>
sexta-feira, 27 de maio de 2022 - 20:05 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Cruzeiro bate o Flamengo no Mineirão

Cruzeiro bate o Flamengo no Mineirão

Matéria publicada em 4 de junho de 2015, 00:04 horas

 


Diante de ex-clube, Luxemburgo reestreia levando Cruzeiro à primeira vitória no Brasileirão

Belo Horizonte – O técnico Vanderlei Luxemburgo reestreou com o pé direito no comando do Cruzeiro, ajudando a Raposa a vencer a primeira partida no Campeonato Brasileiro. Os celestes receberam o Flamengo, nesta quarta-feira, no Mineirão, e, mesmo com futebol burocrático, triunfaram por 1 a 0, deixando a zona de rebaixamento da competição nacional.
O gol do jogo saiu da cabeça do zagueiro Manoel, desviando cobrança de escanteio. Apesar da vitória cruzeirense, o jogo, em si, foi fraco tecnicamente, mostrando que os dois times precisam melhorar muito para subir na tabela do Brasileiro. A Raposa pelo menos chegou aos quatro pontos, deixando a zona de rebaixamento, enquanto o Urubu ocupa a vice-lanterna, com apenas um ponto somado.
Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá pela frente o superclássico contra o arquirrival Atlético-MG, jogo marcado para o próximo sábado, no estádio Independência. Já o Flamengo jogará no mesmo dia, mas o adversário será a Chapecoense, partida confirmada para o Maracanã.
O jogo – O duelo no Mineirão começou com o jogo muito concentrado no setor de meio-campo. O Cruzeiro teve mais posse de bola, porém, encontrou dificuldades para ultrapassar a linha de marcadores do Flamengo, que deu poucos espaços para o time celeste, e em alguns momentos chegou a pressionar os defensores da Raposa tentando forçar o erro dos mineiros.
Taticamente, Vanderlei Luxemburgo não teve tempo de fazer alterações na forma de jogar do Cruzeiro, mas ficou evidente a necessidade de um armador. Sem Arrascaeta, na seleção do Uruguai, Gabriel Xavier assumiu essa função, conseguindo criar algumas jogadas, mas sem muito brilho. Uma alternativa para os donos da casa foi usar os lados do campo, com Marquinhos e Willian, que levaram perigo contra a meta flamenguista.
Apesar de alguns lampejos do Cruzeiro, de maneira geral, o Flamengo apresentou um jogo mais objetivo, sabendo melhor o que fazer com a bola nos pés. A situação preocupou o estreante Vanderlei Luxemburgo, que começou a partida sentado, mas com 15 minutos de embate já orientava os atletas a beira do gramado do Gigante da Pampulha.
O primeiro chute cruzeirense que acertou o gol só saiu aos 20 minutos, em tiro de Willian de fora de área, que parou nas mãos de Paulo Victor. Mesmo sendo mais objetivo, os Rubro-Negros falharam nas finalizações, errando o alvo na maioria das tentativas, o que deixou o clássico nacional com poucas emoções para os torcedores que foram ao Mineirão.
Um dos poucos lances que levantaram os cruzeirenses aconteceu quando a zaga flamenguista falhou e Marquinhos saiu na cara de Paulo Victor, que salvou os visitantes, garantindo o empate no primeiro tempo, que apresentou uma melhora do time mineiro, dando esperança de um futebol mais eficiente na etapa final.
O que realmente aconteceu, com o Cruzeiro pressionando mais a equipe de Cristóvão Borges. O avanço dos laterais, e as chegadas de Marquinhos passaram a incomodar bastante os defensores Rubro-Negros. Diante da pressão, os visitantes se fecharam e passaram a apostar nos contra-ataques.
A tática dos cariocas quase deu resultado com Marcelo Cirino, que arrancou em velocidade e só foi parado com falta de Bruno Rodrigo. Luiz Antônio cobrou a falta com bola passando muito perto da trave esquerda de Fábio. A Raposa deu a resposta quase que imediatamente com finalização de Willian, que assustou Paulo Victor.
Na tentativa de colocar fogo no jogo, Luxemburgo atendeu aos pedidos dos torcedores e chamou o velocista Alisson, que entrou no lugar de Gabriel Xavier, dando mais dinamismo aos celestes. Com a mudança, porém, o Flamengo teve mais espaços para jogar, e a partida ficou mais aberta, com as equipes demonstrando mais vontade de perseguir a vitória.
Aos 32, finalmente o gol saiu no Gigante da Pampulha, e foi do Cruzeiro, com o zagueiro Manoel, que desviou cobrança de escanteio pela direta e estufou as redes, levando a torcida celeste à loucura. O gol significou a primeira vitória da Raposa no Brasileiro e saída da zona de rebaixamento. O Flamengo ainda tentou reagir, mas não teve forças para buscar o empate.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. >>>>>>> AGORA QUEM VAI PRA SEGUNDA DIVISAO SERA ELE!!!!

  2. e o problema ainda será o técnico? k kk k kk

Untitled Document
close