domingo, 15 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo encara Paraná com time alternativo

Flamengo encara Paraná com time alternativo

Matéria publicada em 29 de agosto de 2017, 17:43 horas

 


Chances: Jovem Felipe Vizeu é uma das atrações do Flamengo na noite desta quarta-feira

Chances: Jovem Felipe Vizeu é uma das atrações do Flamengo na noite desta quarta-feira

Cariacica, ES – O Flamengo encara o Paraná Clube nesta quarta-feira, às 21h45(de Brasília), no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES), em confronto válido pelas quartas de final da Copa da Primeira Liga. O Rubro-Negro terminou o Grupo B na primeira colocação e por isso mesmo tem a vantagem de escolher o local do duelo único.

A opção pelo Espírito Santo foi o pouco apelo que o confronto teria em território carioca, já que a competição está bem esvaziada. Apesar de ser mandante, o Flamengo não tem a vantagem do empate e se o jogo terminar empatado o vitorioso será conhecido nas cobranças de pênaltis. Apesar da pouca importância, o colombiano Reinaldo Rueda, treinador do Rubro-Negro, quer a vitória.

– O Flamengo é um time que sempre entra em campo com o pensamento de conquistar títulos e por isso mesmo vamos em busca de uma vitória para cima do Paraná. O nosso objetivo é ganhar o jogo e chegar às semifinais. Depois analisamos a situação – disse Rueda.

O desinteresse do Flamengo, apesar de não explícito, se deve muito ao fato de que o time começa a decidir já a partir da próxima semana o título da Copa do Brasil em decisão contra o Cruzeiro. Os atletas relacionados para este confronto, porém, garantem que o foco está no Paraná.

– Sabemos que os jogos contra o Cruzeiro estão cercados de expectativa, mas não são nossos dois únicos jogos no ano e por isso mesmo estamos brigando em várias frentes. Vamos tentar fazer um grande jogo contra o Paraná e garantir a vaga nas semifinais – disse o volante Rômulo.

Apesar de o Flamengo garantir a seriedade do confronto, Rueda vai preservar seus titulares, que nem seguiram para o Espírito Santo. Mesmo assim, atletas de peso foram relacionados, como o meia Everton Ribeiro e o atacante Geuvânio, que não estão inscritos na Copa do Brasil.

A principal novidade é o meia argentino Darío Conca, que enfim vai para um duelo sob o comando do colombiano. Mas ele deverá iniciar o choque no banco de reservas e entrar no decorrer do jogo. Já as laterais são problema a parte para o treinador. Com Trauco servindo a seleção peruana e Renê ainda se recuperando de uma entorse no tornozelo, Rodinei e Pará foram os titulares nos últimos dois compromissos da equipe.

Temendo lesão ou desgaste físico da dupla, Rueda não os relacionaou para a viagem, e convocou dois atletas da base, Klebinho e Pablo Maldini.

– Todo jogador do Flamengo entra para ganhar. Nem nos jogos com os amigos a gente quer perder, imagine numa competição. Oportunidade também de poder testar outros jogadores, dar minutos para eles entrarem em ritmo de jogo -, disse o goleiro Diego Alves em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Além de Conca, o treinador do Flamengo terá à disposição no banco o goleiro Thiago, o zagueiro Thuler, e os meias Matheus Savio, Mancuello, Gabriel e Lucas Paquetá.

Pelo lado do Paraná, o técnico Lisca pediu atenção ao novo Flamengo de Reinaldo Rueda.

– Desde que o Rueda chegou o Flamengo se tornou ainda mais perigoso. Trata-se de um treinador que monta seus times de trás para a frente e por isso mesmo o Flamengo está há quatro jogos em sofrer gols. Vamos precisar de uma grande noite para classificarmos. Mas a nossa equipe também tem as suas qualidades e condições de atingir os objetivos que foram traçados – disse Lisca.

Disputando apenas a Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube não passa por nenhuma maratona de jogos no momento ou tem problemas de desgaste. Além disso, precisa voltar a ganhar títulos para trazer o torcedor de volta para o estádio, além de buscar premiações para melhorar sua parte financeira.

Por isso, o técnico Lisca deve mandar o time com força total a campo e manter a base que derrotou o Juventude por 2 a 0 na rodada passada da Série B. A tendência é fazer apenas uma mudança no meio-campo, com a entrada de Minho, recuperado e já em boas condições físicas, no lugar de João Pedro.

O zagueiro Eduardo Brock aposta no bom momento do time na Serie B e com o padrão de jogo adquirido após a chegada do treinador para buscar a classificação longe de casa.

– É um jogo de grande visibilidade para o clube e também para nós, jogadores. Então, vamos em busca da classificação, respeitando o adversário, mas procurando dar sequência nesse bom momento que vivemos -, concluiu,

No Campeonato Brasileiro, onde os paranistas aparecem na quinta posição com 34 pontos, sonhando com o G-4, a zona de acesso para a elite do futebol nacional. Já no Brasileirão o Flamengo, que vem de triunfo de 2 a 0 sobre o Atlético-PR, tem 35 pontos e está no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores. Quem avançar do choque entre o Flamengo e o Paraná fará a semifinal no domingo com o vitorioso do embate entre Internacional e Atlético-MG, que jogam nesta quarta-feira no Rio Grande do Sul.

FLAMENGO-RJ X PARANÁ CLUBE-PR

Local: Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES)
Data: 30 de agosto de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Assistentes: Magno Arantes Lima (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
FLAMENGO: Muralha, Klebinho, Léo Duarte, Rafael Vaz e Pablo Maldini; Rômulo, Márcio Araújo e Éverton Ribeiro; Geuvânio, Vinicius Júnior e Felipe Vizeu
Técnico: Reinaldo Rueda
PARANÁ: Richard, Cristovam, Eduardo Brock, Maidana e Igor; Gabriel Dias, Leandro Vilela e Renatinho; Minho, Robson e Alemão
Técnico: Lisca

Untitled Document