>
domingo, 22 de maio de 2022 - 03:46 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense e Furacão decidem título da Primeira Liga

Fluminense e Furacão decidem título da Primeira Liga

Matéria publicada em 19 de abril de 2016, 17:59 horas

 


Considerado amistoso nesta primeira edição, torneio integrará o calendário do futebol nacional em 2017

Liga: Fluminense vai em busca de título que pode valer o primeiro semestre

Liga: Fluminense vai em busca de título que pode valer o primeiro semestre (Foto: Divulgação)

Juiz de Fora – A polêmica Primeira Liga chegará ao fim nesta quarta-feira, quando Fluminense e Atlético-PR se enfrentam no Estádio Radialista Mario Helênio, em Juiz de Fora (MG), às 21h45(de Brasília), na decisão do torneio que surgiu como uma maneira dos clubes tentarem se impor contra o domínio da CBF e das federações.

Considerado amistoso nesta primeira edição, integrará o calendário do futebol nacional em 2017, porém, nenhum dos dois times pensa na possibilidade de perder o caneco.

– O Fluminense quer muito a conquista deste título, pois sabemos como o nosso torcedor está valorizando essa competição. Suamos muito para chegarmos até aqui, enfrentando rivais de grande qualidade e lutando pela classificação para a decisão com muita bravura. Estamos vivendo uma grande expectativa e confiamos em uma grande atuação de nossa equipe nesta quarta-feira – disse o lateral Wellington Silva.

Realmente o Fluminense sofreu para se classificar, pois nas semifinais teve que bater o Internacional nos pênaltis após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar. Sem menos empenho, o Furacão eliminou o Flamengo por 1 a 0 na outra semifinal.

– Os dois times batalharam muito para chegarem nesta decisão, que com certeza está em boas mãos. Acredito em um grande jogo – disse o técnico do Furacão, Paulo Auturoi, que no fim de semana viu seu time bater o Paraná por 2 a 1 na rodada de ida das semifinais do Campeonato Paranaense.

O bom momento do Furacão, por sinal, é motivo de grande preocupação no Fluminense, que no domingo perdeu por 1 a 0 para o Vasco na decisão da Taça Guanabara, segunda fase do Campeonato Carioca.

– O Atlético Paranaense está com um time atravessando um bom momento, já que vem bem na Primeira Liga, está bem no Campeonato Paranaense e passou de fase na Copa do Brasil. Portanto, vai criar muitas dificuldades nesta quarta-feira e temos que estar preparados para a disputa de um jogo em alta intensidade. Trata-se de uma decisão, ninguém quer perder e os dois lados têm qualidade – disse o volante Edson.

A fase das duas equipes, na visão dos atletas paranaense, tende a gerar um jogo equilibrado.

– Acredito em um jogo muito equilibrado porque as duas equipes mudaram muito de uns meses para cá, estão em crescimento e chegando para esta decisão em um bom momento. Trata-se de um jogo único, não há um favoritismo e por isso mesmo essa final tem tudo para ser muito boa. Acredito que quem errar menos vai conseguir conquistar esse título, pois ele será definido nos detalhes – disse o meia Vinícius.

As duas equipes têm desfalques pelo mesmo motivo, já que o lateral-direito Leo e o atacante Fred se agrediram na estreia, quando o Furacão ganhou por 1 a 0, e acabaram sendo suspensos pelo Tribunal. Assim, Eduardo será titular contra o Fluminense, enquanto que o Tricolor vai apostar em Magno Alves como comandante de ataque.

O técnico Paulo Autuori não contará também com o zagueiro Cleberson, ainda tratando uma lesão na face. Já o atacante André Lima, que vive ótima fase, não treinou, mas viajou com o grupo, dependendo apenas de uma reavaliação para ficar à disposição.

A possibilidade de contar com o time praticamente completo anima o treinador rubro-negro, que confia no entrosamento como uma das principais armas atleticanas.

– Uma equipe tem que ter uma característica. Tem que olhar para ela e ver que tem uma ideia de jogo, uma lógica na proposta. O que eu falo para eles sempre é que no momento de decisão se dá melhor aquele que mantém o que fez para chegar até aqui -, filosofou.

Porém, se as peças não sofrerão modificação, a estratégia de jogo terá mudanças, se adaptando às condições do adversário, do gramado e, claro, da importância do duelo conforme explicou Autuori.

– A estratégia sim é diferente. A estratégia nada mais é que a tática colocada em prática, respeitando alguns detalhes e aspectos. Mas não se pode, de maneira nenhuma, alterar a maneira de pensar e aplicar o futebol -, ponderou.

Pelo regulamento, se a partida desta quarta-feira terminar empatada o campeão será conhecido na cobrança de pênaltis.

FLUMINENSE-RJ X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Radialista Mario Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Horário: 21h45(de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Auxs: Rafael da Silva Alves (RS) e Helton Nunes (SC)
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Gerson e Gustavo Scarpa; Osvaldo e Mago Alves
Técnico: Levir Culpi
ATLÉTICO: Weverton, Eduardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson e Vinícius; Nikão, Marcos Guilherme e Walter
Técnico: Paulo Autuori


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document