terça-feira, 16 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense derrota Botafogo e ‘rouba’ vantagem

Fluminense derrota Botafogo e ‘rouba’ vantagem

Matéria publicada em 11 de abril de 2015, 21:42 horas

 


Vitória de 2 a 1 deixa Tricolor na liderança do confronto, podendo até empatar o segundo jogo para ir à decisão

A marca do artilheiro: Fred fez dois e agora já tem 301 gols na carreira


Carrasco: Fred cobrou com um chute forte no canto direito, sem chances para o goleiro Renan e saiu para comemorar (Foto: Divulgação/ Nelson Perez/Fluminense F.C.)

Rio

O atacante Fred sempre disse que o Botafogo é seu adversário favorito porque costuma marcar gols diante do alvinegro. E a história se repetiu na noite deste sábado, no Maracanã, na abertura das semifinais do Campeonato Carioca. O artilheiro marcou os gols da vitória do Fluminense por 2 a 1 e fez a vantagem trocar de lado. Agora, o Tricolor das Laranjeiras pode empatar a segunda partida, marcada para o próximo sábado (dia 18), para garantir a vaga na decisão. O Botafogo vai precisar de uma vitória por dois gols de diferença para se classificar de forma direita. Se vencer por um gol de diferença, a vaga na decisão vai acontecer na disputa de pênaltis.
O jogo foi muito equilibrado, mas o Fluminense contou com o oportunismo do seu artilheiro para marcar os gols que garantiram a sua vitória. O Botafogo fez um primeiro tempo irregular e só conseguiu ser objetivo quando já perdia por dois gols de diferença.

Primeiro tempo

O Botafogo começou a partida, tentando pressionar os tricolores em seu campo, com uma marcação adiantada, mas o Fluminense não se abalou e passou a ficar mais tempo com a bola nos pés. Aos quatro minutos, Fred tentou uma conclusão de voleio e foi bloqueado pela zaga alvinegra. Na sequência, Jobson arrancou em velocidade, se livrou de Henrique e cruzou para Bill, mas Diego Cavalieri deu um tapa na bola e desviou para escanteio.
Aos 15 minutos, o Botafogo desperdiçou outra oportunidade, quando Elvis ganhou de Henrique e a bola acabou sobrando para Bill, livre dentro da área, mas o atacante alvinegro concluiu muito mal, mandando a bola para bem longe do gol defendido por Diego Cavalieri.
O Botafogo continuava mais objetivo e aos 18 minutos, Jobson tentou a arrancada e acabou derrubado por Lucas Gomes, na entrada da área. Na cobrança, Elvis bateu sem levar qualquer perigo para o gol tricolor.
Depois da parada técnica, o Fluminense criou sua primeira chance quando Lucas Gomes cruzou, da direita, a defesa do Botafogo hesitou e Gum completou, mas mandou a bola para fora.
O Fluminense apelava para seguidas faltas para impedir a troca de passes da equipe dirigida por Renê Simões.
Aos 23 minutos, Carleto bateu falta e Diego Cavalieri fez defesa difícil, aliviando o perigo. A resposta tricolor veio em arrancada de Lucas Gomes que chutou rasteiro e Renan defendeu com facilidade. Logo depois, o goleiro botafoguense voltou a aparecer bem em cobrança de falta executada por Vinicius.
Aos 29 minutos, Fred errou ao tentar acionar Lucas Gomes e acabou entregando a bola para Carleto que cruzou e Gum cabeceou para trás, dando susto em Cavalieri, mas a bola saiu para escanteio.
O jogo continuou truncado, com erros de passes e muitas faltas, e com muitas reclamações por parte dos jogadores das duas equipes.
Aos 38 minutos, uma desatenção da defesa alvinegra quase proporcionou a conclusão de Vinicius, mas Alisson conseguiu bloquear o chute do meia tricolor
Mesmo sem jogar bem, o Fluminense saiu na frente aos 41 minutos. Vinicius lançou Gerson nas costas de Carleto e o meia fez um lançamento perfeito para Fred cabecear e colocar a bola nas redes. Foi o gol 300 do artilheiro tricolor.
O Botafogo tentou responder em falta cobrada por Carleto que passou perto da trave esquerda de Diego Cavalieri, no último lance da etapa inicial.

Segundo tempo

O Botafogo voltou sem modificações para o segundo tempo, enquanto o Fluminense trocou o atacante Lucas Gomes pelo meia Marlone. Aos quatro minutos, Bill foi lançado pela direita e bateu cruzado para fora, quando Jobson esperava o cruzamento na área. Como o Botafogo não conseguia se organizar ofensivamente, o técnico Renê Simões decidiu colocar Sassá na vaga de Jobson, substituição que não foi bem aceita pelo atacante que saiu de campo sem cumprimentar ninguém e foi direto para o vestiário.
E o Fluminense quase ampliou aos nove minutos quando obrigou Renan a efetuar duas grandes defesas em conclusões de Marlone e Giovanni. O goleiro alvinegro voltou a brilhar aos 11 minutos, ao defender outro chute forte de Marlone.
Com as entradas de Sassá e Rodrigo Pimpão, o time de General Severiano subiu de produção e passou a pressionar em busca do gol do empate. Aos 16 minutos, Carleto bateu forte e Cavalieri fez defesa parcial, mas Edson chegou antes de Bill e aliviou o perigo.
O Botafogo marcava a saída de bola do Fluminense e pressionava em busca do empate. Como encontrava dificuldade para sair da pressão alvinegra, o técnico Ricardo Drubscky decidiu colocar o meia Wagner para tentar recuperar a posse de bola. Renato saiu e Jean foi deslocado para a lateral direita.
Aos 25 minutos, o Fluminense recuperou a bola na defesa e partiu em velocidade. Wagner lançou Marlone que evitou a marcação, mas chutou para fora, desperdiçando a chance de ampliar a vantagem.
Sem outra alternativa, o time de General Severiano partiu para o ataque e abriu espaços perigosos que acabaram sendo aproveitados pelo Fluminense.
Aos 29 minutos, Wagner foi lançado pela esquerda, cruzou e a bola bateu nos braços de Gilberto. O árbitro marcou pênalti. Fred cobrou com um chute forte no canto direito, sem chances para o goleiro Renan que acertou o canto, mas não conseguiu impedir o gol.
Aos 41 minutos, Willian Arão marcou o primeiro gol do Botafogo. Nos minutos finais, a equipe alvinegra partiu para tentar o empate, mas o Fluminense soube se defender e garantiu o resultado. No último lance, Willian Arão entrou livre na área e desperdiçou a chance do empate, batendo por cima.

Ficha técnica
Fluminense 2 X 1 Botafogo
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 11 de abril de 2015 (Sábado)
Horário: 18h30(de Brasília)
Árbitros: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)
Assistentes: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Público: 14.424 pagantes
Cartão Amarelo: Edson e Vinicius(Flu); Carleto e Sassá(Bota)
Gols:
Fluminense: Fred, aos 41 minutos do primeiro tempo e 29 minutos do segundo tempo
Botafogo: Willian Arão, aos 41 minutos do segundo tempo

Fluminense: Diego Cavalieri, Renato(Wagner), Gum, Henrique(Victor Oliveira) e Giovanni; Jean, Edson, Gerson e Vinicius; Lucas Gomes(Marlone) e Fred
Técnico: Ricardo Drubscky

Botafogo: Renan, Gilberto, Alisson, Renan Fonseca e Carleto; Diego Giaretta, Willian Arão, Tomas(Rodrigo Pimpão) e Elvis(Fernandes); Jobson e Bill(Sassá)
Técnico: René Simões


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document