quinta-feira, 19 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense derruba tabu e vence o América-MG no Independência

Fluminense derruba tabu e vence o América-MG no Independência

Matéria publicada em 15 de maio de 2016, 18:40 horas

 


Entrosa: Fred fez o gol mas deu moral aos garotos do Fluminense (Foto: Divulgação)

Entrosa: Fred fez o gol mas deu moral aos garotos do Fluminense (Foto: Divulgação)

Belo Horizonte – O Fluminense venceu o América Mineiro pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Com um gol de Fred, aos 38 do primeiro tempo, o Tricolor carioca venceu na estreia do Brasileirão pelo quinto ano consecutivo.
O Fluminense terá a semana livre para se preparar para o confronto diante do Santa Cruz, no próximo sábado, pela segunda rodada do Brasileiro. Já o América encara a Chapecoense no domingo, fora de casa, mas antes, na quarta-feira, visita o Bahia pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil. O primeiro jogo em BH terminou com um empate sem gols.

O Jogo

O primeiro tempo no Independência foi de pouco futebol. Num duelo morno, o Flu assumiu a iniciativa do confronto, impôs um ritmo forte, mas não conseguia criar jogadas de ataque. O América segurou o jogo com um bom esquema de marcação e aos poucos foi equilibrando as ações em campo.

A partir da metade da etapa, a equipe mineira começou a se soltar e a chegar com mais facilidade ao ataque. Aos 27, Tiago Luís puxou o contra-ataque e arriscou de longe, mandando perto do gol Tricolor. Aos 31, nova investida do América. Desta vez foi Osman que tentou o chute de fora da área e acertou a direção do gol, mas Cavalieri fez a defesa.

Mas foi quando o América crescia em campo, que o Flu aproveitou uma bobeada na saída de bola para abrir o placar. Osvalvo roubou de Tiago Luís na intermediária, avançou em direção ao gol e soltou a bomba. João Ricardo defendeu mas soltou a bola para o lado. Antes que ela saísse pela linha de fundo, Richarlison apareceu e tocou para trás achando Fred. O Artilheiro mandou de primeira para o fundo da rede.

O técnico Givanildo Oliveira mexeu na equipe durante o intervalo e colocou o experiente Borges na vaga de Tiago Luís, e o América voltou dos vestiários com uma nova atitude. Mais ousada em campo, a equipe mineira foi em busca do empate e já assustou aos 5 minutos. Em cobrança de falta, a bola é lançada na área, Cavalieri tira mas Osman aproveita o rebote de primeira e manda pra fora.

A nova postura do América abriu espaços em sua defesa e o Flu passou a explorar os contra-ataques. Postado na defesa, o Tricolor esteve muito perto de ampliar em uma sequência de lances. Aos 9, Osvaldo recebe lançamento de Gustavo Scarpa, avançou pela ponta direita e rolou para Fred na entrada da área. O atacante tenta de primeira mas João Ricardo desviou de ponta de dedos para a linha de fundo.

Aos 12, nova descida rápida do Flu, desta vez pela esquerda. Scarpa viu Fred entrando livre pelo meio e rolou na altura da meia lua. O centroavante nem chutou e nem dominou, e acabou perdendo a bola. Esta porém voltou para Scarpa que mandou de primeira mas carimbou a zaga.

Em grande dia, Gustavo Scarpa tentou um gol olímpico aos 18, mas João Ricrado afastou. Na cobrança do novo escanteio, Scarpa aproveitou um rebote da zaga para chutar com perigo.
Aos 27, nova descida em velocidade do Flu, num contra-ataque de três contra dois. Marcos Junior avançou pela esquerda e inverteu para Scarpa livre na direita. O mei a entrou na área e soltou a bomba, mas João Ricardo fez boa defesa e salvou o Coelho.

O América tentava pressionar, e quase se deu bem aos 29 numa bobeada de Henrique na saída de bola. O zagueiro foi enganado pelo quique da bola, Osman roubou e quando ia concluir já dentro da área, Edson apareceu de carrinho e o chute saiu prensado. O jogo ficou franco e emocionante no terço final do segundo tempo. O América lutava pelo empate e pressionava o Flu, que continuava a buscar os contra-ataques em velocidade.

Aos 34, Osman recebe sozinho no bico da área e pega de primeira, e a bola passa muito perto. No minuto seguinte, foi Rafael Bastos que desperdiçou de dentro da área. O Flu respondeu aos 39. Marcos Junior avançou pela esquerda e cruzou para Scarpa que entrava na área pelo outro lado. O mei ficou cara a cara com João Ricardo mas não conseguiu tirar do goleiro.

 

AMÉRICA-MG 0 X 1 FLUMINENSE-RJ

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Gol: FLUMINENSE: Fred, aos 38 min do 1º tempo
AMÉRICA-MG: João Ricardo; Hélder, Alison, Sueliton e Danilo; Lendro Guerreiro, Claudinei, Osman e Rafael Bastos; Tiago Luís (Borges, Guilherme Xavier) e Victor Rangel (Sávio)
Técnico: Givanildo Oliveira
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan (Giovanni), Gum, Henrique e Wellington Silva; Edson, Cícero e Gustavo Scarpa; Richarlison (Gerson), Osvaldo (Marcos Jr.) e Fred


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document