quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / De olho na ponta, Vasco alerta para ‘perigos’ do Bonsucesso

De olho na ponta, Vasco alerta para ‘perigos’ do Bonsucesso

Matéria publicada em 6 de março de 2015, 22:18 horas

 


Rio  –

O Vasco é o vice-líder do Campeonato Carioca com 17 pontos conquistados, apenas dois atrás do Botafogo. No domingo, o Cruz-Maltino mede forças com o Bonsucesso, às 16h(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), carregando todo o favoritismo.
Isso porque o adversário faz campanha muito irregular e, com quatro pontos, flerta com a zona de rebaixamento. Além disso, traz alguns resultados nem ruins na bagagem, como a goleada de 4 a 0 sofrida para o Botafogo.
O problema é que o Vasco tem encontrado certa dificuldade quando enfrenta os times que estão na parte de baixo da tabela de classificação. Diante de Tigres do Brasil e de Barra Mansa, ambos com a mesma pontuação do Bonsucesso, o Cruz-Maltino entrou no gramado carregando um grande favoritismo e acabou decepcionando seus torcedores com empates por 1 a 1. Justamente por isso que o técnico Doriva e os jogadores sabem dos perigos deste compromisso e, mesmo aceitando o favoritismo, sabem que a tarefa será árdua.
– Nós vamos encontrar dificuldades porque o Bonsucesso vai querer jogar fechado, no nosso erro. O time deles evoluiu em relação aos primeiros jogos e por isso mesmo vai tentar crescer contra o Vasco, buscando um resultado que lhe dê confiança. Não podemos cometer os erros que tivemnos contra outros times que estão na parte de baixo da tabela de classificação – analisou Doriva.
O treinador conseguiu passar essa filosofia aos jogadores.
– Acho que aprendemos a lição nos jogos contra o Tigres do Brasil e o Barra Mansa. Foram partidas em que o Vasco entrou em campo com o favoritismo absoluto e sequer conseguiu a vitória ou jogar bem. O Bonsucesso vai ter uma estratégia de jogo muito parecida com aquela que percebemos nesses dois jogos. Eles vão jogar fechados no campo de defesa e somente depois vão tentar vencer nos contra-ataques. Vamos precisar de muito equilíbrio, atacando de maneira constante, mas com responsabilidade – disse o zagueiro Rodrigo.
O atacante Gilberto faz coro ao discurso do companheiro.
– Vamos precisar usar tudo o que possa estar ao nosso favor. O campo, a torcida apoiando, a pressão que temos que impor, enfim, não podemos abrir mão de nada em uma partida como essa, em que o adversário vai jogar fechado e esperando um vacilo nosso para agir. Estamos conscientes dos perigos de um confronto deste tipo – alertou o atacante.
Em termos de escalação, Doriva deverá promover apenas uma alteração em relação à formação que derrotou o Bangu por 2 a 0 na semana passada. O volante argentino Pablo Guiñazu, que cumpriu suspensão diante dos banguenses, reaparece na vaga de Bernardo, que fica como opção no banco de reservas. Neste sábado o elenco participa de um recreativo e encerra a preparação para o duelo contra o Bonsucesso.
Fora de campo o clube inscreveu o atacante Dagoberto, contratado junto ao Cruzeiro, no Campeonato Carioca. Porém, ele só poderá estrear quando estiver com a documentação regularizada.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document