sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense vence o Bahia no Maracanã

Fluminense vence o Bahia no Maracanã

Matéria publicada em 12 de outubro de 2019, 21:34 horas

 


Tricolor manteve trajetória de recuperação, chegando aos 29 pontos e se afastando do rebaixamento

Fluminense ganhou do Bahia e se afastou da zona do rebaixamento
(Foto: FutRio)

Rio – O Fluminense segue se recuperando no Campeonato Brasileiro. Em partida disputada na noite deste sábado, no Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras derrotou o Bahia por 2 a 0. O resultado fez a equipe carioca chegar aos 29 pontos ganhos e ocupar o 13º lugar, se afastando da zona de rebaixamento. Com a derrota, o Bahia se manteve com 38 pontos ganhos e segue na oitava posição. Os gols do Fluminense foram marcados por Nenê, de pênalti, e Daniel, ambos no primeiro tempo.
A equipe dirigida por Marcão foi bem melhor na etapa inicial, quando marcou os gols que construíram a sua vitória. No segundo tempo, o Bahia subiu de produção, depois de substituições feitas por Roger Machado, mas desperdiçou várias oportunidades para marcar e ainda encontrou o goleiro Muriel em grande noite, fechando o gol da equipe carioca, com grandes defesas.
Na próxima rodada, o Fluminense vai receber o Ahtlético PR no Maracanã. O Bahia vai encarar o Grêmio, em Porto Alegre.

O jogo

A partida começou com um grande susto sofrido pela torcida do Fluminense, antes do primeiro minuto. Guerra lançou João Pedro pela direita e o lateral cruzou para Élber, inteiramente livre na pequena área, mas o atacante do Bahia conseguiu perder o chamado “gol feito” batendo por cima do travessão.
O Fluminense logo mostrou estar recuperado do perigo que passou. Mesmo desfalcado do meia Ganso, suspenso, o time dirigido por Marcão passou a dominar as ações no meio campo, tocando a bola com inteligência.
Aos dez minutos, o zagueiro Digão sentiu um problema muscular na coxa direita e precisou ser substituído. Frazan entrou na zaga. O Tricolor das Laranjeiras usava a velocidade de Yony González para criar problemas na defesa baiana. O colombiano era parado constantemente com faltas.
Aos 16 minutos, Nenê fez boa jogada pela esquerda e rolou para a conclusão de Yony González, mas o chute do atacante bateu na rede, pelo lado de fora.
Logo depois, Yony González recebeu de Daniel, invadiu a área e acabou caindo depois de choque com João Pedro. O árbitro marcou pênalti e Nenê bateu com categoria, aos 20 minutos, para colocar o Fluminense na frente.
A equipe carioca seguiu pressionando e Wellington Nem fez bom passe para nova conclusão de González, mas Douglas fez uma defesa segura.
O Bahia só voltou a aparecer na área carioca aos 26 minutos em cruzamento de Élber que Gilberto cabeceou nas mãos do goleiro Muriel.
O time comandado por Roger Machado quase empatou aos 31 minutos. O lateral Giovanni investiu pela esquerda e cruzou para Gilberto que completou para o gol, mas Frazan conseguiu desviar para escanteio.
O Bahia tentava pressionar, mas fazia uma marcação distante que permitia que o Fluminense pudesse tocar a bola sem ser incomodado. Aos 40 minutos, Daniel achou Gilberto livre na ponta direita. O lateral cruzou para Yony González, mas o zagueiro Lucas Fonseca se antecipou e evitou a conclusão.
O Fluminense ampliou aos 44 minutos, após cruzamento na área, João Pedro acertou o travessão de Douglas. No rebote, Daniel meteu a cabeça e colocou a bola nas redes.

O Bahia voltou modificado para o segundo tempo. Os atacantes Arthur Caike e Lucca substituiram os meias Ronaldo e Guerra numa tentativa de Roger Machado de tornar a equipe mais ofensiva. E os primeiros minutos mostraram que o treinador alcançou seu objetivo.
Aos dois minutos, após bola lançada em profundidade, Nino tentou proteger a saída de Muriel, mas Arthur Caika chegou antes do goleiro tricolor, mas chutou para fora, perdendo uma boa chance.
Um minuto depois, Flávio desarmou Airton, tabelou com Arhur Caike, entrou livre e bateu por cima, desperdiçando uma grande chance. Na jogada seguinte, o lateral Gilberto salvou em cima da linha, quando o atacante Gilberto chutou e a bola passou pelo goleiro Muriel.
O Bahia seguia pressionando e, aos nove minutos, o atacante Arthur Caike recebe livre na área, mas chuta mal e Muriel fica com a bola. Logo depois, o goleiro Muriel salvou o Fluminense ao defender, em dois tempos, um chute forte de Élber.
O Fluminense não conseguia se encontrar em campo e apenas o goleiro Muriel se destacava. Aos 11 minutos, o lateral João Pedro emendou de canhota e Muriel fez outra grande defesa.
O goleiro tricolor voltou a aparecer com destaque aos 15 minutos quando Gilberto soltou a bomba com direção certa.
O Fluminense só voltou a aparecer na área baiana aos 21 minutos. Nenê levantou na área e Nino cabeceou por cima do travessão.
Depois de desperdiçar várias oportunidades, o Bahia desanimou e permitiu que a equipe carioca recuperasse o controle do jogo. O time de Marcão passou a administrar a vantagem, tocando a bola para não permitir que a equipe visitante tivesse forças para fazer pressão sobre sua defesa.
Só aos 42 minutos é que o Bahia apareceu na área carioca quando Giovanni cruzou da esquerda e Arthur Caike cabeceou por cima do travessão. Nos acréscimos, Caike desperdiçou mais uma grande chance ao chutar para fora.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document