Janela internacional gera preocupação na Gávea - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 04:14 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Janela internacional gera preocupação na Gávea

Janela internacional gera preocupação na Gávea

Matéria publicada em 5 de junho de 2018, 16:27 horas

 


Cuellar é um dos jogadores visados pelo mercado internacional

Rio – A janela de transferências internacionais nem esquentou e já virou pesadelo para o Flamengo. Valorizado pela boa campanha no Campeonato Brasileiro, que lidera de forma tranquila, o Rubro-Negro virou um eventual alvo dos clubes estrangeiros.

O atacante Felipe Vizeu, por exemplo, autor do gol do triunfo de 1 a 0 sobre o Corinthians no fim de semana, já está negociado com a Udinese, da Itália. O atacante Vinicius Júnior pode ir para o Real Madrid agora na pré-temporada européia, em julho, caso aceite o pedido dos merengues de já se integrar ao plantel. Isso sem falar no meia Everton, seduzido pelo São Paulo e que nem precisou cruzar o Oceano Atlântico para desfalcar o Flamengo.

Diante deste cenário, o Flamengo já se preocupa com outras perdas. O volante colombiano Gustavo Cuéllar também está nos planos de dois clubes italianos. O meia Lucas Paquetá também despertou o interesse de alguns gigantes europeus.

– Estamos atentos e trabalhando para repormos as perdas que aconteceram e para reforçar o elenco. O objetivo do Flamengo é conseguir manter o elenco entre os principais do país para conquistarmos a Libertadores e os demais títulos que estamos disputando. Sabemos que isso vai exigir um esforço muito grande, mas vamos fazê-lo, sempre mantendo a nossa responsabilidade – disse o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

O Flamengo ainda monitora a situação do atacante peruano Paolo Guerrero, que tem contrato até 10 de agosto. O jogador, que estava suspenso por doping e teve o contrato suspenso, pode voltar a jogar pelo clube em julho. Ele está com a seleção do Peru e vai disputar a Copa do Mundo.

– Estamos monitorando a situação do Guerrero e a informação que temos é que ele vai poder voltar a defender o Flamengo – disse Bandeira, que na noite desta segunda-feira esteve presente na sede da Conmebol para o sorteiro dos cruzamentos das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Flamengo e Cruzeiro farão o único confronto brasileiro da próxima fase da competição continebtal, e para o presidente flamenguista, o adversário está entre os mais complicados que a sua equipe poderia encontrar.

“É uma pedreira”, definiu Bandeira de Mello à Fox Sports.

“Mas quem quer ganhar a Libertadores tem que passar por todos os adversários”, emendou.

Como se classificou como segundo colocado da sua chave na fase de grupos, o Flamengo terá que definir a classificação às quartas de final em Belo Horizonte.

“É claro que seria mais confortável decidir em casa, mas a gente tem que encarar o que vem pela frente”, reiterou o mandatário do clube carioca.

O discurso de Bandeira de Mello foi o mesmo ao projetar uma sequência de Libertadores para o Flamengo. Nas quartas de final, o vencedor do duelo entre Flamengo e Cruzeiro jogará contra o classificado do confronto entre o temido Boca Juniors, da Argentina, e o paraguaio Libertad.

“Mas é aquilo: não tem caminho fácil na Libertadores. Se passarmos de um Boca, teríamos Corinthians ou Palmeiras. Se passarmos de novo, Grêmio ou River Plate”, exemplificou Bandeira de Mello, sorridente.

Com duelos pela Libertadores e Copa do Brasil, contra Cruzeiro e Grêmio, respectivamente, o mês de agosto será decisivo para a temporada do Rubro-Negro carioca. Como o Flamengo também terá de enfrentar os dois pelo brasileiro no mesmo período, a torcida terá uma overdose desses confrontos. A maratona começará com dois duelos contra os Gaúchos, ambos na Arena em Porto Alegre, dia 1 pela Copa do Brasil e dia 5 pelo Brasileiro.

Na sequênicia, a equipe da Gávea recebe o Cruzeiro pela libertadores no dia 8, e depois visita a Rapose no dia 12 pelo Brasileiro. Os jogos de volta serão dia 15 contra o Grêmio, no Maracanã, e dia 29 contra os mineiros, no Mineirão.

Dentro de campo o técnico Maurício Barbieri define nesta quarta-feira o time para o clássico diante do Fluminense, na quinta-feira, às 20h(de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O meia Diego, advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Corinthians, cumpre suspensão e fica de fora. Jean Lucas deve ficar com a vaga.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Torcedor apático

    Por umas dessas que tenho perdido o interesse em assistir/acompanhar futebol! Desde que virou uma empresa altamente lucrativa não se tem amor a camisa!

    • Pior é venderem esses perebas, a peso de ouro, q quando chegam la fora ou vão p times da 4ª divisão ou retornam à mediocridade da futebol brasileiro.

Untitled Document