quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 06:10 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo goleia o Boavista e assume ponta

Flamengo goleia o Boavista e assume ponta

Matéria publicada em 28 de janeiro de 2017, 21:31 horas

 


Natal(RN) – O  Flamengo assumiu a liderança do Grupo B do Campeonato Carioca ao golear o Boavista por 4 a 1 , em partida disputada na noite deste sábado, na Arena das Dunas, em Natal. O rubro-negro da Gávea marcou seus primeiros três pontos na competição, se igualando ao Madureira, mas superando o rival no número de gols marcados. O Boavista é o lanterna do grupo, sem qualquer ponto ganho.
E os jogadores peruanos brilharam. Paolo Guerrero marcou dois e  e o estreante lateral Trauco também anotou. Diego completou o marcador para o Flamengo, enquanto Mosquito descontou para o time da Região dos Lagos. A vitória da equipe rubro-negra foi merecida. Depois de um primeiro tempo equilibrado, o time comandado por Zé Ricardo voltou muito mais organizado e não encontrou dificuldades para alcançar sua primeira vitória na temporada.
Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Macaé, no Raulino de Oliveira. O Boavista vai receber o Nova Iguaçu, em Bacaxá
O jogo –  Apoiado pela torcida potiguar, o Flamengo partiu para o ataque desde o início. Logo aos dois minutos, o lateral peruano Trauco cruzou e Mancuello quase conseguiu alcançar a bola. A resposta do Boavista veio em chute forte de Pedro Botelho que Alex Muralha espalmou para escanteio. O rubro-negro tinha mais posse de bola e os jogadores do meio-campo tentavam fazer lançamentos para Paolo Guerrero, sempre bem marcado.
Aos 12 minutos, Guerrero foi lançado na área, mas escorregou e acabou desarmado. O volante Rômulo, um dos estreantes da noite, atuava centralizado no meio-campo, enquanto William Arão se deslocava pelo lado direito. O Flamengo tocava a bola procurando um espaço para penetrar na área do Boavista, mas a equipe de Bacaxá se defendia com muitos jogadores e bloqueava a entrada da área.

Só aos 19 minutos é que o time dirigido por Joel Santana apareceu na área do Flamengo com uma investida de Maicon pela lateral direita,após lançamento de Erick Flores. O cruzamento não foi cortado pela zaga e o rebote ficou com Mosquito que mandou para fora, desperdiçando uma boa chance.
Logo depois da parada técnica, o Boavista voltou a incomodar. Erick Flores cruzou, Trauco desviou de cabeça e Júlio César pegou de primeira, levando muito perigo para o gol defendido por Alex Muralha.
A torcida rubro-negra tentou empurrar o time para cima do adversário, mas o Flamengo encontrava dificuldades para fazer a bola chegar aos atacantes. Aos 31 minutos, o Flamengo marcou o primeiro gol. O lateral Trauco foi ao fundo e cruzou com perfeição na cabeça de Guerrero que testou sem dar chances de defesa para o goleiro Felipe.  Sem outra alternativa, o Boavista teve que abandonar o sistema defensivo e partir para buscar o empate. E aos 40 minutos, o time de Joel conseguiu seu objetivo. Pedro Botelho cruzou e Mosquito subiu para cabecear e deixar tudo igual.
O Flamengo quase desempatou aos 43 minutos. Trauco cruzou para a área. A zaga cortou mal e Mancuello concluiu para o gol. Felipe fez a defesa em dois tempos. O time dirigido por Zé Ricardo voltou mais agressivo para o segundo tempo.Logo aos dois minutos, Mancuello bateu falta e Rafael Vaz cabeceou com perigo. Aos oito minutos, o rubro-negro da Gávea desempatou. Mancuello fez excelente lançamento para Trauco. O lateral peruano invadiu a área e tocou na saída do goleiro Felipe. O gol motivou a equipe que marcou o segundo gol aos 15 minutos. Rodinei cruzou e Guerrero subiu com estilo para marcar o terceiro gol. O Boavista desanimou com o terceiro gol e passou a encontrar mais dificuldades para organizar jogadas ofensivas.
Depois da parada técnica, o time dirigido por Joel Santana quase marcou o segundo gol aos 26 minutos, mas Alex Muralha fez grande defesa, em cabeçada de Matheus Paraná. A resposta do Flamengo veio em penetração de Rodinei que invadiu a área, mas foi bloqueado pelo goleiro Felipe.
Joel colocou o meia Felyppe Gabriel em campo para aumentar a produção ofensiva da sua equipe.
Depois dos 35 minutos, o ritmo do jogo caiu bastante. O Flamengo passou a administrar o resultado, enquanto o Boavista, sem forças para reagir, conformou-se com o resultado e acabou sofrendo o quarto gol aos 46 minutos, através de Diego que usou toda a sua categoria para se livrar do marcador e chutar sem defesa para Felipe.
FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 1 BOAVISTA
Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data: 28 de janeiro de 2017, sábado
Hora: 19h30 (de Brasília)
Público: 9.211 pagantes
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Jackson Massara dos Santos e Diego Luiz Barcelos
Cartão Amarelo: Trauco(Fla); Christiano, Mosquito(Boa)
Gols:
FLAMENGO: Paolo Guerrero, aos 31 minutos do primeiro tempo e 15 minutos do segundo tempo; Trauco aos oito minutos e Diego aos 46 minutos do segundo tempo
BOAVISTA: Mosquito, aos 40 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: ALex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz(Juan) e Trauco; Rômulo(Márcio Araújo), William Arão, Mancuello e Diego : Adryan(Rodinei) e Guerrero
Técnico: Zé Ricardo
BOAVISTA: Felipe, Maicon, Antonio Carlos, Lucas Rocha e Christiano; Júlio César(Felyppe Gabriel), Douglas Pedroso, Pedro Botelho(Matheus Paraná) e Erick Flores; Mosquito e Tiago Amaral(Marcelo Nicácio)
Técnico: Joel Santana

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document