quinta-feira, 2 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense bate Resende com gol no final

Fluminense bate Resende com gol no final

Matéria publicada em 1 de março de 2015, 21:06 horas

 


Resultado fez o Tricolor subir para a terceira posição, enquanto o Gigante do Vale continua na 11ª colocação

DSC_0102

Joia tricolor: Jovem Gerson, que brilhou pela seleção Sub-20, começou jogando a partida deste domingo (Foto: Paulo Dimas)

 

Volta Redonda

O Fluminense voltou a conquistar uma vitória no Campeonato Carioca, depois de duas derrotas seguidas. Em partida disputada na noite deste domingo, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Tricolor das Laranjeiras derrotou o Resende por 1 a 0, gol marcado pelo lateral Wellington Silva, aos 42 minutos do segundo tempo. A posição do jogador foi bastante contestada pelos adversários, mas a arbitragem validou o gol.
O resultado fez o Fluminense subir para a terceira posição com 15 pontos ganhos, enquanto o Resende continua com cinco pontos ganhos, na 11ª colocação.
Mais uma vez a equipe dirigida por Cristóvão Borges se comportou de forma irregular, mas teve a sorte de enfrentar um adversário que só se preocupou com a defesa.
Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Botafogo, no Maracanã, o Resende vai ao Laranjão encarar o Nova Iguaçu.

Primeiro tempo

O Fluminense começou a partida botando pressão sobre a defesa do Resende. Gerson atuava mais recuado, com a missão de centralizar o jogo e municiando os meias e atacantes. Antes do primeiro minuto, o Tricolor mostrou seu cartão de visitas com um chute de Kenedy que levou muito perigo. No lado esquerdo, Wagner tabelava com Giovanni e causava muitas dificuldades para o setor direito da equipe da região.
Aos 10 minutos, Giovanni cruzou, a bola ganhou efeito, tocou no travessão e na linha de gol. Os tricolores pediram gol, mas a arbitragem nada marcou.
O Resende não se arriscava e se preocupava apenas com o setor defensivo, mas o Fluminense que tinha o controle absoluto da partida caiu de rendimento após a parada técnica.
Aos 28 minutos, o Resende foi prejudicado pela arbitragem. Geovani Maranhão entrou na área e quando ia chutar, a arbitragem marcou impedimento, mas o zagueiro Victor Oliveira dava condição de jogo ao atacante.
O Fluminense insistia em forçar as jogadas apenas pela esquerda com Giovanni, enquanto Wellington Silva, do outro lado, quase não participava do jogo.
A pequena torcida presente ao estádio começou a demonstrar irritação com o rendimento da equipe dirigida por Cristóvão Borges. E a vaiar os jogadores que cometiam erros, inclusive os cometidos pelo atacante Fred, muito parado entre os zagueiros adversários.
O Fluminense voltou a subir de rendimento e, aos 36 minutos, Kenedy tentou dominar na entrada da área, mas a bola acabou sobrando para Vinicius que encheu o pé, mas a bola bateu no travessão defendido por Arthur. Logo depois, Wellington Silva cruzou para Fred que, de dentro da área, matou no peito e emendou, mas a bola acabou saindo pela lateral, para frustração dos tricolores.
Ao final do primeiro tempo, a torcida vaiou a saída dos jogadores do Fluminense.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com o Resende dando susto. Logo aos dois minutos, após cruzamento, Gabriel cabeceou com grande perigo.
Logo, o time das Laranjeiras voltou a controlar a partida, mas mostrava falta de objetividade e encontrava muita dificuldade para chegar na área adversária. Aos seis minutos, em tentativa isolada, Vinícius chuta forte e assusta o goleiro Arthur, mas a bola acaba saindo. Quatro minutos depois, após receber cruzamento na grande área, Fred cai e pede pênalti, mas o árbitro manda o jogo seguir.
Aos doze foi a vez de a pequena torcida do Resende vibrar. Após cruzamento na área, o zagueiro Henrique tenta afastar e cabeceia para trás,mas a bola encobre o goleiro Diego Cavalieri que mostra grande reflexo e impede o gol da equipe do Sul Fluminense.
Pressionado pela torcida, Cristóvão Borges colocou Marlone no lugar de Wagner. Como o rendimento do time não melhorou, os torcedores começaram a pedir a entrada do atacante Walter.
E o Resende perdeu uma chance incrível para marcar o primeiro gol aos 25 minutos. Após lance confuso na área, Gabriel bateu e a bola tocou na trave de Cavalieri antes de sair.
O rendimento da equipe tricolor continuava muito irregular e os laterais passaram a levantar bolas na área, na tentativa de encontrar Fred em condições de marcar.
Aos 32 minutos, o técnico Cristóvão decidiu atendeu aos apelos da torcida e colocou Walter em campo, no lugar de Kenedy. E no primeiro lance de Walter, ele quase marcou. Chutou prensado, a bola encobriu o goleiro Arthur, mas acabou saindo. Logo depois foi a vez de Henrique cabecear com grande perigo. Aos 39, Wellington Silva tabelou com Marlone e cruzou para Fred que cabeceou fraco nas mãos de Arthur.
Aos 42 minutos, o Fluminense finalmente marcou o primeiro gol. A bola foi lançada por Walter que chutou cruzado. A bola passou pelo goleiro e Wellington Silva se atirou para empurrar a bola para as redes e definir o resultado da partida.

 

Ficha técnica
Resende 0 X 1 Fluminense
Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 1º de março de 2015, domingo
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pathrice Wallace Maia
Assistentes: Michael Correia e João Luiz de Albuquerque
Cartão Amarelo: Jhulliam(Res);Vagner(Flu)
Gol: Fluminense: Wellington Silva, aos 42 minutos do segundo tempo
Público: 1.093 pagantes
Resende: Arthur, Cassio, Rogério, Admilton e Uallace; Léo Silva, Iuri , Marcel e Reinaldo(Gabriel); Geovane Maranhão(Capone) e Jhulliam
Técnico: Edson Souza.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Victor Oliveira e Giovanni; Jean, Gerson, Vinícius (Luiz Fernando) e Wagner(Marlone); Kenedy(Walter) e Fred
Técnico: Cristóvão Borges


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Onde está a 5ª força. Acho melhor se juntar com o Barra Mansa e correr pra segundona.kkkkkkkkkkk

  2. Avatar

    Ganhou mas não convenceu!!! E de novo nosso treinador dono dos “neurônios estáticos” escalou mal o time, demorou a tirar o Wagner que estava apático, fora de jogo, mas colocou o perna de pau Marlone que nada faz a muito tempo, e só colocou o Walter em campo por que senão a torcida invadia o campo.
    E o Resende foi primeiro tempo marcado impiedosamente pelo bandeirinha, que deve ter ganho nos bastidores o título de sócio torcedor do Flu. Anulou gol do Resende e andou marcando uns impedimentos inexistentes. E o Fred? Cruz credo, está jogando nada vezes nada. Falei muito ano passado que aera dele no Flu já tinha acabado e que deviam despachá-lo. Não acreditaram, agora temos que carregar esta mala sem alça…
    Vai ser rebaixado no Brasileiro…

  3. Avatar

    O RESENDE ESTA´MUITO MAL NO CAMPENATO, MAS NÃO MERECIA ESSA DERROTA

Untitled Document