domingo, 15 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo vence e rebaixa o América-MG

Flamengo vence e rebaixa o América-MG

Matéria publicada em 17 de novembro de 2016, 00:06 horas

 


Resultado deixa o rubro-negro na vice-liderança e agora precisa secar o Palmeiras e Santos que jogam nesta quinta-feira

 No Mineirão: Everton marcou o único gol da partida, ainda no primeiro tempo e deu a vitória ao Flamengo (Foto: Staff Images / Flamengo)


No Mineirão: Everton marcou o único gol da partida, ainda no primeiro tempo e deu a vitória ao Flamengo (Foto: Staff Images / Flamengo)

Belo Horizonte – O Flamengo acabou com a sequência negativa no Campeonato Brasileiro e derrotou por 1 a 0 o América-MG, nesta quarta-feira (16), no Mineirão. Com o resultado, os rubro-negros voltam à vice-liderança da Série A com 66 pontos e torcem contra o Palmeiras, para diminuírem a distância para o líder, e Santos antigo segundo colocado. Já os mineiros sacramentaram o rebaixamento e vão disputar a Segundona da próxima temporada.
Os cariocas foram superiores durante os 90 minutos. No entanto, o Flamengo levou alguns sustos no início da partida. O gol da vitória veio ainda no primeiro tempo, com Everton, que contou com o desvio da zaga antes de ir para a rede.
Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Coritiba, no Maracanã, no domingo. No mesmo dia, o América-MG viaja até Porto Alegre para encarar o Grêmio.

O jogo

Mesmo fora de casa, o Flamengo começou a partida pressionando o América-MG. No entanto, quem teve a primeira chance de abrir o placar foram os donos da casa, aos nove minutos. Jonas cobrou falta com categoria, Paulo Victor voou para espalmar. A bola bateu na trave e voltou para Nixon, mas o atacante finalizou pela linha de fundo.
Enquanto os rubro-negros seguiam rondando a área e pouco eram efetivos, o América-MG aproveitava os espaços dados pelos cariocas para chegar com perigo ao ataque. Aos 18 minutos, Danilo chutou, a bola bateu na zaga e sobrou para Michael. O atacante, livre, tentou finalizar de primeira, mas acabou furando.
O Flamengo só chegou pela primeira vez com perigo aos 27 minutos. Jorge fez boa jogada individual e arriscou da entrada área, mas a bola passou próximo a trave de João Ricardo. O lance animou os cariocas, que não demoraram para abrir o placar no Mineirão. Aos 32 minutos, Jorge cruzou pela esquerda, Everton cabeceou, a bola desviou em Jonas e enganou o goleiro mineiro.
O gol fez com que os visitantes se tranquilizassem na partida. Assim, o Flamengo passou a criar mais chances de marcar. Primeiro, Fernandinho chutou cruzado, mas William Arão não chegou a tempo de colocar para a rede. Depois, foi a vez de Diego finalizar, só que para fora. Nos minutos finais, o panorama continuou o mesmo e os cariocas foram para o intervalo com a vantagem.
No segundo tempo, o América-MG voltou melhor e criou boa chance aos cinco minutos. Michael recebeu passe e finalizou com força, mas parou em boa defesa de Paulo Victor. O Flamengo se preocupava mais em não deixar os donos da casa chegarem com perigo e diminuir a intensidade no setor ofensivo.
Assim como no primeiro tempo, o Flamengo só teve sua primeira boa chance aos 27 minutos. Gabriel recebeu passe na entrada da área e chutou próximo ao gol de João Ricardo. A resposta do América-MG veio aos 36. Após cruzamento, Michael cabeceou, mas viu Paulo Victor se esticar para fazer grande defesa.
Nos minutos finais, os rubro-negros tentaram segurar a bola no ataque, mas sofreram com a pressão do América-MG em busca do empate. No entanto, os mineiros pararam nas boas defesa do goleiro Paulo Victor, que sustentou a vantagem até o apito final.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 0 X 1 FLAMENGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 16 de novembro de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Rogério Pablo Zanardo (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartão amarelo: Michael (América-MG)
GOL
FLAMENGO: Everton, aos 32min do primeiro tempo

AMÉRICA-MG – João Ricardo; Jonas, Alison, Messias e Ernandes; Leandro Guerreiro (Xavier), Juninho, Tony e Danilo Barcelos (Nilson); Nixon (Sávio) e Michael
Técnico: Enderson Moreira

FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Alejandro Donatti, Juan e Jorge; Márico Araújo, Willian Arão e Diego (Cuellar); Everton (Gabriel), Leandro Damião e Fernandinho (Thiago Santos)
Técnico: Zé Ricardo

Untitled Document