terça-feira, 7 de dezembro de 2021 - 08:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo elimina o Fluminense em clássico eletrizante

Flamengo elimina o Fluminense em clássico eletrizante

Matéria publicada em 2 de novembro de 2017, 00:13 horas

 


Rio – O Flamengo conquistou classificação emocionante para a semifinal da Copa Sul-Americana ao empatar por 3 a 3 com o Fluminense, nesta quarta-feira, no Maracanã. Os rubro-negros chegaram a estar perdendo por 3 a 1 no início do segundo tempo, mas conseguir alcançar a igualdade. Os flamenguistas avançaram por terem vencido o duelo de ida pelo placar mínimo.

O Fluminense abriu o placar logo no começo do jogo com Lucas, mas viu o Flamengo empatar pouco tempo depois com Diego. No fim da etapa inicial, os tricolores marcaram o segundo, com Renato Chaves. No começo do segundo tempo, o mesmo Renato Chaves marcou o terceiro da equipe das Laranjeiras. Mesmo em desvantagem, os rubro-negros arrancaram o empate com gols de Felipe Vizeu e William Arão.

Na semifinal, o Flamengo espera o vencedor do confronto entre Sport e Júnior-COL, que se enfrentam nesta quinta-feira, em Barranquilha. No jogo de ida, na Ilha do Retiro, os colombianos venceram por 2 a 0 e estão com boa vantagem para avançar na competição.

O jogo

Com a necessidade de buscar o resultado, o Fluminense iniciou a partida voltado para o ataque e conseguiu o gol logo aos dois minutos. Após troca de passes, Marcos Júnior achou Lucas sozinho na direita. O lateral entrou na área e chutou sem chance para Diego Alves.

O revés fez o Flamengo acordar. Tanto que os quatro minutos, William Arão arriscou de fora da área e obrigou Diego Cavalieri a se esticar para impedir o empate. No entanto, aos nove, os rubro-negros chegaram a igualdade no Maracanã. Diego cobrou falta no ângulo, longe de Cavalieri, que não chegou a tempo de fazer a defesa.

Depois do empate, o clássico ficou nervoso, com muitas divididas mais ríspidas. Com isso, o confronto ficou concentrado entre as intermediárias, sem lances de perigo.  O jogo voltou a ganhar emoção somente aos 31 minutos. Após cobrança de escanteio, Renato Chaves subiu mais que a zaga rubro-negra e cabeceou para o gol. A bola foi em cima de Diego Alves, que espalmou no susto para frente para salvar o Flamengo.

Enquanto o Flamengo buscava os contra-ataques, sem sucesso, o Fluminense era mais objetivo e levava mais perigo. De tanto insistir, os tricolores chegaram ao segundo gol, aos 40 minutos. Após cobrança de escanteio, Renato Chaves cabeceou cruzado, desta vez sem chance para Diego Alves.

Atrás no placar, o Flamengo aproveitou os minutos finais para esboçar uma pressão em busca do empate. Na melhor chance, Trauco tentou o cruzamento, mas quase acertou a rede. O Fluminense conseguiu se segurar para ir ao intervalo com a vantagem no placar.

No segundo tempo, o Flamengo voltou com a intenção de buscar a igualdade logo no início. No entanto, os rubro-negros tinham dificuldade em passar pela marcação tricolor. A primeira boa chance veio somente aos cinco minutos, quando Diego cruzou e viu Reginaldo quase marcar contra. O goleiro Diego Cavalieri estava atento para fazer a defesa.

Só que na primeira vez que o Fluminense foi a frente, os tricolores chegaram ao terceiro gol, aos nove minutos. Após cobrança de falta de Gustavo Scarpa na área, Renato Chaves mais uma vez cabeceou para o gol. A bola bateu na trave, no gramado e foi para a rede.

O revés não mudou a maneira do Flamengo atuar. Tanto que os rubro-negros quase marcaram o segundo aos 13 minutos. Pará cruzou pela direita para Diego. O meia se esticou, mas colocou pela linha de fundo. Os flamenguistas conseguiram chegar ao gol aos 22. Éverton Ribeiro deu belo passe de letra e deixou Felipe Vizeu sozinho na área. O atacante tocou na saída de Diego Cavalieri para colocar fogo no clássico.

Depois do gol, os flamenguistas aumentaram a pressão em busca do empate. O Fluminense se segurava de todas as formas, mas contava com os erros de passes do Flamengo para avançar nos contra-ataques. Com isso, o clássico ganhou em emoção e tensão.

Quando parecia que o Fluminense tinha conseguido segurar os avanços rubro-negros, o Flamengo chegou ao terceiro gol, aos 38 minutos. Após falta cobrada na área, William Arão cabeceou e viu a bola bater na trave antes de ir para a rede.

Nos minutos finais, quem pressionou em busca do gol foi o Fluminense. No entanto, os tricolores pararam na retranca rubro-negra, que segurou o resultado até o apito final.

FLAMENGO 3 X 3 FLUMINENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 1 de novembro de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Patricio Lostau (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfa (Argentina) e Cristian Navarro (Argentina)
Renda: R$ 1.956.575,00
Público: 34.695 pagantes
Cartões amarelos: Everton, Felipe Vizeu, Diego Alves, Lucas Paquetá e William Arão (Flamengo); Douglas, Henrique Dourado, Reginaldo, Richard, Marlon e Lucas (Fluminense)
GOLS
FLAMENGO: Diego, aos 9min do primeiro tempo; Felipe Vizeu, aos 22min do segundo tempo; William Arão, aos 38min do segundo tempo
FLUMINENSE: Lucas, aos 2min do primeiro tempo; Renato CHaves, aos 40min do primeiro tempo e 9min do segundo tempo
FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Rhodolfo, Juan (Rafael Vaz) e Miguel Trauco (Vinícius Júnior); Willian Arão, Gustavo Cuéllar (Lucas Paquetá), Diego, Everton Ribeiro e Everton; Felipe Vizeu
Técnico: Reinaldo Rueda
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Reginaldo e Marlon; Richard, Douglas (Pedro), Junior Sornoza (Wendel) e Gustavo Scarpa; Marcos Júnior (Romarinho) e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document