domingo, 25 de outubro de 2020 - 04:49 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / CBF não deve adiar jogo entre Palmeiras e Flamengo

CBF não deve adiar jogo entre Palmeiras e Flamengo

Matéria publicada em 23 de setembro de 2020, 17:36 horas

 


Rio – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não deve adiar a partida entre Palmeiras e Flamengo, que está marcada para este domingo, às 16h, no Allianz Parque, pela 12ª rodada do Brasileirão. O clube rubro-negro pediu o adiamento porque tem sete jogadores contaminados com coronavírus. O time alviverde já se mostrou contrário à possível mudança de data.

O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, explicou por que o duelo deve ter a data mantida. “Já fizemos quase 300 jogos com rigor absoluto na área de segurança sanitária, testes antes e depois, e não é só a Série A, a B, a D, nos mais profundos rincões do Brasil e tudo absolutamente perfeito. Com protocolo sendo atendido. E respeitando que, quando clube tem os seus infectados, ele separa e continua jogando. A não ser que não tenha plantel mínimo para poder entrar em campo e fazer a substituição. Não é o caso do Flamengo agora. O Flamengo tem 40 inscritos, por mais que tenha número elevado, ainda tem plantel bastante viável. Então deve acontecer o jogo”, disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A CBF deve se manifestar de forma oficial nas próximas horas. O pedido de adiamento foi realizado pelo Flamengo na última terça-feira. A equipe estava no Equador para enfrentar o Barcelona de Guayaquil, pela Copa Libertadores da América, e retornou ao Brasil nesta quarta, em dois voos – um com os contaminados e outro com o restante da delegação.

“Veja bem, nós recebemos ontem à noite (terça-feira) oficialização disso pela Diretor de Competições. Estou apenas adiantando a lógica que a CBF tem adotado. Deve ser aplicada nesse jogo também. Deve acontecer a resposta oficial nas próximas horas. Mas a tendência é essa. Para nós da CBF não tem isso. Goiás, Flamengo, Atlético-MG, Bahia, todos são tratados de forma absolutamente igualitária”, afirmou Feldman.

Nesta quarta, o vice-presidente geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, afirmou que o Palmeiras é contra ao adiamento por querer “levar vantagem”. Em seu perfil no Twitter, ele lembrou que a delegação rubro-negra ficou oito dias no Equador, para dois jogos pela Libertadores. “Não surpreende o Palmeiras ser contra o adiamento. Quer levar vantagem, mesmo com risco pessoal. O que espero é que a CBF analise o tema de forma justa, pensando na saúde de todos e a situação excepcional que foi uma viagem de 8 dias com intensidade de contato entre os atletas”, escreveu.

Os sete jogadores do Flamengo que contraíram o coronavírus são: Isla, Filipe Luís, Diego, Vitinho, Matheuzinho, Bruno Henrique e Michael. Além deles, o médico Marcio Tannure e o ex-zagueiro Juan, funcionário do departamento de futebol, foram contaminados

 

Com equipe médica no aeroporto, delegação desembarca no Rio

Depois de passar uma semana de compromissos pela Copa Libertadores no Equador, onde teve momentos de tensão com casos de covid-19 no elenco e derrota por 5 a 0 para o Independiente Del Valle e de alívio com a vitória sobre o Barcelona de Guayaquil por 2 a 1, a delegação do Flamengo retornou ao Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira. E a chegada de jogadores, comissão técnica e dirigentes aconteceu em dois voos no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, onde uma equipe médica aguardava a todos.

Os jogadores infectados com o novo coronavírus, que ficaram fora do jogo de terça-feira em Guayaquil, chegaram em um voo fretado em um jatinho ainda durante a madrugada desta quarta. O restante da delegação desembarcou pela manhã. Internamente, o clube rubro-negro trabalha com alerta ligado para a possibilidade de novos casos da doença e por isso a presença de médicos no aeroporto.
Durante os exames prévios realizados para a partida da última terça-feira, sete jogadores testaram positivo: Filipe Luís, Isla, Matheuzinho, Diego Ribas, Bruno Henrique, Vitinho e Michael. Mesmo antes do prazo pré-estabelecido para um novo teste, o clube realizará contraprovas nesta quarta para verificar se ainda há a presença do vírus no corpo destes atletas.

Enquanto isso, todos os demais jogadores – que chegaram a ter contato com os infectados, uma vez que toda a delegação estava no Equador – foram submetidos a uma nova bateria de exames nesta quarta-feira. Dirigentes e demais membros da comissão de futebol (massagistas, fisioterapeutas e afins) também participaram do processo, que visa agilidade e eficiência na identificação de possíveis infectados, para início do tratamento.

Com o resultado em Guayaquil, o Flamengo foi a 9 pontos e ocupa a segunda posição do Grupo A da competição continental. Agora a equipe vira a chave para o Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16 horas, tem compromisso marcado contra o Palmeiras, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, mas ainda aguarda resposta da CBF após pedido de adiamento. O clube paulista já avisou que não aceita mudar a data da partida.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    É isso aí. Não transfere jogo nenhum não. Esse Flamengo é muito cheio de marra, quer sempre passar por cima de todo mundo o tempo todo. Tá na hora dele tomar um chega pra lá. Muito abusado.

Untitled Document