domingo, 26 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Brasil recebe o Peru para fechar o ano em ‘paz’

Brasil recebe o Peru para fechar o ano em ‘paz’

Matéria publicada em 16 de novembro de 2015, 18:14 horas

 


Salvador –  Terminar o ano com tranquilidade. Esse é o objetivo da Seleção Brasileira que enfrenta o Peru nesta terça-feira (16), às 22h, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), pela quarta rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

Depois do empate por 1 a 1 com a Argentina, em Buenos Aires, os canarinhos, que somam quatro pontos, assumiram a quarta posição, entrando na zona de classificação. Se manter nela é a senha para evitar aumentar o clima de cobranças. O problema é que os peruanos, na sétima posição com três pontos, ganharam novo fôlego com o triunfo por 1 a 0 sobre o Paraguai.

Na última partida disputada no arena da Fonte Nova, o Brasil goleou a Itália por 4 a 2, pela última rodada da fase de grupos da Copa das Confederações de 2013. A Seleção nunca perdeu um duelo no estádio e, segundo estimativas oficiais, todos os 45.000 lugares disponíveis estarão ocupados pela torcida baiana.

Ciente da acolhida mais afetuosa que o Brasil costuma ter nos Estados nordestinos, a CBF tem procurado agendar os compromissos iniciais das Eliminatórias para as arenas da região que foram utilizadas na última edição da Copa do Mundo. Na segunda rodada, o empurrão dado pelas arquibancadas no Castelão, em Fortaleza, permitiu que a Seleção vencesse a Venezuela por 3 a 1 – a equipe havia sido derrotada na estreia pelo Chile, por 2 a 0, em Santiago. Agora, o time canarinho tentará buscar o mesmo efeito ao medir forças com o Peru.

O jogo em Buenos Aires, disputado na última sexta-feira, expôs as fragilidades defensivas e a dependência que a Seleção ainda nutre com relação a uma boa apresentação de Neymar. O atacante do Barcelona voltou à equipe após cumprir dois jogos de suspensão, mas não teve boa atuação no clássico. A esperança brasileira é que o jogador volte a encontrar sua boa fase nessa quarta rodada das Eliminatórias.

Dunga, técnico da Seleção Brasileira, tem procurado trabalhar o aspecto psicológico de seus jogadores, mostrando que o importante é ter tranquilidade para construir a vitória. O discurso parece estar sendo bem assimilado.

– O Dunga sempre nos fala que as Eliminatórias nunca foram tranquilas para a Seleção Brasileira. Pelo menos de uns anos para cá e ele participou de algumas como jogador e técnico. Portanto, precisamos ter tranquilidade para sabermos lidar com a pressão. O jogo contra o Peru é importante e por isso mesmo vamos em busca da vitória – disse o goleiro Alisson.

O zagueiro Miranda entende que a postura da Seleção Brasileira precisa ser a mesma apresentada no mês passado, quando venceu a Venezuela por 3 a 1.

– Jogando em casa a Seleção Brasileira precisa sempre do resultado positivo e sabemos que nas Eliminatórias não podemos perder pontos diante da torcida. Sendo assim, temos que nos impor como fizemos contra a Venezuela, atacando desde o apito final e tentando decidir o jogo, logicamente, sem nos expormos – disse Miranda.

Apesar de demonstrar a vontade de atacar desde cedo, os brasileiros respeitam os peruanos e mostram preocupação com a linha de ataque, liderada por Paolo Guerrero, hoje no Flamengo.

– Conhecemos bem o potencial do Guerrero e tudo o que ele pode render. Portanto, não podemos dar espaços para ele finalizar, pois é frio e oportunista – avisou o volante Elias.

Dunga não deverá mexer muito no time em relação ao empate contra a Argentina. A única alteração prevista é a entrada do zagueiro Gil na vaga de David Luiz, suspenso por ter sido expulso contra os argentinos.

Pelo lado do Peru, o técnico Ricardo Gareca alerta para os perigos do Brasil.

– Vamos enfrentar uma das equipes mais fortes dessas Eliminatórias e que provavelmente estará na Copa do Mundo. E em uma partida na cada do adversário. Dessa maneira, temos que jogar com personalidade, obediência tática e sem nos intimidarmos – disse Gareca, sempre muito tranquilo.

A seleção peruana tem mudanças para esse jogo. O goleiro Pedro Gallese e o volante Josepmir Ballón ganham os lugares, respectivamente, de Diego Penny e José Reyna. O meia Christian Cueva, que cumpriu suspensão contra o Paraguai, reaparece na vaga do experiente Claudio Pizarro, que ficará como opção no banco de reservas.

Na última partida disputada no arena da Fonte Nova, o Brasil goleou a Itália por 4 a 2, pela última rodada da fase de grupos da Copa das Confederações de 2013. A Seleção nunca perdeu um duelo no estádio e, segundo estimativas oficiais, todos os 45.000 lugares disponíveis estarão ocupados pela torcida baiana.

FICHA TÉCNICA

BRASIL X PERU

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 17 de novembro de 2015 (Terça-feira)

Horário: 22h(de Brasília)

Árbitro: José Buitrago (Colômbia)

Assistentes: Eduardo Diáz (Colômbia) e Wilmar Navarro (Colômbia)

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Gil, Miranda e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Lucas Lima e Willian; Neymar e Ricardo Oliveira

Técnico: Dunga

PERU: Pedro Gallese, Luis Advíncula, Carlos Zambrano, Carlos Ascues e Victor Yotún; Josepmir Ballón, Renato Tapia, Carlos Lobatón e Christian Cueva; Jefferson Farfán e Paolo Guerrero

Técnico: Ricardo Gareca

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    gil e elias estao doidos pra esse jogo contra o peruu
    eles disserem que vao usar ate umas lingeris especiais
    kkkkkk

  2. Avatar

    Seleção brasileira acabou! Agora que tem mais patrocínio é convocado, é o conceito: ‘quem paga mais, leva!’. Deplorável a situação do nosso futebol, que reflete o atual estado no nosso país, um lixo! Será mesmo que vai pra copa? 7×1 foi um sinal bem explícito que não tem nada bom aqui, que o talento foi embora com a geração passada.

Untitled Document