>
sábado, 28 de maio de 2022 - 02:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Deley lamenta redução das verbas para esporte em 2018

Deley lamenta redução das verbas para esporte em 2018

Matéria publicada em 28 de setembro de 2017, 17:45 horas

 


Brasília – O deputado federal Deley de Oliveira (PTB-RJ) criticou o corte feitos pelo governo federal nos recursos destinados ao esporte na proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018.

O setor sofreu redução de 87% em relação a 2017, um ano já de escassez para a área esportiva.

– O esporte nunca recebeu seu devido valor. Todos sabemos do instrumento social que é o esporte, mas, infelizmente, você não tem uma política de Estado para essa área. Desde que entrei na Câmara dos Deputados cobro isso de todos os ministros e governos, e daqueles que comandam o esporte brasileiro: que fizéssemos uma política de Estado pelo esporte, como nos países desenvolvidos – ressaltou Deley.

Com o corte, a rubrica “concessão de bolsas a atletas” terá disponível apenas R$ 70 milhões, sendo que o programa Bolsa Atleta custa anualmente mais de R$ 130 milhões. A redução das verbas deve provocar mudanças drásticas no Bolsa Atleta, se não acabar com o programa.

Ainda assim, o Bolsa Atleta foi o programa que sofreu o menor corte, de 50%. A rubrica “preparação de atletas e capacitação de recursos humanos para o esporte de alto rendimento”, de onde saem recursos para convênios com confederações, foi de R$ 56,6 milhões em 2017 para R$ 7,2 milhões na LOA de 2018 – um corte de 87,3%.

– Fora a má condição já existente para o atleta se preparar, a gente está vendo muita denúncia de corrupção em vários setores do esporte. Vamos torcer, mas, se levarmos em consideração o planejamento de preparação e recurso para custeio, a gente tem que esperar uma próxima Olimpíada muito ruim – disse o deputado.

Deley também afirmou ser necessária autocrítica pelos atores que lutam em favor do esporte. Segundo o parlamentar, existe pouca mobilização em favor do segmento, que faz pouca pressão no governo e no Congresso Nacional.

“Sempre tive um pouco de inveja do pessoal da Cultura, que rapidamente se mobiliza e consegue ser atendido em suas demandas. Infelizmente, o pessoal do esporte tem um acompanhamento muito frágil dos seus interesses”, avaliou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Muito bom adorei vou compartilha isso!!!

  2. A vaquinha chamada estado brasileiro esta cansada e com as tetas vazias.
    Esses vampiros ja mamaram muito
    Chega!!!!!
    Por que este deputado nao se engaja numa luta necessaria para população como a liberação da clinica de hemodialise em Brasília junto ao Ministério da saúde?
    Alô 2018-O povo quer mudança!

  3. Fruto do Golpe ., o senhor votou a favor .. agora aguenta …..

  4. Acho engraçado “lamentar”, “criticar”… E como parlamentar, o que fez para reverter isso? Quantos projetos sobre redistribuição orçamentária apresentou? Quantas vezes usou o parlatório contra o estado coisas que “lamenta”? Por favor, nem todos são idiotas…

  5. VOCÊ APOIOU O GOLPE, MEU FILHO!!!!! TÁ AÍ SEU PRÊMIO!!!!! HAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!!!!!!!!

  6. A verba para a saúde, educação e transporte é mais importante do que a do esporte.

Untitled Document
close