Flamengo faz 6 a 0 no ABC e fica perto das quartas de final da Copa do Brasil - Diário do Vale
terça-feira, 21 de setembro de 2021 - 23:17 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo faz 6 a 0 no ABC e fica perto das quartas de final da Copa do Brasil

Flamengo faz 6 a 0 no ABC e fica perto das quartas de final da Copa do Brasil

Matéria publicada em 29 de julho de 2021, 23:31 horas

 


Rio de Janeiro – O Flamengo vai passear em Natal daqui uma semana. Com enorme vantagem após golear o ABC, no Maracanã, por 6 a 0, nesta quinta-feira, o técnico Renato Gaúcho, enfim, poderá descansar todos os seus titulares após a visita ao Corinthians. Praticamente classificado às quartas de final da Copa do Brasil, vai à Arena das Dunas apenas confirmar a vaga encaminhada com maestria no Rio de Janeiro.

 

O Flamengo cumpriu à risca a determinação do treinador para o primeiro jogo. Renato pediu marcação alta, pressão, seriedade e vitória com boa vantagem no confronto. A situação ficou confortável com a realização de apenas 45 minutos e 4 a 0 no placar. Sem nenhum risco atrás e arrasador na frente, viu Arrascaeta orquestrar as jogadas e Bruno Henrique e Gabriel Barbosa mostrarem que estão com o fato de gol apurado.

 

Foi o quinto triunfo seguido do Flamengo sob o comando de Renato Gaúcho e impressionantes 21 gols anotados. Depois de sofrido 1 a 0 na casa do Defensa Y Justicia, chegou à quarta goleada consecutiva. Fez 5 a 0 no Bahia, 4 a 1 na volta diante dos argentinos, 5 a 1 no São Paulo e agora esses 6 no ABC, recuperando o futebol de encanto apresentado em 2019.

 

Disposto a abrir vantagem e ficar tranquilo para o duelo da volta, marcado para a Arena das Dunas, Renato Gaúcho escalou todos os seus titulares do meio para a frente. Descanso apenas para os zagueiros Rodrigo Caio e Gustavo Henrique, além do lateral Filipe Luís.

 

E bastou o árbitro apitar o início do jogo para o Flamengo sair com tudo para o ataque. A ordem era botar um gol de vantagem cedo. Com pressa, o time foi logo assustando com menos de um minuto. Antes dos 10, já eram quatro finalizações. Gabriel Barbosa perdeu gol feito. Os laterais Isla e Renê eram pontas no Maracanã.

 

Os atletas do time potiguar estavam tão assustados que tentavam “matar o tempo” antes da metade da etapa inicial, para desespero de Renato Gaúcho. O técnico brigava com o árbitro cobrando atitude contra a cera do ABC. “É um esculacho”, disparava, bastante incomodado.

 

Apesar do nervosismo de Renato Gaúcho, o Flamengo era muito superior em campo, dominava todas as ações e bastava capricho para o gol sair. Ele demorou 27 minutos. Diego arrancou e a bola sobrou para Arrascaeta transformar o domínio em campo em vantagem no placar. Logo depois, Gabriel ampliou, após bela troca de passes.

 

O ABC, com cinco defensores e somente um homem na frente, virou presa fácil. Sem “achar” os cariocas, ainda sofreu mais dois gols antes do intervalo. Bruno Henrique bateu no canto e Gabriel acertou a cabeçada.

 

O começo do segundo tempo foi de notícia ruim para Renato Gaúcho Em uma arrancada, sozinho, Renê sentiu contusão muscular na coxa direita. Saiu de campo chorando. O lance assustou o treinador, que imediatamente trocou logo quatro de uma vez. Além de tirar o lateral, machucado, resolveu se precaver e deu descanso a Bruno Henrique, Diego Ribas e Arrascaeta. Pouco depois tiraria Gabriel.

 

Com o amplo placar, o Flamengo diminuiu o ritmo na etapa. Mesmo assim ainda dominava a posse de bola e jogava no campo ofensivo. O ABC tentava sair de trás, o que era enorme sacrifício. Ao deixar espaços num raro ataque, sofreu contragolpe rápido e Donato, na tentativa de evitar gol de Pedro, mandou contra as próprias redes.

 

Já com o ataque reserva em campo, o Flamengo resolveu apertar nos minutos finais. Pedro ficou no quase, Michael fechou acertou o alvo e fechou a surra histórica.

 

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 6 x 0 ABC

FLAMENGO – Diego Alves; Isla, Bruno Viana, Léo Pereira e Renê (Rodinei); Willian Arão, Diego Ribas (Thiago Maia), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Pedro); Bruno Henrique (Michael) e Gabriel Barbosa (Vitinho). Técnico: Renato Gaúcho.

ABC – Welligton; Vinícius Leandro, Donato e Alisson Cassiano; Netinho, Vinícius Paulista (Felipe Manoel), Diego Valderrama, Marcos Antônio (Claudinho), Wesley Pimbinha (Rodrigo Fumaça) e Bruno Souza (Vinícius Silva); Gustavo Henrique. Técnico: Moacir Júnior.

GOLS – Arrascaeta, aos 2, Gabriel Barbosa aos 32 e aos 45, e Bruno Henrique aos 41 minutos do primeiro tempo. Donato (contra), aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Marcos Antônio, Alisson Cassiano e Wesley Pimbinha (ABC).

ÁRBITRO – Marielson Alves Silva (BA).

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

 

Por Fabio Hecico, especial para a AE


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Dragão do Voltaço

    Tá ganhando porque tá enfrentando times fracos. Essa marra toda vai acabar não vai demorar muito. Vai parar com esse negócio de “outro patamar”. Já está na hora disso tudo acabar…

Untitled Document