Dija Baiano diz que relógio ficou preso em nariz de mulher - Diário do Vale
terça-feira, 21 de setembro de 2021 - 01:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Dija Baiano diz que relógio ficou preso em nariz de mulher

Dija Baiano diz que relógio ficou preso em nariz de mulher

Matéria publicada em 11 de março de 2016, 19:47 horas

 


Versões: Dija Baiano afirmou que seu relógio ficou preso no nariz da mulher

Versões: Dija Baiano afirmou que seu relógio ficou preso no nariz da mulher

Volta Redonda – O jogador de futebol Dija baiano, que defende o Volta Redonda Futebol Clube no Campeonato Estadual, divulgou nota com sua versão sobre uma confusão ocorrida na madrugada da última quinta-feira, na boate Área Restrita em Barra Mansa.

Dija passou a madrugada na delegacia de Barra Mansa, onde foi prestar depoimento por supostamente ter agredido uma mulher, identificada como Fernanda Monteiro Machado. Dija disse que a confusão foi provocada pela mulher, que pisou no pé dele por três vezes. Dija afirmou que foi agredido, e que ao tentar empurrar a mulher seu relógio ficou preso no nariz de Fernanda.

O atleta foi indiciado por lesão corporal e depois acabou liberado. Na mesma quinta-feira o atleta treinou normalmente pelo Volta Redonda. Na última quinta-feira o DIÁRIO DO VALE procurou o atleta, que na ocasião preferiu não se manifestar oficialmente.

Além da nota, a assessoria do jogador afirmou que pedirá para que Fernanda Monteiro Machado passe por exames toxicológicos. Da mesma maneira, o atleta garantiu que se coloca á disposição para fazer o mesmo.

A nota de esclarecimento:

Em resposta às calúnias que saíram em diversos meios sobre minha pessoa, venho, através desta nota, informar que eu, Djavan de Lima Araújo, nunca agredi e nunca irei agredir nenhuma mulher.

Na noite de ontem (09), saí com um par de amigas e durante o evento social, me deparei como uma situação incomum. Uma senhora, que foi identificada pelas autoridades como Fernanda Monteiro Machado, que estava visivelmente embriagada, pisou no meu pé por mais de duas vezes e foi alertada sobre isso todas as vezes.

Tentando chamar minha atenção (ela sabia quem eu era e onde jogava), ela seguiu insistindo em ficar perto de onde eu estava, mesmo sabendo que estava com amigos. Após a terceira vez, pedi que ela se afastasse. De uma maneira totalmente descontrolada, a mesma começou a me agredir.

Tentei me afastar e com a mão dei um pequeno empurrão. No movimento que eu fiz, meu relógio atingiu acidentalmente o rosto da senhora. Após o incidente, essa senhora provocou um escândalo no evento e ameaçou ir à delegacia. Sabendo que não fiz nada de errado, concordei em ir prestar o depoimento e depois disso ocorreram fatos que me deixaram confuso. Chegando na delegacia, Fernanda estava muito alterada (ainda fora de si) e teve que ser controlada pelos policiais.

Misteriosamente, essa senhora sumiu do local e voltou somente quatro horas depois, com uma série de lesões. Na delegacia estavam algumas testemunhas. Entre elas, estava o dono do evento. Sabendo da minha integridade e após presenciar o ocorrido, ele, de maneira espontânea, se prontificou a prestar depoimento.

O testemunho do dono do local coincidiu com o meu e outras séries de fatores também contribuíram para a polícia comprovar quem realmente foi a vítima desta situação.

Não deixarei que sujem o meu nome e da instituição em que presto os meus serviços. Estamos em um ótimo momento no campeonato e episódios como esse, só comprovam que existem algumas pessoas que fazem de tudo para tirar vantagem de quem está vivendo um lindo momento.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

21 comentários

  1. Deveria era ter vergonha de inventar uma historinha ridicula dessa ! Estes jogadores de terceira estão achando que volta redonda e uma roça asfaltada ! Devem estar com inveja do bruno goleiro do flamengo que acabou onde esta hoje seu futebol e estes demais que vivem aqui nas noitadas e se achando cuidado para não acabar como o bruno em ! Jogador que se presa e defende seu clube não fica por ai nas ruas de madrugada e em plena quarta feira não ! Por isso que o Volta Redonda e isso ai hoje .Seus dirigentes deveriam ter mais diciplina para cobrar desses caras ! Não existe defesa para um a agressão e ainda mais jogador pelas madrugadas ! Fala serio .

  2. Não estou defendendo o Dija não, estou defendendo somente a nossa língua portuguesa!!!!

  3. Relógio agarrado no nariz, com certeza orientação de advogado.

  4. Para q frequentar aquela casa da luz,vrapaz !!

  5. A desculpa dele nao cola, sera que vai ficar por isso mesmo, ele devia estar dormindo e nao numa boate na madrugada….

    • Caro yuri por ser um atleta profissional a vida dele social continua, ou sera que vai ter que ser prisioneiro o resto da vida , fala serio amigo cheio de maria chuteira querendo se dar bem.

