domingo, 31 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Carioca: TJD-RJ determina final da Taça Guanabara no Nilton Santos

Carioca: TJD-RJ determina final da Taça Guanabara no Nilton Santos

Matéria publicada em 1 de março de 2017, 19:38 horas

 


Há uma multa no valor de R$ 300 mil caso a decisão seja descumprida pela Ferj

Rio – A grande final da Taça Guanabara será realizada no Nilton Santos. Em despacho de Marcelo Jucá, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), que foi publicado no site da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), ficou decidido que o estádio, que pertence ao Botafogo, é o único apto a receber a final já neste final de semana e deve ser o escolhido para receber decisão.

O documento prevê uma multa no valor de R$ 300 mil caso a decisão seja descumprida pela Ferj. A federação, no entanto, cumpriu a ordem e já marcou a final para o Estádio Nilton Santos.

O principal motivo para que a final seja no estádio é o Maracanã ainda não se encontra em condições de receber uma partida pela precariedade de suas instalações.

“A medida se fez necessária tendo em vista o notório estado de precariedade do Maracanã, não podendo a FERJ marcar esta partida em outra arena, que não seja a Nilton Santos, ainda mais pelo fato de existir regra expressa no regulamento que trata da hipótese dos autos. Sendo assim, concedo a liminar requerida, no sentido de que a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), se abstenha de indicar o Estádio do Maracanã para receber a partida final da Taça Guanabara, sob pena de multa no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), devendo a aludida contenda ser realizada no Estádio Nilton Santos”, afirma parte do documento.

Em reunião realizada nesta quarta-feira (1º) na sede da Ferj, que contou com representantes da entidade, do Flamengo, do Fluminense e do Botafogo, houve também a definição de que o Tricolor será o mandante da partida. A decisão foi feita através de sorteio.

Esta definição impacta na questão da presença de torcidas no jogo. Após uma confusão ocorrida em duelo entre Botafogo e Flamengo, no último mês de fevereiro, a Justiça decidiu que todos os clássicos deveriam ter apenas torcedores dos times mandantes.

Com isso, uma audiência marcada para esta quinta-feira (2) irá tentar anular esta decisão para que a final da Taça Guanabara tenha torcida mista, com a presença de torcedores do Flamengo e Fluminense. Caso não haja acordo, apenas os tricolores poderão assistir à decisão nas arquibancadas do Estádio Nilton Santos.

Presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira afirmou que irá recorrer da liminar que obriga que o Estádio Nilton Santos receba a final da Taça Guanabara caso seja decidido que o jogo tenha torcida mista. O posicionamento do mandatário alvinegro se deve à briga ocorrida no último clássico contra o Flamengo, que causou a morte de um torcedor do clube.

Caso seja definido que apenas torcedores do Fluminense assistam à partida, Carlos Eduardo Pereira não irá se opor à realização do jogo. A partida no Estádio Nilton Santos está marcada para este domingo, dia 5, às 16h.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    “COMO TUDO NO BRASIL ACABA EM SAMBA” quero dizer em pizza, nao acredito nesta final de taça guanabara, futebol de que haver duas torcidas, porem nao devia de ter “ORGANIZDAS” punir o verdadeiro torcedor de assistir seu time na final e declara o fim do futebol, para de palhaçada tem que haver uma punição mais severas a estes animais seja de qualquer time, queria saber se o bobão do Carlos Eduardo Pereira, tivesse na final com FLAMENGO e o mando fosse para o FLAMENGO, como naquele pais grande da america do sul o futebol tambem ta falido por aqui.

Untitled Document