sábado, 31 de julho de 2021 - 01:43 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense tenta esquecer derrota no clássico

Fluminense tenta esquecer derrota no clássico

Matéria publicada em 20 de julho de 2015, 19:42 horas

 


Na visão dos jogadores tricolores o melhor remédio para isso é concentrar no choque contra a Chapecoense

Futuro: Enderson vai começar a projetar a escalação para o duelo com a Chapecoense (foto: Arquivo)

Futuro: Enderson vai começar a projetar a escalação para o duelo com a Chapecoense (foto: Arquivo)

Rio – Perder um clássico deixa o clima em um grande clube sempre muito ruim. Ainda mais quando o duelo foi cercado de rivalidade e provocações e acabou com discussões entre atletas dentro de campo. Porém, o Fluminense sabe que é importante deixar o que aconteceu para trás.
Na visão dos jogadores tricolores o melhor remédio para isso é concentrar no choque contra a Chapecoense, no próximo domingo, às 11h(de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

– Temos que esquecer o resultado do clássico e concentrar na próxima partida, que vai ser muito complicada. O Fluminense está brigando na parte de cima da tabela de classificação e não pode deixar que um resultado negativo atrapalhe seus planos. Não podemos mudar o que aconteceu contra o Vasco e por isso precisamos pensar na partida contra a Chapecoense. Temos três pontos para tentar conquistar e longe do Rio de Janeiro – disse o zagueiro Antônio Carlos.

O volante Edson pensa de maneira parecida.

– O clássico contra o Vasco já passou. Infelizmente não conseguimos colocar em prática aquilo que trabalhamos ao longo da semana e perdemos a partida. O importante é não deixar que isso atrapalhe a sequência do trabalho, pois já temos uma partida muito complicada contra a Chapecoense no domingo e precisamos ganhar esse jogo. A briga lá na frente está embolada, muita gente também tropeçou e por isso precisamos encarar o futuro – disse o volante.

Na visão do lateral-direito Wellington Silva o importante agora é o time do Fluminense conseguir aproveitar demais a semana sem jogos para trabalhar o que deu errado no clássico. Na visão dele o fundamental é o Tricolor manter a regularidade.

– Nós vamos ter uma semana de preparação para a partida contra a Chapecoense e por isso vamos poder trabalhar melhor o que deu errado no jogo contra o Vasco para acertarmos da próxima vez. E a próxima vez já é no domingo em um jogo de grande importância. Se a gente conseguir ganhar a partida contra a Chapecoense vamos seguir em uma boa situação na tabela de classificação e isso é o mais importante. O time não vai conseguir ganhar sempre, porém o importante é conseguirmos manter uma certa regularidade para que na hora certa a gente consiga os três pontos – afirmou o lateral.

Para este jogo o técnico Enderson Moreira não poderá contar com o meia Gerson, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo no clássico e terá que cumprir suspensão. Assim, abre a possibilidade para que Osvaldo, que entrou bem no segundo tempo do clássico, assuma a condição de titular, tornando o time mais veloz em uma partida em que vai precisar explorar os contra-ataques.

Como o elenco do Fluminense ganhou a segunda-feira de folga, apenas nesta terça-feira, quando o grupo retorna ao trabalho na parte da tarde que Enderson vai começar a projetar a escalação para o duelo com a Chapecoense. O aproveitamento do meia Ronaldinho Gaúcho está descartado porque o atleta ainda não teve a documentação regularizada e ainda vai passar por um período de treinos específicos. Além disso, o objetivo do clube é projetar uma estreia no Maracanã para conseguir arrecadar com uma boa renda. 22

Fora de campo a diretoria vai aproveitar a semana para intensificar as negociações para a renovação de contratos de alguns jogadores que estão com vínculo somente até o fim do ano e, portanto, estariam liberados para assinar um pré-contrato com outro clube. O meia Vinícius, que se enquadra nesta realidade, será um dos primeiros a ser procurado, já que vem despertando o interesse de equipes do exterior.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document