  6. Gente se jogar bola não der certo vc pode partir para o teatro pq é ótimo pra inventar cenas!!! Como um relógio agarra no nariz de alguém???? E outraaa querido, VC se acha dizendo q ela sabia quem vc é, ela mal sabe quem joga no time q ela torce vai saber de voltaco, estrelinhas VC né??? Menossss tá, justiça vai ser feita nada justifica a agressão a uma pessoa menor q vc.como uma pessoa sai da delegacia e volta com fratura,ela socou na parede o rosto, ela iria estragar o rosto dela só pra te acusar, quemmm VC acha q é cara???

    • Não duvido nada de ninguem, pode até ser que alguem se quebre propositalmente para prejudicar outro. Essse mundo tá virado, Ô loko.

  7. grande merda merda achar que e onda jogar no voltaço e bater em mulher covarde

  8. Pra se “redimir”, tem que trazer a vitória de Bacaxá para VR…

    • A GENTE, FALA SERIO NÉ! ESSE ASSUNTO JÁ DEU! ESTÃO QUERENDO PUBLICIDADE. TODO SE ACHANDO ESTRELA E FREQUENTANDO UM LUGAR DESSES????????

  9. Se fosse profissional sério não frequentar ia um local deste. Por ser um atleta deveria cuidar melhor de seu corpo, na madrugada é hora de estar dormindo. A desculpa do relógio agarrado no nariz da mulher pegou mal.

  10. Tá igual HQ, o Homem-Aranha batendo num assaltante e dizendo: “ops! Foi mal. Tua cara bateu na minha mão…”…

    Seria cômico se não fosse trágico. Esse cara deve ter um Q.I. de rato, sendo governado pelos instintos…

  11. Titular absoluto .Vamos Taçooo….

  12. Estorinha estranha… Vai jogar bola amigo. Vida que segue…

  13. Relógio no nariz? Criativo esse Dija hein… O relogio esbarra no nariz e quebra, que relogio e esse meu caro?! Está de parabéns! Criatividade longe do alcance de alguns, muito bem… Agredir uma mulher é fácil né, difícil é arcar com as consequências depois, principalmente se for uma pessoa como vc que se acha famosinho (no qual eu nunca havia escutado falar nem o nome) “Tentando chamar minha atenção (ela sabia quem eu era e onde jogava)” me poupe né….

  14. e gostaria muito que vc explicase esse lindo momento no qual vc se refere como se ela estivesse querendo se aproveitar, até o acontecido nenhum de nós envolvidos sequer sabiamos da sua existencia, esse seu lindo momento nao le da o direito de agredir as pessoas a sua volta.

  15. eu estou aguardando sua proxima versão, porque com essa ja são duas, por favor decida-se pois na primeira versão vc diz que ela teria escorregado e batido com o rosto no chão, agora vem com essa versão de relogio no nariz, meu caro com a verdade não se brinca e a verdade nõ tem versões.

  16. e outra coisa, cara na hora de mentir pensa no q vc esta falando, ela não seria burra ao ponto de chegar na delegacia sem lesoes e depois voltar pra mesma delegacia com lesoes, eu estava na delegacia e me lembro bem da sua cara de deboche diante do acontecido, o responsável por sujar seu nome é vc e não os outros, se vc não quer que seu nome seja sujo, seja uma pessoa honesta e verdadeira coisa que vc esta mostrando não ser.
    oque vc fez foi um verdadeiro ato de covardia.

  17. como pode ser sinico ao ponto de dar um depoimento mentiroso desse?
    nois temos o horario em q chegamos a delegacia, temos o encaminhamento para ela ir pra santa casa, temos o horario q chegamos na santa casa e o horario em q saimos,vc esta insinuando entao q as lesoes foram causadas dentro da santa casa? estranhamente vc não tem uma testemunha a seu favor, sendo q ela tem varias q testemunharam o acontecido, agora vir com esse papinho q o relojo agarrou no nariz dela? o nariz dela não é um gancho não meu amigo. e mesmo q fosse verdade q ela estaria pisando no seu pé, um homem descente( me desculpe) descente não, um homem de verdade, se afastaria dela e não engancharia o relogio no nariz da menina. vc a agrediu com um soco no rosto, e todos q estavam perto viram. seria mais decente da sua parte, admitir o seu erro. pois todos somos passiveis de erros. agora vir com uma desculpa esfarrapada dessa achando q todos somos burros e ignorantes, é uma vergonha um ser humano ser capaz de tanto sinismo.

Untitled Document