quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 05:55 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo bate Náutico e garante classificação

Flamengo bate Náutico e garante classificação

Matéria publicada em 16 de julho de 2015, 00:00 horas

 


Recife – O Flamengo garantiu a passagem para as oitavas de final da Copa do Brasil, ao derrotar o Náutico, por 2 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, na Arena Pernambuco. Os gols do Rubro-negro carioca foram marcados por Jorge e Paolo Guerrero, ambos no segundo tempo. Na próxima etapa da competição nacional, o time da Gávea vai encarar o vencedor do confronto entre Sport e Santos.

O resultado manteve uma escrita a favor do Flamengo, uma vez que a equipe carioca nunca foi eliminada por um time pernambucano nesta competição. Além disso, o Flamengo manteve uma invencibilidade de seis anos em jogos disputados em Pernambucano.

O resultado fez justiça ao time dirigido por Cristovão Borges que foi mais objetivo desde o início da partida. A volta de Guerrero e Emerson Sheik aumentou o poderio da equipe que foi sempre superior ao adversário. O Náutico até que tentou encarar o adversário, mas a limitação técnica da equipe dirigida por Lisca impediu que o time tivesse melhor sorte. Nos minutos finais, a equipe pernambucana pressionou, mas o goleiro Cesar apareceu muito bem,

O jogo

Sob chuva forte, as duas equipes começaram a partida com muita cautela. Aos cinco minutos, o primeiro lance de perigo. Wallace recuou mal para o goleiro Cesar que foi obrigado a deixar o gol para evitar que Douglas chegasse primeiro na bola.

A defesa rubro-negra mostrava falta de entrosamento e deu alguns sustos na torcida. No ataque, Emerson se movimentava por todos os lados para buscar jogo, enquanto Paolo Guerrero, isolado na frente, pouco participava do jogo.

O Náutico tentava administrar o resultado, tocando a bola com tranquilidade e sem abrir espaços para a penetração dos atacantes da equipe carioca. No entanto, aos 23 minutos, o Flamengo criou a primeira chance real de gol.

Everton fez boa jogada pela esquerda e rolou para Guerrero que chutou nas redes, mas pelo lado de fora, desperdiçando uma excelente oportunidade. O volante Jonas levou a pior numa dividida, sofreu uma luxação no cotovelo direito e não teve mais condições de continuar em campo, sendo conduzido ao hospital para melhor avaliação. O técnico Cristovão Borges optou pelo atacante Marcelo Cirino para substituí-lo, desfazendo o esquema com três volantes.

Com uma formação mais agressiva, o Flamengo se aproximou com mais perigo do gol da equipe pernambucana. Aos 38 minutos, Emerson Sheik fez boa jogada e chutou forte, mas o goleiro Julio Cesar espalmou e nenhum jogador da equipe rubro-negra conseguiu apanhar o rebote. Logo depois, foi a vez de Everton investir pela esquerda e cruzar para a entrada de Guerrero, mas o peruano chegou atrasado e não conseguiu a conclusão.

O segundo tempo começou com o Náutico assustando em cabeçada de Fabiano Eller, após cobrança de escanteio. Aos cinco minutos, o Flamengo marcou o primeiro gol. Sheik foi lançado na ponta esquerda e lançou Everton na área. O meia observa a aproximação de Jorge e faz o passe para o lateral-esquerdo completar para o gol. Foi o primeiro gol de Jorge como profissional.

Logo depois, o time rubro-negro criou nova chance para marcar com Guerrero que pegou de primeira, mas a bola saiu perto da trave esquerda. Sem outra alternativa, a equipe dos Aflitos partiu para buscar o empate e quase alcança o objetivo, aos 15 minutos, mas o goleiro Cesar fez grande defesa em chute de Rogerinho.

A pressão pernambucana continuou e o goleiro Cesar voltou a aparecer bem, aos 29 minutos, para impedir o gol, depois de chute forte de Bergson. Na cobrança do escanteio, a bola sobra para Douglas que chutar por cima do travessão, desperdiçando outra grande oportunidade para decretar o empate. O castigo veio depressa. Aos 31 minutos, Paolo Guerrero ampliou, depois de receber ótimo passe de Marcelo Cirino.

Depois de sofrer o segundo gol, o time da casa desanimou e quase sofreu o terceiro aos 41 minutos, em cobrança de falta executada por Emerson Sheik e
bem defendida pelo goleiro Julio Cesar. O Flamengo ainda desperdiçou a chance de marcar o terceiro gol, aos 45 minutos. Guerrero estava livre na área, mas Sheik errou na hora de fazer o passe.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document