domingo, 21 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo bate Corinthians em Itaquera

Flamengo bate Corinthians em Itaquera

Matéria publicada em 15 de maio de 2019, 23:49 horas

 


São Paulo – O Corinthians tentou jogar, abriu seu time e buscou pressionar o Flamengo na noite desta quarta-feira, dentro da Arena. Depois de muita disputa no meio-campo e alguns contragolpes de ambos os lados, porém, quem saiu vencedor foi o time visitante, aproveitando uma bela cabeçada de Willian Arão, já na parte final do jogo. Com o resultado, o Rubro-Negro pode jogar pelo empate no segundo jogo, enquanto o Timão precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar às quartas de final.

A definição do confronto será no dia 4 de junho, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Bem antes disso, porém, ambos os times têm outros compromissos marcados. Pelo Brasileiro, os comandados do técnico Fábio Carille enfrentam o Atlético-PR, no domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada, enquanto os atletas de Abel Braga visitam o Atlético-MG, no sábado, às 19h (de Brasília), no Independência.

O primeiro tempo mostrou um duelo bastante equilibrado na Arena, com o Alvinegro apostando em uma marcação alta para surpreender os cariocas. Mostrando um time com apenas Ralf de volante, Carille viu seu time ter boa oportunidade com Vagner Love, mas o atacante não passou para Boselli, livre. A resposta veio em cruzamento de Arrascaeta para Léo Duarte, que cabeceou rente à trave de Cássio.

O Flamengo, que conseguiu siar da pressão corintiana depois dos 15 minutos do primeiro tempo, passou a ter mais a bola em seus pés e colocou seus meias no jogo. Em bola alçada na área, Bruno Henrique ganhou disputa com Manoel e a redonda sobrou nos pés de Éverton Ribeiro. O canhoto cortou Avelar duas vezes, uma para fora e outra para dentro, chutando para defesa segura de Cássio.

O Timão, aparentemente assustado com o perigo levado pelo adversário, deixou de pressionar o adversário e recuou a marcação, esterilizando um pouco das armas adversárias. Até o intervalo, o único lance de ataque relevante foi um chute de fora da área de Bruno Henrique, ao lado da meta de Cássio.

No segundo tempo, o Alvinegro apostou por pouco tempo na mesma equipe da etapa inicial. Sem reação dos seus comandados, logo mandou a campo Pedrinho no lugar de um apagado Mateus Vital. Depois, Jadson no posto de um tão apagado quanto Boselli. Abel respondeu com Diego na vaga de Arrascaeta. A partir dali o jogo ficou franco e bem mais agradável para os presentes e telespectadores.

Os donos da casa ameaçaram em duas finalizações de Danilo Avelar, uma defendida por Diego Alves e outra para fora. Depois, Jadson chutou para boa defesa do arqueiro adversário. O Mengão respondeu com bom contra-ataque, passe de Diego para Bruno Henrique exigir boa defesa de Cássio. Quando o duelo parecia diminuir um pouco de ritmo, porém, veio o elemento surpresa para abrir o placar.

Clayson errou passe bobo na saída de bola e entregou nos pés do Flamengo. A redonda rodou até o lado esquerdo, onde Bruno Henrique cruzou na medida para Willian Arão, como um raio, entrou na defesa adversária e cabeceou no canto, sem chances para o goleiro. Os cariocas, a partir dali, conseguiram segurar a vantagem e, mesmo com uma tentativa de pressão dos anfitriões, saíram vencedores.

CORINTHIANS 0 X 1 FLAMENGO

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 15 de maio de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Rafael da Silva Alves (RS)
VAR: Leandro Vuaden (RS)
Público: 30.364 pagantes
Renda: R$ 2.010.205,00
Cartões amarelos: Henrique, Clayson (Corinthians); Éverton Ribeiro (Flamengo)
Gols: FLAMENGO: Willian Arão, aos 33 minutos do segundo tempoCORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Junior Sornoza (Júnior Urso) e Mateus Vital (Pedrinho); Vágner Love, Boselli (Jadson) e Clayson
Técnico: Fábio Carille
FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Rodrigo Caio, Léo Duarte e Renê; Gustavo Cuéllar, Willian Arão, De Arrascaeta (Diego) e Everton Ribeiro (Lincoln); Bruno Henrique e Gabigol (Vitinho)
Técnico: Abel Braga


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Viva o Flamengo que bateu aquele timinho de São Paulo!
    Tem bandido na cadeia em Curitiba muito triste com essa notícia!
    Coitadinho do bandido!

Untitled Document