segunda-feira, 29 de novembro de 2021 - 23:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo confirma Volta Redonda e Brasília como ‘casas’ no Brasileiro

Flamengo confirma Volta Redonda e Brasília como ‘casas’ no Brasileiro

Matéria publicada em 5 de maio de 2016, 18:41 horas

 


Neto e Bandeira de Mello conversaram por telefone durante a semana e já deixaram o contrato alinhavado para uso do Raulino

Acordado: Estádio da Cidadania vai ser palco de jogos do Flamengo no Campeonato Brasileiro

Acordado: Estádio da Cidadania vai ser palco de jogos do Flamengo no Campeonato Brasileiro

Rio e Volta Redonda – O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, vem nesta sexta-feira (06) a Volta Redonda para acertar os últimos detalhes da parceria com a prefeitura para que o rubro-negro mande jogos no Estádio da Cidadania Raulino de Oliveira no Campeonato Brasileiro. Bandeira tem um encontro com o prefeito Antônio Francisco Neto às 11 horas e depois os dois almoçarão juntos para fechar o acordo.

Neto e Bandeira de Mello conversaram por telefone durante a semana e já deixaram o contrato alinhavado. Tanto que nesta quinta-feira (5) o rubro-negro emitiu nota oficial confirmando o estádio municipal e o Mané Garrincha, em Brasília, como suas “casas” na competição nacional.

“A escolha foi feita pela Diretoria e o Departamento de Futebol e levou em conta critérios técnicos, de infraestrutura e financeiros, contemplando as necessidades esportivas para a competição e a projeção de faturamento do clube, sem esquecer o fato de que a imensa torcida rubro-negra faz o time se sentir em casa em qualquer lugar”, disse a nota.

A nota faz uma série de elogios ao Estádio da Cidadania, seguindo o que o técnico Muricy Ramalho já havia dito durante o Campeonato Estadual.

“Após avaliação criteriosa por parte do Departamento de Futebol, o estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, abrigará a maioria dos compromissos rubro-negros na competição. Vestiários, iluminação e gramado, incluindo o sistema de drenagem, foram alguns dos critérios determinantes para a escolha”, diz a nota, que completa:

“Comparativamente às demais opções estudadas, o estádio também contempla aspectos imprescindíveis para a operação das partidas, principalmente aqueles relacionados à segurança, acomodação e conforto do torcedor”.

O Mané Garrincha também foi destacado:

“Alinhando o aspecto técnico às necessidades financeiras do clube – que tem como princípio o cumprimento de todas as suas obrigações -, o Flamengo optou por sediar algumas partidas no Mané Garrincha, em Brasília. Moderno e com alta capacidade de público, o estádio utilizado na Copa do Mundo receberá jogos com maior apelo”.
A nota fecha dando possibilidade para que ao longo do campeonato aconteçam mudanças no planejamento. “No decorrer do Campeonato Brasileiro, o Clube de Regatas do Flamengo não descarta disputar partidas em outras localidades do Brasil e do Rio de Janeiro caso uma oportunidade se apresente e após avaliação criteriosa da parte técnica pelo departamento de futebol, questões logísticas e de marketing”.

Copa do Brasil

A delegação do Flamengo retornou ao Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira sob forte esquema de segurança. Na noite de quarta-feira, no Ceará, o time perdeu por 2 a 1 para o Fortaleza pelo confronto de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

O resultado agravou ainda mais a crise iniciada com a eliminação para o Vasco nas semifinais do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro também não conseguiu ser finalista na Primeira Liga e na própria Copa do Brasil deu vexame na estreia, caindo por 1 a 0 diante do Confiança, em Sergipe. Nesse caso a situação foi amenizada pelos 3 a 0 aplicados no sergipano na volta.

Apesar do forte esquema de segurança nenhum incidente foi registrado no aeroporto. Cerca de dez seguranças tomavam conta da área em que os jogadores passariam, porém, eles não foram abordados, porém, a maioria pediu para não conversar com os jornalistas.

– Temos que pensar no futuro e entender os erros que cometemos contra o Fortaleza, pois o Campeonato Brasileiro já vai começar e não podemos permitir que essas falhas nos atrapalhem ainda mais na temporada. O Fortaleza não é um adversário fácil de ser batido e também teve méritos na vitória que conquistou dentro de casa, mas podemos render mais na volta e nos classificarmos – comentou o lateral-esquerdo Jorge, um dos poucos a conversar com os jornalistas no desembarque desta quinta-feira.

