segunda-feira, 3 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense evita polêmicas com Inter

Fluminense evita polêmicas com Inter

Matéria publicada em 12 de dezembro de 2016, 16:42 horas

 


Torcedores tricolores comemoraram a queda do time gaúcho; rivalidade entre eles ocorre desde a final da Copa do Brasil de 92

Rio –  O Fluminense foi o algoz do Internacional. O empate por 1 a 1 na tarde de domingo, no Estádio Giulitte Coutinho, em Mesquita (RJ), rebaixou o Colorado para a Segunda Divisão. Com os resultados da última rodada do Campeonato Brasileiro, o time gaúcho teria conseguido evitar a degola se tivesse goleado. Porém, o que se viu em campo foi o Tricolor melhor postado e criando as melhores oportunidades, tanto que desperdiçou um pênalti e depois abriu o placar.

Apesar de ter a fama do algoz e de seus torcedores, em redes sociais, comemorarem a queda do Inter, o Fluminense adotou uma postura cautelosa. A rivalidade entre os dois vem de 1992, quando o time gaúcho venceu os cariocas na final da Copa do Brasil graças a um pênalti polêmico, convertido pelo zagueiro Célio Silva.
Um dos poucos a falar do tema rebaixamento do Inter, o técnico interino Marcão minimizou o episódio.

– Fizemos uma partida em que merecíamos a vitória e que sabíamos que seria complicada, pois o Internacional jogava pelo ano. Porém, tínhamos um compromisso com o clube, com a nossa torcida e com o respeito que temos pela competição – disse Marcão.

A diretoria do Fluminense divulgou nota repudiando a ação de um grupo de torcedores que hostilizou alguns colorados no metrô do Rio de Janeiro após o rebaixamento do clube gaúcho para a Segunda Divisão. As imagens foram ofensivas e por muito pouco o transtorno não chegou a agressão física. Confira abaixo a íntegra da nota do Tricolor.

“O Fluminense Football Club vem a público manifestar seu repúdio à atitude de três torcedores do clube contra integrante da torcida do Internacional, em vídeo gravado no retorno do jogo deste domingo, no metrô. O Tricolor pede desculpas aos colorados e ressalta que este comportamento condenável não representa o da nossa torcida. O respeito ao torcedor adversário precisa ser uma prática comum e recorrente. O futebol deve servir como instrumento de propagação da união, jamais do ódio.”

O elenco do Fluminense entrou de férias oficialmente nesta segunda-feira (12) e a reapresentação está marcada para o dia 9 de janeiro. A pré-temporada terá seus detalhes divulgados nos próximos dias.

Feliz no clube, Scarpa deixa futuro em aberto

Ganhador do Campeonato Brasileiro e classificado à próxima edição da Copa Libertadores, o Palmeiras trabalha para reforçar seu elenco. O meia Gustavo Scarpa, um dos nomes na mira do time alviverde, se disse feliz no Fluminense, mas deixou o próprio futuro em aberto.

Destaque tricolor: Gustavo Scarpa esteve em campo contra o Internacional e é alvo do campeão Palmeiras (Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C)

Destaque tricolor: Gustavo Scarpa esteve em campo contra o Internacional e é alvo do campeão Palmeiras (Foto: Mailson Santana/Fluminense F.C)

Protagonista do time tricolor no Campeonato Brasileiro, Scarpa tem contrato até 2019 e já há uma renovação até 2021 engatilhada. Algumas diferenças de valores, no entanto, vêm adiando a oficialização do novo vínculo, o que abriu brecha para a entrada do Palmeiras.

– Em nenhum momento disse que queria sair do Fluminense. Todo o mundo sabe do carinho que tenho pelo clube. Não faço demagogia com ninguém e não preciso ficar declarando isso. Mas sou muito feliz aqui e grato demais por tudo que já fizeram por mim – disse Scarpa antes do jogo contra o Internacional, no Giulite Coutinho.

Gustavo Scarpa tem a carreira administrada pela empresa OTB Sports e seu contrato com o Fluminense prevê uma multa rescisória de aproximadamente R$ 36 milhões. O alto valor dificulta uma eventual investida pelo Palmeiras, patrocinado pela Crefisa/FAM.

– Só falei que não sabia porque realmente não sei o dia de amanhã – disse Scarpa, tentando explicar recente entrevista na qual confirmou o interesse do Palmeiras.

– Como não tinha dado certo a renovação, acabei respondendo aquilo. Mas é só isso. Não tem nada certo – afirmou.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document