sábado, 16 de outubro de 2021 - 03:48 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Clássico entre Flamengo e Vasco no Raulino terá 140 policiais do Gepe

Clássico entre Flamengo e Vasco no Raulino terá 140 policiais do Gepe

Matéria publicada em 23 de fevereiro de 2017, 17:47 horas

 


Além disso, haverá efetivo do 28º Batalhão da Polícia Militar e escolta das torcidas que vierem do Rio para Volta Redonda

Reunião definiu detalhes para realização do jogo entre Vasco e Flamengo no Raulino

Reunião definiu detalhes para realização do jogo entre Vasco e Flamengo no Raulino

Volta Redonda – Em reunião na manhã desta quinta-feira (23) foram definidos os detalhes do clássico Flamengo e Vasco, que ocorrerá no sábado de Carnaval (25), às 17 horas, no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A partida é válida pela semifinal da Taça Guanabara e esteve envolvida em grande polêmica ao longo dos últimos dias.

Conforme já anunciado na quarta-feira, o jogo terá torcida mista e o Grupamento Especial de Policiamento de Estádio (Gepe) enviará 140 policiais militares para dar segurança ao público, além do policiamento do 28º Batalhão da Polícia Militar (BPM). A Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários) e Guarda Municipal farão um esquema especial para o trânsito ao redor do estádio.

“A Polícia Militar disse que para realização de um clássico de torcida mista, seria necessário que fosse realizada a partida em Volta Redonda. Tendo garantia de segurança da polícia e da Federação de Futebol do Estado do Rio Janeiro (Fferj) está confirmada a realização do clássico na cidade. A responsabilidade da prefeitura é conjunta com a federação – disse o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, que ontem chegou a anunciar que vetaria a realização da partida na cidade.

A Federação colocará uma carga de ingresso de 19.858. Dos quais, 16.408 serão para a venda (8.204 cada clube); 1.900 cortesias e 1.550 para gratuidade, segundo determina a legislação. Os valores também foram definidos durante a reunião: o da arquibancada será R$ 100,00 (inteira) e R$ 140 (inteira) para as cadeiras especiais.

Pelo acertado, a torcida do Flamengo ficará nos acessos Amarelo e Azul; e a do Vasco nos setores Verde e Laranja. No setor Branco (cadeiras especiais) também haverá divisão de torcida.

“Os acessos serão separados. No dia do jogo, as bilheterias serão abertas às 9 horas e terão pontos de vendas em Volta Redonda e no Rio de Janeiro”, afirmou o administrador do Estádio Raulino de Oliveira, Felipe Moura.

O diretor de Competições da Ferj, Marcelo Vianna, destacou a postura da prefeitura e da Smel (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer). “O prefeito Samuca Silva e a secretária municipal Maria Paula conseguiram organizar tudo que era necessário para a partida em tempo recorde. Eles estão de parabéns e afirmamos que seremos responsáveis pelo jogo”, garantiu o representante da federação.

A Polícia Rodoviária Federal, que também participou do encontro, fará um esquema especial na Rodovia Presidente Dutra para que não haja confronto entre torcidas na via. “Ficaremos de prontidão”, resumiu o responsável pela PRF do Sul Fluminense, Antônio Carlos Carvalho.

Participaram do encontro também o assessor especial da Presidência do Vasco da Gama, Ricardo Vasconcellos, e o diretor financeiro do Flamengo, Cláudio Tavares.

Viagem escoltada

Também nesta quinta-feira, foi definido que a Polícia Militar vai montar um grande esquema de escolta para torcedores que partirem do Rio de janeiro rumo a Volta Redonda. A escolta fiscalizará os 120 quilômetros da Rodovia Presidente Dutra, que separam o Rio de Volta Redonda.

Somente nesta operação, serão 100 policiais envolvidos. A expectativa é de lotação máxima no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira, que tem capacidade para 20 mil pessoas.

 

Movimentação foi pequena nas bilheterias do Estádio da Cidadania

Movimentação foi pequena nas bilheterias do Estádio da Cidadania (Foto:Paulo Dimas)

Ingressos começam a ser vendidos
de forma tímida em Volta Redonda

A procura por ingressos para o jogo entre Flamengo e Vasco, no sábado de Carnaval, foi baixa nas bilheterias do Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira. Por volta das 16:30h, apenas quatro pessoas estavam no local de venda.

A confusão em torno da realização ou não da partida e o preço dos ingressos foram apontados por torcedores como motivo da baixa procura.

– Foi muita confusão, desde a liminar. Estava animado, mas a desorganização do futebol carioca é vergonhosa – disse o rubro-negro Marcus Vinicius Costa.

Já Fernando Melo afirmou que o preço assustou: “É muito dinheiro. Ninguém gasta só os R$ 100,00 do ingresso, pois tem a passagem ou estacionamento, bebida, comida”, disse o cruzmaltino.

Os ingressos para Vasco x Flamengo começaram a ser vendidos às 14h em Volta Redonda, no Estádio da Cidadania e no posto AP Gás. No Rio, vendas vão das 9h às 17h desta sexta, na Gávea e em São Januário.

No dia do jogo, possivelmente haverá venda em Volta Redonda, nas bilheterias do estádio. Os preços vão de R$ 100 (arquibancada) a R$ 140 (cadeira especial). Há disponibilidade de meia-entrada nos casos previstos em lei.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Parem de chamar essas quadrilhas de torcida. Eles querem é brigar, o esporte está sendo usado para descarregar a raiva dos trogloditas disfarçados com uniformes dessas organizadas.

  2. Com esse preço é difícil ver o jogo lá. É só pra quem tem!!! Melhor assistir em casa rsrsrsrsrs…

  3. Excelentes comentários! Até do valentão… fiz zueira mas estou de acordo!

  4. Esses enrrustidos que vivem querendo provar que são machões, fortões, promovendo brigas e quebradeira são na na verdade moçoilas! São machões quando estão de galera, gostaria de ver estes imbecis no tatame! Como diaria Away de Petropolis: “Não aguentam 1 minuto de porrada.”

  5. Ver na tv com cerveja e churrasco e mais seguro…

  6. PAGAR PRA ENCARAR VÂNDALOS BRIGANDO POR TIME KKKK NEM PAGANDO

  7. O grande problema envolvendo as torcidas organizadas (conflitos) não acontece dentro do estádio. É nas imediações onde os bandidos de torcidas organizadas agem, matam e aprontam.

  8. 100 pratas pra assistir um jogo de futebol ., esta de brincadeira né , o País em crise , desemprego em alta e violência e a criminalidade na moda ……… melhor ficar quietinho na poltrona do sofá e vendo pela TV tomando uma cerva e vendo repetir os lances de gol .

  9. Falta dinheiro para ir no circo. 100 reais está muito caro.

Untitled Document