>
domingo, 14 de agosto de 2022 - 21:38 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense vê classificação como gás para série decisiva

Fluminense vê classificação como gás para série decisiva

Matéria publicada em 27 de agosto de 2015, 18:59 horas

 


Animado: Cícero e demais colegas vibram com boa fase em duas competições (Foto: Arquivo)

Animado: Cícero e demais colegas vibram com boa fase em duas competições (Foto: Arquivo)

Rio – A vitória de 2 a 1 sobre o Paysandu, na noite de quarta-feira, deu mais do que a classificação para o Fluminense na Copa do Brasil. Pelo menos essa é a visão dos jogadores, que entendem que o resultado, que levou o Tricolor para as quartas de final do mata-mata, servirá de gás para a delicada sequência que o time terá pela frente no Campeonato Brasileiro.

Na quarta colocação do Campeonato Brasileiro com 33 pontos, o Fluminense terá pela frente os dois melhores colocados na tabela de classificação nos próximos confrontos. Neste domingo o time recebe o Atlético-MG, vice-líder com 39 pontos, às 16h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 21ª rodada. Já na quarta-feira da próxima semana será a vez de duelar contra o Corinthians, em São Paulo (SP).

– É sempre importante conseguir vitórias importantes e a gente estava precisando deste resultado fora de casa, que foi conquistado em situação muito adversa. O Fluminense mostrou personalidade e isso é muito importante quando se tem uma sequência contra dois concorrentes diretos no Campeonato Brasileiro. Se conseguirmos vencer o Atlético Mineiro e depois o Corinthians podemos mudar de patamar dentro da tabela de classificação. Com certeza o bom resultado que conquistamos na Copa do Brasil vai nos deixar bem mais motivados – disse o atacante Marcos Junior, que marcou o segundo gol do Tricolor.

O meia Cícero concorda com o companheiro.

– Futebol é resultado e quando consegue ganhar é porque as coisas aconteceram dentro do esperado e cresce a expectativa para o jogo seguinte. Quando o próximo jogo será contra um concorrente direto é importante entrar com moral em campo. Sabemos que isso não vai nos dar nenhuma vantagem contra o Atlético Mineiro, mas com certeza vamos chegar bem melhores do que se tivéssemos sido eliminados pelo Paysandu – disse Cícero.

Expulso contra o Internacional, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, Marcos Júnior foi citado no edital do STJD e será julgado por “praticar jogada violenta” nesta sexta. Ao comentar sobre o acontecido contra o Inter, que pode dar a ele mais jogos de gancho além da suspensão pelo acúmulo de cartões amarelos, o atacante afirma ter dado a volta por cima após a boa atuação na Copa do Brasil.

– Dei a volta por cima e se Deus quiser esse tipo de atitude não vai mais acontecer. Fiquei muito chateado. O mais importante foi que voltei com tudo e pude ajudar o Fluminense outra vez -, comentou ao site oficial.

Garantindo que a equipe ainda tem “muito a fazer”, referindo-se tanto ao Campeonato Brasileiro quanto à Copa do Brasil, Marcos Júnior lamentou a ausência no próximo jogo do nacional, contra o vice-líder Galo, que tem seis pontos de vantagem sobre o Flu.

– Queria estar lá no Maracanã domingo ajudando meu clube, mas com certeza outros jogadores darão conta do recado e nos ajudarão a sair de lá com a vitória -, declarou.
Como a quinta-feira foi de viagem de retorno para os tricolores, apenas nesta sexta-feira, em treino previsto para a parte da tarde, que o técnico Enderson Moreira vai definir a formação que vai a campo. Ele volta a contar com o atacante Wellington Paulista, que não atuou no Pará por já ter defendido outro clube, no caso, o Coritiba, na Copa do Brasil.

Se recuperando de uma lombalgia o goleiro Diego Cavalieri deve reaparecer, assim como o meia Ronaldinho Gaúcho, preservado nos dois últimos compromissos. Já o volante Edson, que fraturou o nariz ao ser atingido por uma cotovelada contra o Papão, será desfalque. Outros jogadores entregues ao departamento médico serão reavaliados nesta sexta-feira.

Fora de campo a diretoria não confirmou que estivesse negociando com o atacante Guilherme, que deixou o Atlético-MG com destino ao futebol turco. Porém, o clube ainda não considera o elenco fechado para o restante da temporada.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document