>
sexta-feira, 27 de maio de 2022 - 09:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense empata e garante vaga na decisão

Fluminense empata e garante vaga na decisão

Matéria publicada em 22 de março de 2018, 22:18 horas

 


Aguerrido: Igualdade no placar deixou o Fluminense por cima sobre o rival

Aguerrido: Igualdade no placar deixou o Fluminense por cima sobre o rival

Rio – O Fluminense se classificou para a decisão da Taça Rio ao empatar com o Flamengo por 1 a 1 em partida disputada na noite desta quinta-feira, no estádio Nilton Santos. Agora, o Tricolor das Laranjeiras vai encarar o Botafogo pelo título do segundo turno, domingo, no Maracanã. Os gols foram marcados por Gum, no primeiro tempo para o Fluminense, descontando Everton, no final do segundo tempo, para o Flamengo.

Como tinha a vantagem do empate, o time dirigido por Abel Braga soube jogar com inteligência, bloqueando os pontos fortes do adversário. O Flamengo fez um primeiro tempo irregular, melhorou muito na parte final do jogo, mas não conseguiu a virada que lhe colocaria na disputa do título.

O jogo

A partida começou truncada com muitos passes errados. Aos dois minutos, o Fluminense chegou pela primeira vez em cruzamento de Gilberto. Pedro se antecipou e cabeceou, mas mandou a bola para longe.

No início do jogo, o Tricolor das Laranjeiras fazia marcação na saída de bola do Flamengo, dificultando a troca de passes. O time rubro-negro chegou pela primeira vez na defesa adversária aos seis minutos, mas Éverton Ribeiro não conseguiu a conclusão da jogada. Um minuto depois, Lucas Paquetá ganha de Ibañez e cruza para Henrique Dourado na área. O Ceifador domina, mas chuta muito alto e não assusta Júlio César.

Logo depois, Dourado apareceu outra vez na área. Diego aproveitou um rebote e cruzou para a cabeçada do atacante que, mais uma vez, não conseguiu assustar Júlio César que fez uma defesa tranquila.

Só aos 13 minutos, o Fluminense voltou a aparecer nas imediações da área rubro-negra em chute do volante Jadson que não levou perigo. Dois minutos depois, o time dirigido por Abel Braga criou a primeira grande oportunidade para marcar. Gilberto chutou a, bola desviou em Rodinei e sobrou para Pedro que finalizou com perigo para o gol defendido por Diego Alves.

Depois da parada técnica, o ritmo do jogo caiu muito, com as duas equipes errando muitos passes e cometendo muitas faltas. Só aos 26 minutos é que o Flamengo apareceu com perigo. Diego fez ótimo lançamento para o zagueiro Réver que apareceu, de surpresa, na área tricolor, mas concluiu muito mal.Aos 34 minutos. Éverton Ribeiro descolou bom lançamento para Diego que arriscou o chute, mas viu a bola bateu nas pernas de Henrique Dourado que estava mal colocado. Três minutos depois, Rodinei cruzou da direita e Dorado completou, mas Júlio César fez grande defesa.

O Tricolor respondeu com grande jogada de Ayrton Lucas que se livrou dos marcadores e cruzou fechado. A bola desviou na zaga e o goleiro Diego Alves fez grande defesa, espalmando para escanteio. Logo depois foi a vez de Marcos Júnior chutar fraco, depois de receber lançamento de Gilberto.

Aos 45 minutos, o Fluminense marcou o primeiro gol. Após cruzamento de Sornoza, o zagueiro Gum se aproveitou das falhas de marcação da defesa rubro-negra para cabecear e colocar nas redes de Diego Alves.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com o atacante Vinicius Junior no lugar do lateral-esquerdo Renê. Everton foi recuado para a posição defensiva e Vinicius se juntou a Henrique Dourado no ataque. Aos dois minutos, em nova cobrança de falta, a zaga do Flamengo volta a se atrapalhar, mas Gum não consegue a conclusão. O time dirigido por Paulo César Carpegiani respondeu aos cinco minutos em chute de Jonas, após Júlio César ter socado cruzamento de Diego.

Vinicius Junior entrou aceso e dando muito trabalho aos zagueiros tricolores. Aos dez minutos, ele fez ótimo lançamento para Lucas Paquetá que foi bloqueado na hora do chute. Logo depois, o técnico Abel Braga tirou Marcos Júnior e colocou Pablo Dyego para tentar dar mais força ao ataque. E Pablo Dyego, aos 16 minutos, apareceu pela primeira vez com um chute rasteiro que não levou perigo para o gol defendido por Diego Alves.

Aos 21 minutos, o Fluminense desperdiçou uma boa chance para ampliar a vantagem. Pablo Dyego fez ótimo lançamento para Pedro que chutou da entrada da área, mas mandou a bola para fora. Logo depois, o Flamengo teve a chance de jogar tudo igual. Após levantamento de Everton na área, Jonas sobe mais do que a defesa tricolor e manda no canto, mas Júlio César faz grande defesa, evitando o empate.

O Rubro-negro da Gávea aumentou a pressão e o Fluminense passou a atuar mais recuado. Mesmo assim, criou uma boa oportunidade aos 26 minutos quando Pablo Dyego arrancou pela esquerda e lançou Jadson. O volante viu a penetração de Gilberto na área e fez o passe, mas o lateral isolou a bola.

Insatisfeito com a atuação de Henrique Dourado, Carpegiani decidiu trocar o Ceifador por Felipe Vizeu. Aos 33 minutos, após cobrança de escanteio, o goleiro Diego Alves saiu mal e Gum tocou para o gol em posição de impedimento. O detalhe é que a bola entraria após a falha do goleiro, mesmo sem a inerferência de Gum. Aos 40 minutos, o Flamengo marcou o gol do empate. Após cobrança de escanteio, a defesa tricolor não conseguiu aliviar o perigo e a bola sobrou para Everton que mandou a bomba no ângulo esquerdo e deixou tudo igual. Aos 46 minutos, o Flamengo quase desempatou em investida de Vinicius Júnior que invadiu a área e bateu cruzado, com muito perigo.

FLUMINENSE 1 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de março de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 20h(de Brasília)
Árbitro: Mauricio Machado Coelho Júnior (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Público: 16.923 pagantes
Cartão Amarelo: Pedro(Flu);Éverton Ribeiro, Réver, Jonas(Fla)
Gols:
FLUMINENSE: Gum, aos 45 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Everton, aos 40 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Júlio César, Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Richard(Douglas), Jadson, Sornoza e Ayrton Lucas; Marcos Júnior(Pablo Dyego) e Pedro(Marlon)
Técnico: Abel Braga

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Juan, Réver e Renê(Vinicius Junior); Jonas, Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro(Cuéllar) e Everton; Henrique Dourado(Felipe Vizeu)
Técnico: Paulo César Carpegiani


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. E olha que só o salário do Diego e do Rever, pagam os ONZE do Fluminense. Dá lhe Fluzão.

  2. ze pilantra do agreste

    ontem dormi feliz

  3. o segundo gol do fluminense o Gum não estava impedido seu merda,vc que escreveu essa matéria e um flamenguista otario

  4. O vó, poderiam me explicar que inversão de valores é esse; Se o Fluminense estava ganhando de 1 a 0 e teve um gol anulado duvidoso e ainda dizem que foi o Fluminense que empatou. Estão destruído a nossa cultura do saber não é vó.

  5. SÓ UM DETALHE… QUEM EMPATOU FOI O framengo, E O FLUMINENSE TEVE QUE FAZER DOIS GOLS PRA VALER UM.

Untitled Document
close