>
domingo, 22 de maio de 2022 - 17:57 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo tenta reação contra desesperada Chapecoense

Flamengo tenta reação contra desesperada Chapecoense

Matéria publicada em 8 de setembro de 2018, 11:11 horas

 


Flamengo tem jogado em alto nível e em ritmo acelerado em várias frentes

Rio – Em um jogo onde reação é a palavra de ordem, Flamengo e Chapecoense se enfrentam neste sábado, às 21h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro perdeu as duas últimas partidas, sendo a mais recente por 2 a 1 para o Internacional no Rio Grande do Sul, estacionou nos 41 pontos e caiu para a quarta posição. Pouco para quem foi para o recesso da Copa do Mundo liderando com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado. Situação pior vive o time catarinense, que não ganha há quatro jogos, vem de empate por 1 a 1 com o Paraná fora de casa e aparece na penúltima colocação, com 22 pontos, afundado na zona de rebaixamento.

Maurício Barbieri, treinador do Flamengo, sabe da necessidade de se mudar rapidamente a situação, mas sabe que vai ter que trabalhar em um cenário de falta de confiança.

– Quando os resultados não aparecem é natuaral que surja a falta de confiança. Nos resta trabalhar para mudar esta realidade a partir de sábado – disse Barbieri.

Os jogadores estão cientes da necessidade de uma rápida reação.

– Não é o momento de apresentarmos desculpas ou procurá-las. Temos que trabalhar cada vez mais, nos treinos e jogos, para que esta situação seja mudada o mais rapidamente possível. A nossa expectativa é que seja contra a Chapecoense a volta das vitórias. Quem for ao Maracanã vai ver um time lutando os noventa minutos pelo resultado positivo, que é fundamental – disse o goleiro Diego Alves.

Para a partida, o Flamengo segue desfalcado de Lucas Paquetá, que serve a Seleção Brasileira nos amistosos nos Estados Unidos, e o volante colombiano Cuellar, também convocado para a seleção de seu país. Com isso, o paraguaio Piris da Motta segue no time como primeiro volante, e Rômulo e William Arão disputam posição ao seu lado.

Por outro lado, Barbieri terá os retornos do zagueiro Réver, que não enfrentou o Internacional por ter seus direitos federativos ligados ao Colorado, e do meia Diego, que cumpriu suspensão por acúmulo de cartões amarelos. O primeiro reaparece no posto de Rhodolfo, compondo o setor com Léo Duarte. Já para o retorno do apoiador, o colombiano Marlos Moreno deve perder o posto. No comando do ataque segue a dúvida de Barbieri, com Lincoln, Fernando Uribe ou Henrique Dourado disputam posição.

Pelo lado da Chapecoense, o técnico Guto Ferreira quer ver sua equipe com atitude no Rio de Janeiro.

– Não podemos pensar em posição na tabela de classificação e sim em jogarmos melhor do que estamos jogando e em corrigir os erros vistos nos últimos jogos. É importante ter atitude para enfrentar o Flamengo no Rio de Janeiro e tenho certeza que minha equipe vai ter esta atitude – disse Guto.

Em termos de escalação a Chapecoense tem duas mudanças. O volante Amaral assume a vaga de Elicarlos, suspenso por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Paraná. A boa notícia é o retorno do atacante Leandro Pereira, que estava suspenso e reaparece. Resta saber se Victor Andrade ou Bruno Silva será seu companheiro no ataque, pois Wellington Paulista continua afastado por decisão da comissão técnica e da diretoria. O zagueiro Douglas, recuperado de lesão no adutor da coxa esquerda, será novamente relacionado, mas, ainda sem ritmo de jogo, deve ver Nery Bareiro e Rafael Thyere seguindo na zaga.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram na Arena Condá, em Chapecó (SC), e naquela ocasião a Chapecoense ganhou por 3 a 2. Héctor Canteros, Guilherme e Leandro Pereira anotaram os gols dos catarinenses, enquanto que Paolo Guerrero e Vinicius Júnior descontaram para os cariocas.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ X CHAPECOENSE-SC

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de setembro de 2018 (Sábado)
Horário: 21h(de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rhodolfo e Renê; Piris da Motta, William Arão (Rômulo), Everton Ribeiro, Diego e Vitinho; Lincoln (Fernando Uribe ou Henrique Dourado)
Técnico: Maurício Barbieri

CHAPECOENSE: Jandrei, Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Amaral, Márcio Araújo, Héctor Canteros e Agustín Doffo; Victor Andrade (Bruno Silva) e Leandro Pereira
Técnico: Guto Ferreira


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document