sábado, 16 de outubro de 2021 - 02:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Eduardo Baptista opta por manter base do Fluminense

Eduardo Baptista opta por manter base do Fluminense

Matéria publicada em 29 de janeiro de 2016, 19:43 horas

 


Tricolor das Laranjeiras vai encarar o Voltaço no Estádio Raulino de Oliveira

Pressão: Eduardo Baptista está ciente de que precisa vencer domingo (Foto: Divulgação)

Pressão: Eduardo Baptista está ciente de que precisa vencer domingo (Foto: Divulgação)

Rio – Após três jogos, o Fluminense ainda não conquistou a primeira vitória na temporada. Os tricolores terão nova chance neste domingo, quando encaram o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira. Nesta sexta-feira, o técnico Eduardo Baptista afirmou que não deve fazer muitas alterações na equipe que foi derrotada no meio de semana, para o Atlético-PR, pela Primeira Liga.

– O importante agora é dar sequência. Quanto menos mexer, melhor. Gostei muito de algumas coisas, mas está faltando um pouco mais de tranquilidade e concentração para finalizar as jogadas – disse.

A diretoria ainda corre para regularizar o zagueiro Renato Chaves, o meia Diego Souza e o atacante Richarlison. O zagueiro Henrique foi regularizado, mas vai ficar no banco de reservas neste fim de semana. Desfalque certo será o zagueiro Marlon.

– Muito difícil que saia hoje. Provavelmente teremos alguns na quarta. O Henrique já vai ser relacionado neste domingo. O Marlon, que conversei com ele e decidimos que ele vai treinar no fim de semana e voltar na quarta-feira – declarou.

Eduardo Baptista foi questionado sobre a expulsão de Fred contra o Atlético-PR. O treinador revelou que o assunto foi resolvido internamente.

– Está tudo resolvido com Fred. Foi feito internamente, como deve ser. Problema nenhum – falou.

Por fim, o comandante tricolor minimizou a pressão pelas vitórias. Eduardo Baptista destacou que está trabalhando para que o Fluminense consiga os bons resultados o mais rápido possível.

– O importante é ter convicção. Futebol é assim, a torcida quer resultado. Temos que ter tranquilidade, saber o caminho que vamos trilhar. O time vem jogando bem, daqui a pouco as vitórias saem – finalizou.

Fluminense manterá números fixos para seus atletas em 2016, e a maioria terá os mesmos números da temporada passada. As exceções são o meia Cícero, que trocou a 11 pela 7, e o lateral-direito Jonathan, que agora vestirá a 2 em vez da 18. Ainda com esperanças de acertar o retorno do atacante Wellington Nem às Laranjeiras, o clube decidiu reservar a camisa 11.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Esse Técnico do Flu esta fazendo estágio nas laranjeiras, não sabe nada de futebol!!! ultimo jogo contra o Furacão tirou Gustavo Scarpa para dar lugar a Magno Alves, tira um meia que já não tem, para colocar um atacante, resultado: nada adiantou, e depois o Cícero esta jogando lá trás!!! por um acaso ele é zagueiro??? no Santos ele jogava do lado de um atacante e era o artilheiro do time, vai entender!!!

Untitled Document