Após o desembarque os jogadores foram liberados e apenas nesta sexta-feira está programado um treino pela manhã. Novamente a expectativa é a de que o Ninho do Urubu também esteja bem policiado e com um bom esquema de segurança.

O próximo confronto oficial do Flamengo já será a estreia no Campeonato Brasileiro, previsto para o sábado 14 de maio, às 16h(de Brasília), contra o Sport no Estádio Raulino de Oliveira, em Voltra Redonda (RJ). Já o confronto de volta com o Fortaleza acontecerá neste mesmo estádio, só que no dia 18 de maio. O Flamengo vai precisar de um triunfo por 1 a 0 para avançar, pois os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate.

Fora de campo a diretoria segue procurando a contratação de reforços e a zaga é a prioridade segundo pedido do técnico Muricy Ramalho ao diretor-executivo do departamento de futebol Rodrigo Caetano. O nome de Cléber, ex-Corinthians, é o mais ventilado nos corredores da Gávea. O jogador tem os direitos federativos ligados ao Hamburgo, da Alemanha, e vê com bons olhos um retorno ao futebol brasileiro, pois ainda alimenta o sonho de ser lembrado por Dunga para a Seleção Brasileira. Outros nomes que estão se destacando pelo futebol sul-americano também estão no radar dos dirigentes flamenguistas.

Confira os jogos do Flamengo
no Raulino no primeiro turno

1ª rodada
14/05/2016 – 16h
Flamengo x Sport
Raulino de Oliveira – Volta Redonda

3ª rodada
25/05/2016 – 21h
Flamengo x Chapecoense
Raulino de Oliveira – Volta Redonda

5ª rodada
02/06/2016 – 21h
Flamengo x Vitória
Raulino de Oliveira – Volta Redonda

11ª rodada
26/06/2016 – 11h
Flamengo x Fluminense
Raulino de Oliveira – Volta Redonda

12ª rodada
29 ou 30/06/2016*
Flamengo x Internacional
Raulino de Oliveira – Volta Redonda

16ª rodada
23 ou 24/07/2016*
Flamengo x América-MG
Raulino de Oliveira – Volta Redonda

19ª rodada
06 ou 07/08/2016*
Flamengo x Atlético-PR
Raulino de Oliveira – Volta Redonda


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Uma pergunta, Flamengo vai pagar pra jogar no Raulino ou a PMVR irá arcar com tudo? Alguém pode me responder?

  2. Romildo-Tricolor

    ” Casa ” do Flamengo ……… Ta de brincadeira kkkkk , será que vão fazer aquela palhaçada que fizeram em Manaus kkkkkkk ….. deixaram as pobres crianças esperando e passaram igual uns bois na frente das crianças e iguais uns retardados fincaram bandeira no meio do campo kkkkkkkkkkkkkkk só rindo mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Engano seu “minha opiniao” o estadio e do povo de Volta Redonda e o Voltaço e o time da cidade.

  4. Sr. Neto, porque não dispensar tratamento diferenciado ao Voltaço, que é o time da cidade. Sabemos que o senhor é rubronegro desde de criança, mas tenha a paciência, puxaquismo tem limite.
    Isto é uma covardia, prefeitinho….

  5. Não entendo, o Flamengo joga aqui para não mais de 5.000 pessoas, muiutoi pouco para o dito “mais querido”………e os bares ao redor do estadio cheios de gente,,,,,,,gatonet
    Vamos reclamar do governo, é culpa dele

  6. Aí o Neto adora. Conversar com os cartolas dos “grandes” da capital….adora isso. Agora, na hora de beneficiar o time da cidade, o Voltaço,….pouco caso.

  7. Meeeeeengo

  8. Tudo bem. A PMVR pode emprestar o Estádio para o FLAMENGO, FLUMINENSE , BOTAFOGO desde que não atrapalhe o Voltaço na Série D. A torcida do Voltaço só não aceita que o Estádio seja emprestado ao RESENDE. O RESENDE tem que mandar seus jogos em São Januário.

  9. Aqui e a casa do Voltaco. Fora Flamengo.

  10. Opa!!

    Previsão de muitos vexames em campo e protestos de torcedores indignados aqui em VR para os próximos meses.

    Só não pode colocar a culpa no estádio.

Untitled Document