quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 - 02:36 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Clubes de futebol e jogadores manifestam solidariedade à Chapecoense

Clubes de futebol e jogadores manifestam solidariedade à Chapecoense

Matéria publicada em 29 de novembro de 2016, 16:27 horas

 


Rio – Diversos clubes de futebol e jogadores se manifestaram hoje (29) em solidariedade à Chapecoense, após o acidente aéreo que deixou 76 mortos em viagem que levava o time catarinense para a disputa da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, da Colômbia. As informações são da Agência Brasil.

O Atlético Nacional de Medellín, que enfrentaria o clube catarinense amanhã (30), se solidarizou com os brasileiros durante a madrugada, “à espera de mais informações”, e colocou uma imagem de luto em seu perfil.

Dos times cariocas, Flamengo, Fluminense e Vasco, lamentaram o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. Grêmio e Atlético Mineiro, que jogariam amanhã a partida adiada da final da Copa do Brasil, também manifestaram seu apoio ao clube catarinense.

De São Paulo, o Corinthians, o São Paulo, o Santos, o Palmeiras e a Ponte Preta também se manifestaram no Twitter em solidariedade ao clube e aos familiares e amigos das vítimas. Clubes da região Sul do Brasil, como o Juventude, o Figueirense, o Londrina, o Atlético Paranaense e o Internacional de Porto Alegre, também se manifestaram. Os mineiros Atlético e Cruzeiro e o pernambucano Náutico Capibaribe também prestaram solidariedade às vítimas.

Na Bahia, o Esporte Clube Bahia – que retorna no ano que vem para a série A do Campeonato Brasileiro – declarou, no site oficial, “estado de choque”, e lembrou profissionais que passaram pelo clube, como o técnico Caio Júnior, o preparador físico Anderson Paixão, o zagueiro William Thiego e o atacante Ananias.  Na corrida para se manter na série A, o Esporte Clube Vitória também publicou uma nota de “profundo pesar” e ofereceu “orações pela recuperação plena dos sobreviventes”. Atuaram no Vitória Mário Sérgio, considerado “um ídolo”, o técnico Caio Júnior, o auxiliar Duca, o analista de desempenho Pipe Grohs e os jogadores Dener, Gil, Cléber, Santana e Arthur Maia.

Diversos times colocaram como foto de perfil a logomarca da Chapecoense em preto, manifestando luto junto com o clube.

Acidentes semelhantes

O clube inglês de futebol Manchester United divulgou em suas redes sociais  comunicado dizendo que “os pensamentos de todos do Manchester United estão com o time de futebol da Chapecoense e com todos aqueles que foram afetados pela tragédia na Colômbia. Força Chapecoense”. O clube da cidade de Manchester passou por situação semelhante em 6 de fevereiro de 1958, em acidente aéreo que matou oito atletas do clube inglês e outras 15 pessoas. A aeronave foi abatida por uma intensa tempestade de neve enquanto tentava decolar do aeroporto de Munique, na Alemanha.

O clube italiano de futebol Torino também declarou no  Twitter que seus integrantes estão “comovidos pela tragédia com a Chapecoense. É um destino que nos une intimamente. Força Chapecoense. Vocês têm amigos fraternais”. A equipe italiana de Turim foi abatida por um desastre semelhante em 4 de maio de 1949. O avião retornava de Portugal após partida contra o Benfica e sofreu um forte nevoeiro, chocando-se contra a Basílica de Superga, na Itália, matando todos os 42 tripulantes na mesma hora. Grande parte dos jogadores faziam parte da seleção italiana que viria a disputar a Copa do Mundo de 1950, no Brasil

Entre os clubes estrangeiros, o Sporting, o Benfica, o Club Junior, o Universitário, o Los Milionários, o Barcelona, o Atlético de Madri, o Villareal, o Málaga, o Bayer Leverkusen, o Liverpool, o Chelsea, o Milan, o Arsenal , o NewCastle, o Sporting Cristal e o Independiente Valle manifestaram apoio.

Vários times no mundo – entre eles os argentinos Boca e River – fizeram um minuto de silêncio em seus treinos de hoje, em homenagem às vitimas da Chapecoense.

Jogadores

Jogadores de futebol também estão usando as redes sociais para registrar seu apoio. O brasileiro Neymar Júnior disse que é “impossível acreditar nessa tragédia”. “Hoje o mundo chora, mas o céu se alegra em receber Campeões”, afirmou em sua conta no Instagram.

O ex-craque Pelé afirmou em suas redes sociais que a “família de futebol brasileiro está de luto” e definiu o o acidente como uma “tragédia”. “Chapecoense é um time de uma cidade pequena do interior do estado de Santa Catarina. Eles chegaram ao nível elite do futebol brasileiro e até do futebol sul-americano”, disse em seu Instagram, com a foto do brasão do time estampado na bandeira brasileira.

O argentino Lionel Messi definiu o acidente como “desolador”. Diego Maradona também enviou seus pêsames da Argentina para as vítimas. “Lamentavelmente esse garotos, que vinham abrindo caminho à força com o futebol, embarcaram no avião errado”.

Segundo a imprensa argentina,  Messi e a seleção daquele país embarcaram há 18 dias no mesmo avião que sofreu acidente hoje, na volta de Minas Gerais a Buenos Aires, depois de serem derrotados pelo Brasil nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Momento das buscas e resgates


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Meu Deus que tragédia ….Estou muito triste ., força para os familiares …… Adoro o time da Chape…..

Untitled Document