quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Com gol polêmico, Botafogo vence Macaé e segue vivo no Carioca

Com gol polêmico, Botafogo vence Macaé e segue vivo no Carioca

Matéria publicada em 4 de fevereiro de 2017, 22:21 horas

 


Rodrigo Lindoso abriu o placar para o Botafogo, no Estádio Nilton Santos (Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

Rodrigo Lindoso abriu o placar para o Botafogo, no Estádio Nilton Santos (Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

Rio – O Botafogo entrou em campo com os reservas e sofreu para vencer por 2 a 1 o Macaé, neste sábado (4), no Estádio Nilton Santos. Com o resultado, os alvinegros chegaram a quatro pontos e ainda têm chance de classificação para as semifinais da Taça Guanabara. Já a equipe da Região dos Lagos segue sem pontuar no Campeonato Carioca.

Em jogo lento, os donos da casa abriram o placar no começo do primeiro tempo com Rodrigo Lindoso. No segundo tempo, quando parecia que o Botafogo estava com o controle do resultado, o Macaé chegou ao empate com Xavier, após falha de Gatito Fernández. Só que nos acréscimos, Vinícius Tanque fez o gol da vitória dos alvinegros, em lance polêmico.

Na próxima rodada, o Botafogo terá o clássico contra o Flamengo, no domingo, no Nilton Santos. Já o Macaé volta a campo no dia anterior, contra o Boavista, na Região dos Lagos.

Primeiro tempo

A partida começou equilibrada, com as duas equipes em busca do ataque. O Botafogo reclamou um pênalti em Dudu Cearense, não marcado pelo árbitro, logo aos três minutos. O Macaé assustou em finalização de Ramon no travessão, mas o jogador estava em posição de impedimento.

Na primeira real chance, o Botafogo abriu o placar no Nilton Santos. Após cruzamento de Guilherme, a bola chegou em Rodrigo Lindoso. O volante dominou e acertou belo chute no ângulo de Milton Raphael.

O gol fez os alvinegros diminuírem o ritmo. Com isso, os donos da casa não chegavam com tanta intensidade ao ataque. Já o Macaé buscava os avanços, mas não levava perigo a Gatito Fernandez. Somente aos 29 minutos, os visitantes empataram a partida. Após cobrança de escanteio, Dudu Cearense acertou a própria trave.

O susto fez o Botafogo acordar na partida. Com isso, os alvinegros voltaram a dominar o confronto e quase ampliaram o marcador aos 39 minutos. Após cobrança de escanteio, Dudu Cearense cabeceou, mas viu Milton Raphael fazer grande defesa. Assim, os donos da casa foram para o intervalo com vantagem mínima no placar.

Segundo tempo

No segundo tempo, os botafoguenses assustaram logo no primeiro minuto. Marcinho arriscou de longe e obrigou Milton Raphael a fazer grande defesa. No entanto, este foi o único lance de perigo dos primeiros minutos. As duas equipes tinham muita dificuldade em criar boas jogadas.

O Botafogo só conseguiu voltar a chegar com perigo aos 22 minutos. Em contra-ataque rápido, Guilherme dominou na entrada da área e finalizou colocado, mas Milton Raphael se esticou para salvar o Macaé.

O panorama da partida seguia o mesmo, mas aos 34 minutos, o Macaé conseguiu o empate em falha do goleiro Gatito Fernandez. Rafinha chutou cruzado, o arqueiro alvinegro soltou no pé de Xavier, que chutou para a rede.

O revés fez com que o Botafogo buscasse o ataque com intensidade na parte final do jogo. O zagueiro Renan Fonseca parou em defesa de Milton Raphael, enquanto que Vinícius Tanque finalizou pela linha de fundo quando estava livre na área. Só que aos 52 minutos, em lance polêmico, os botafoguenses chegaram ao gol da vitória com Vinícius Tanque. O atacante aproveitou cruzamento de Guilherme, que teria ultrapassado a linha de fundo, e fez 2 a 1. Os jogadores do Macaé ainda reclamaram que o gol aconteceu depois dos acréscimos dado pela arbitragem.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 MACAÉ

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 4 de fevereiro de 2017 (Sábado)
Horário: 19h30
Árbitro: Rafael Martins de Sá (RJ)
Assistentes: Diego Barcellos (RJ) e Ivan Araújo (RJ)
Renda: R$ 64.050,00
Público: 3.951 pagantes
Cartões amarelos: Alan (Macaé)
GOLS
BOTAFOGO: Rodrigo Lindoso, aos 10min do primeiro tempo; Vinícius Tanque, aos 52min do segundo tempo
MACAÉ: Xavier, aos 34min do segundo tempo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho (Fernandes), Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Dudu Cearense, Rodrigo Lindoso, Gustavo (Matheus Fernandes) e Leandrinho; Guilherme e Joel (Vinícius Tanque)
Técnico: Jair Ventura

MACAÉ: Milton Raphael, Léo Rodrigues, Ramon, Aislan e Ebert; Diérson (Rafinha), Alan, Marquinho e Zotti; Romarinho (Xavier) e Maycon Aperibé (Yago)
Técnico: Renê Simões


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar

    Boi, boi, boi… boi tá com chulé! Precisa do juiz pra ganhar do Macaé… kkkkkkkkkkkkkkk’

  2. Avatar
    Edmundo melhor do mundo 97

    Pior só o título roubado de 2014, aquele “roubado é mais gostoso”. Futebol do RJ é uma vergonha!

  3. Avatar

    Foi roubado mesmo. Primeiro deu 6 minutos de acréscimo. Depois deu mais um. E o gol irregular foi marcado quando já tinham passados mais de sete minutos. Juiz ladrão. A federação tinha que rever toda essa roubalheira e cancelar a vitória do bostafogo, mantendo o empate.

  4. Avatar

    Foi garfado sem do´nem piedade………………….

  5. Avatar

    Segundo fontes seguras o Juiz disse que só iria apitar o fim da partida se o Lula Ladrão não usasse o velório da Bruxa que morreu de palanque.

  6. Avatar

    Polêmica, não , foi roubado mesmo.
    Coisas de Estado do Rio.

  7. Avatar

    Simplesmente vergonhosa essa arbitragem, o Macaé foi garfado como há muito eu não via num campeonato estadual do RJ… faz-me sentir ainda mais nojo da quadrilha que comanda o futebol do estado do Rio de Janeiro…

Untitled Document