma campanha irregular e estava pouco empolgante. O duelo com os paraguaios, na cidade argentina de La Plata, terminou empatado sem gols no tempo normal, o que forçou a decisão por pênaltis.

Nas penalidades a incompetência dos dois times ficou ainda mais nítida, com os paraguaios se classificando com um triunfo por 2 a 0. Elano, Thiago Silva, Fred e André Santos desperdiçaram as suas cobranças. Do time atual, além de Thiago Silva, também estava em campo Robinho. Neymar também atuou naquela ocasião.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document