quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Garoto do Pará celebra chance no Voltaço

Garoto do Pará celebra chance no Voltaço

Matéria publicada em 10 de outubro de 2019, 18:44 horas

 


Centroavante, que já marcou pela equipe sub-20, trabalhava como ajudante de pedreiro na zona rural de Parauapebas-PA

 

Marcos Vinicius ‘Bagaceira’ já faz parte de um bonito capítulo do Voltaço (Foto: Arquivo pessoal)

Volta Redonda – Com apenas 17 anos, o centroavante Marcos Vinicius “Bagaceira” entrou no segundo tempo do jogo entre Volta Redonda e Boavista, na antepenúltima rodada da fase de grupos da Taça Rio Sub-20 2019, e marcou o gol da vitória para o Esquadrão de Aço. A distância percorrida pelo jovem até o gol da vitória, no entanto, vai muito além da extensão entre a linha lateral e as balizas do campo de futebol.

Mais de 2.600 quilômetros separam as cidades de Parauapebas e Volta Redonda. Marcos Vinicius nasceu na Vila Sanção e, aos 9 anos, mudou-se com a família para a Vila Paulo Fonteles, em Parauapebas, no sudeste do Pará. De origem humilde, até o início de 2018 a rotina do jogador era baseada em trabalhar como ajudante de pedreiro e carpinteiro com o pai, durante o dia, conciliando com os estudos, no turno da noite.

Mas em 2019 os ventos começaram a mudar de direção para Marcos Vinicius. Figura recorrente nos campeonatos rurais de futebol da região onde morava, ele chamava atenção pelo desempenho em campo. Campeão, artilheiro, destaque: tais méritos renderam ao “Bagaceira” uma imagem muito positiva na cidade.

Como em toda boa história, um reviravolta aconteceu na vida do jovem quando, no início de 2019, o torcedor doente e vice-presidente do Conselho Deliberativo do Voltaço, Gelver Gilliard, que estava a trabalho no Pará, tomou conhecimento sobre o futebol de Marcos Vinicius e o indicou para realizar um teste no clube, em Volta Redonda. Este considerado um dos momentos mais marcantes na vida do centroavante, segundo ele, após demonstrar o bom futebol e a qualidade em campo, Marcos foi aprovado para treinar e compor as categorias de base do Voltaço.

“Cheguei na Vila Paulo Fonteles a trabalho e logo conheci o líder comunitário da região. Conversamos bastante e ele me contou sobre um talento do futebol de lá, que, com apenas 16 anos, era artilheiro e campeão entre os times de adultos. Comecei a pesquisar sobre Marcos e tive excelentes referências sobre ele. Procurei a família e logo eles se mobilizaram para levantar fundos para arcar com a viagem para o Sudeste. Prontamente conversei com o Neto Colucci (treinador da equipe Sub-20 do Voltaço). Ele recebeu, observou e se interessou pelo futebol do garoto.” – contou Gelver.

Ao chegar em solos voltarredondenses, em fevereiro de 2019, Marcos Vinicius já se tornou o atleta da base que vive nas dependências do clube com maior distância geográfica até sua terra natal. Mas nem a distância, nem a saudade da família atrapalharam o centroavante. O garoto encontrado na pequena vila de 1,5 mil habitantes não chegou a Volta Redonda por acaso.

No dia 12 de agosto, a equipe Sub-20 do Voltaço empatava em 2×2, fora de casa, em Paracambi, contra a equipe do Boavista. Quis o destino – e o treinador Neto Colucci – que o jovem de apenas 17 anos, da Vila Paulo Fonteles, entrasse no segundo tempo da partida para marcar em seu primeiro toque na bola e dar a vitória para o Voltaço. Os 3 pontos podem ter classificado o clube para a próxima edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que ainda depende do convite e do critério adotado pela Federação Paulista para participar do torneio.

Marcos Vinicius prefere ser chamado pelo apelido “Bagaceira”, que herdou do pai e pelo qual é conhecido na terra natal. Ao falar do futuro, o garoto lembra da gratidão à família e demonstra ter ambições no futebol “Sinto que minha família tem orgulho da minha caminhada até aqui e quero continuar dando esse orgulho a eles. Me ajudaram a chegar até aqui e quero retribuir ajudando-os também. Ainda quero muito me tornar um jogador profissional no Voltaço, onde tenho muita gratidão, e atuar também por outros grandes clubes do país”.

Em setembro deste ano, o Voltaço protocolou um pedido de Certificação de Clube Formador junto a CBF. A aprovação nos moldes do certificado poderia assegurar ao Voltaço os direitos sobre a formação de Marcos Vinícius “Bagaceira” e mais centenas de atletas que atuam nas categorias de base do clube. A resposta da Confederação, de acordo com a assessoria do Volta Redonda, pode chegar ainda em 2019.

Técnico do sub-20, Neto Colucci faz estágio no Flamengo

O treinador do sub-20 do Volta Redonda, Neto Colucci, passou uma semana acompanhando de perto o dia a dia do Flamengo, referência no trabalho de categoria de base no Brasil. No Rubro-Negro, Neto conheceu toda a estrutura das categorias de base da equipe, além de acompanhar os treinos e jogos.

– Quero agradecer o Flamengo por ter aberto as portas para mim e para o Volta Redonda. Acompanhar de perto um clube que tem uma estrutura enorme desta é de um aprendizado gigantesco. Retorno para Volta Redonda com novas ideias, novos olhares e pronto para implementar o que aprendi aqui no nosso dia a dia – destacou o comandante dos Garotos de Aço.

Neto lembrou ainda que esta não é a primeira oportunidade de aprimoramento que o Volta Redonda oferece para os profissionais das categorias de base do clube. “Além da grande estrutura física que o clube nos oferece para trabalharmos, sempre recebemos a oportunidade de nos aprimorarmos e crescermos profissionalmente. São cursos na CBF, estágios em clubes de Série A, como este no Flamengo, que, com certeza, qualificam ainda mais o trabalho da base do Voltaço. E isso só é possível graças à credibilidade que o Volta Redonda tem. Por isso, quero agradecer a diretoria por investir cada vez mais na base e acreditar no nosso trabalho”, afirmou.

Por Leonam Viana


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar
    Rodrigo Rezende Pizzolante

    Parabéns ao Conselheiro Gelver Gilliard, sempre um exemplo de torcedor e pessoa. Pessoas como você e muitos outros me fazem acreditar que o Voltaço em breve ocupará uma posição de destaque no cenário nacional, de onde ele merece estar!

    Em breve boas notícias: Nova revista do Voltaço, aguardem….vai valer a pena!

    #somostodosVoltaço
    #NaçãodeAço

  2. Avatar

    Vai precisar de muita sorte no volta Redonda , bagaceira . Mais um na cristaleira.

  3. Avatar

    parabéns pela iniciativa. seria intetessante um estágio junto aos profissionais do Flamengo para ver a metodologia de trabalho do técnico Jorge Jesus.

    • Avatar

      Esse técnico do juniores é excelente acho que caberia um espaço para fazer um estágio no BMFC pois lá é celeiro de talentos.

Untitled Document